quinta-feira, 11 de outubro de 2012

50 vezes Paulo Baier



Foto: Bruno Baggio/CAP
UPS: Unidade Paulo Baier de Salvamento deixa dois corpos no chão e a 50ª pelota no barbante 
"Será que o velho Baier vai virar mais essa para gente?", perguntou o compadre de arquibancada. Perdíamos o embaçado jogo por 3x2, muito por conta da experiencia dos "macacos-velhos" do América/MG. O calor medonho e o ótimo gramado do nosso Janguitão estavam propícios a malandragem de caras como Fabio Jr. e outros que entraram na nossa área na base do "totó" para fazer dois gols.
Nosso contraveneno, só poderia vir mais uma vez do senhor Paulo César Baier. Duas jogadas. No primeiro minuto do segundo tempo, um toquinho ("faça") de leve, de lado, pro Marcão empatar. No último, a raça e a perspicácia do maior gol de carrinho da história do CAP. "Sim", pude falar para o meu bróder. "Ponha mais uma na conta do véio". Neste últimos quatro anos não foram poucas. E se subirmos moçada, como eu acho que vamos subir, será mais uma. 50 gols de Paulo Baier, a maioria garantindo vitórias.
Valeu velho Maestro.

Da PLACAR


O gol marcado aos 51 do segundo tempo, na vitória do Atlético-PR contra o América-MG por 5 x4 no último sábado (6), foi o 50° gol de Paulo Baier com a camisa do Furacão. Com esse tento, Baier tornou-se o terceiro maior artilheiro do clube neste século.
Desde 2001, só dois jogadores passaram da marca dos 50 gols vestindo a camisa do clube. Os atacantes Alex Mineiro (76 gols) e Kléber Pereira (75 gols) são os grandes artilheiros do clube no século. Na sequência vem o meia Paulo Baier, com 50.
O jogador chegou ao Atlético em 2009 e estreou contra o Sport Recife no dia 13 de junho pela série A do Brasileiro. Dois jogos depois, o meia marcou seu primeiro gol pelo clube. No dia 27 de junho, o Furacão venceu o Corinthians por 1 x 0 no Brasileirão. Baier terminou o ano de 2009 com oito gols, todos pelo Brasileiro.
Em 2010, o camisa 10 do Furacão marcou mais 12 gols (um na Copa do Brasil e 11 no Brasileiro) e em 2011 mais 18 gols (três na Copa do Brasil, 10 no Campeonato Paranaense e cinco no Brasileiro).
Nessa temporada, o terceiro maior artilheiro do Atlético-PR no século já fez 12 gols, sendo cinco no Paranaense e sete no Campeonato Brasileiro da Série B, sendo o vice-artilheiro do clube na competição, somente atrás do atacante Marcelo, com oito gols.






Os números de Paulo Baier são um reflexo de sua principal característica: a bola parada. Dos 50 gols marcados pelo Furacão, o meia fez 28 em cobranças de pênalti ou falta. Os outros 22 gols saíram com a bola em jogo (cinco gols de cabeça, dois em chutes de fora  e 15 de dentro da área).
A especialidade em bolas paradas faz de Paulo Baier o maior artilheiro da era dos pontos corridos no Campeonato Brasileiro da série A. Desde 2003, o jogador marcou 91 gols na série A. A única temporada em que não marcou gols foi justamente a de 2012, em que está disputando a série B. Atrás de Paulo Baier estão os atacantes Borges (Cruzeiro) e Washington (esse aposentado) com 82 gols, seguidos de Alecsandro (Vasc0), com 78 gols.

60 comentários:

Ricardo disse...

É um mestre nosso Paulo Baier. Craque de bola. Espero que se despeça do futebol no FURACÃO e continue no clube.

E amanhã temos que trazer 3 pontos.

SRN

Anônimo disse...

Pois é, com todo esse currículo, o Drurys vai deixar o Baier aqui em vez de levar o véio pra guerra lá no Rio Grande do Norte.

Anônimo disse...

Declaração do Ratinho Júnior ontem: "Sou contra dar dinheiro para o Petraglia, se tem potencial construtivo para o Atlético Paranaense tem que ter para o Côritiba e Paraná Club".
Tá loco ou cheirou cola?
Começou a perder a eleição.

prof@no.

Anônimo disse...

Nas comemorações dos 103 anos do nosso maior rival proponho a todos da maior torcida do Estado do PR a seguinte hast tag

#103anosdeanelaberto

os caras devem mais em impostos do que o CAP tomou de empréstimo (e vai pagar). E vem com essas baboseiras de dinheiro público. Agora o xoxa-mor vem dizer em fechar o anel rs

XOXA a 103 anos com o anel aberto!

Anônimo disse...

#103anosdeanelaberto


kkkkkkkkkkkkkkkkk

Anônimo disse...





BAIER, BAIER, É PAULO, É PAULO, É PAULO BAIEEERRRRR !!!!!!!!!!!

Anônimo disse...



Todos contra o Mouse Baby !!

Anônimo disse...

O Kleber Pereira também era mais utilizado para segundo tempo e deu muitas alegrias aos atleticanos.

Anônimo disse...

Tomara que o Drurys não precise olhar para o banco e ver que o Paulo Baier não está ali sentado para colocá-lo em campo, para corrigir as merdas na escalação e substituições feita por este estagiário de técnico.

Anônimo disse...

Pois é, mas o tal ¨estagiário de técnico ¨tem aproveitamento de time campeão. Contra números... Se bem que acho que o Baier deveria jogar contra o ABC.

PAULO ANDRÉ

Anônimo disse...

Nóssaaaa que novidade que as cadeiras seriam feitas pelo Pet son.... essa nossa imprensa também, faça-me o favor.
Quem não sabia disso?
Vamo pro jogo que é o que importa.
Enéas

Anônimo disse...

felicidades ao Choritiba a 103 anos tentando (em vão) fechar o anel.

Saudações RN da maior do Estado

Anônimo disse...

As paquitas tem mais é que fechar o anélzinho de coro delas, porque só sai merda.

Anônimo disse...

e que porra é essa do Cid Campelo botar a boca no trombone em um assunto que tinha de ser resolvido internamente no clube. Não basta a pressão sobre as obras ainda temos de aturar vaidades dos gestores da CAP SA

que porra é essa! isso é grave.

Anônimo disse...

É um boca de burro que só estava atrapalhando o processo...vai tarde. O não engrenamento nas obras se deve a seres incompetentes como este. Falso atleticano, como o tal de Rato Massa e tantos outros que nunca fizeram e não fazem nada pelo clube.

Anônimo disse...

Essa do anel aberto...kkkkkkkk

a coxarada só me faz rir...quanto tempo com o anel aberto e só agora que vão fechar...kkkkkkk


Querem ser rivais da gente, com a metade da torcida... nunca terão a massa Rubro-negra.

Ser coxa-branca, é ser um verme.

Anônimo disse...

Que adianta fazer um mega estádio, depois o MP vai pedir a indiponibilidade da Arena para pagar as loucuras do Petraglaia

Anônimo disse...

Cuidado, vc pode ser acusado de ser falso atleticano, afinal vivemos novamente os anos da Idade Média, onde os papas mandavam matar em nome do pai...
Quem não sabia...

Anônimo disse...

Falou tudo

BrunoBafu disse...

Dalhe Rubro-Negro!
Dalhe ATLÉTICO!

e xora coxarada!

Anônimo disse...

E a coxarada vão fazer um puxadinho no esgouto.

Anônimo disse...

Sonham em ter o anel fechado, só para arrombarmos de novo...
Enéas

Rubro-negro Bocaiuva disse...

Caveira, ganhamos com gol de cabeça he he he...

Anônimo disse...

Porra, vamos ficar ao relento quase dois anos, por conta da Copa do Mundo em Curitiba que é um mega impulsão da economia local. Não merecemos um Estádio padrão Fifa? E qual é o problema se o MCP opta por empresa e engenheiros de sua confiança de sua família? Afinal o Joaquim Américo Guimarães é mais particular que o Favelão ou o endividado público Mijadão.

Anônimo disse...

Meu camarada... se a grana fosse dele, podia comprar de quem bem entendesse. Agora a grana é nossa, o estádio é nosso - então tem que trabalhar certo, comprar o mais barato desde que atenda aos requisitos.
Fácil assim, simples assim.
Agora por outro lado: campanha contra o dinheiro públicol do estádio da Rede e do ouitro estádios dos impostos atrasados, bando de hipócrita.
Enéas

Luiz Andrade disse...

Acredito no presidente do Conselho.

Tudo está sendo (e Petraglia mas que ninguém sabe disso) fiscalizado por: Estado, Município, TC, MP, CBF, FIFA, BNDES (que só paga após realizado e verificado e auditado), os cambau...

Acreditar que o Petraglia é tão ingênuo assim? Quem gosta ou desgosta dele, sabe que tudo menos isso.

O próprio denunciante fala que não há ilegalidade ele apenas não considera moral. Isso "non ecziste" no mundo do direito, dos contratos. O que vale é a legalidade e ponto. O resto é factoide sensacionalista.

Anônimo disse...



E eu que achava que o Vilson Coxa era um sujeito diferente! Mesquinho e invejoso como todo coxa, antes falava em isonomia com o CAP, e agora nos chama de gigolô!Quero ver a grana para fechar o anel (arrumar grana de jogo ilícito e do crime é lavagem, viu Virsão !?). Esperem que a confusão pelo terceiro anel nem começou. E não acabará pois mal começará e no ano que vem será a mesma promessa: PATETAS!

Anônimo disse...

Duvido que o Cid tenha se arrependido do que fez, com certeza ele não ia se matar de trabalhar par enriquecer a família do Petraglia

Anônimo disse...

Que maldade dizer que enriquece a família Petráglia! Coloquemo-nos no lugar dele. Tenho uma empresa que me garante a entrega no prazo, a qualidade necessária e uma outra que depende de um fornecimento da Europa, ligeiramente mais barato, vou optar oor qual? Além disto uma eventual alteração no projeto não vai me causar problema... Afinal, o estádio é PARTICULAR, se fosse de responsabilidade do governo, este que faça licitação pública, execute-o e construa. Não foi este o trato! No setor privado desconheço crime em nepotismo e afins.

Anônimo disse...

Camarada das 11:29: a Fabinject ("concorrente" nacional - mais precisamente em Taubaté) não depende de nada da Europa. Parem de arrumar desculpas para defender quem faz coisa errada. Só o pagamento adiantado desta fortuna já não está certo, pois se a "firma do fio" não tem condições de bancar molde e material, que vá fazer copinho de café.
Tenho dito.
Enéas

Anônimo disse...

Depois as cadeiras do "Ninho do Pássaro" atendem a regulamentação da FIFA e o fornecedor é na China... Será que é mais barato?
É só tirar o pedido...
Enéas

Anônimo disse...

Calculando pelos números da Gazeta, cada assento custa a bagatela de 280,81 reais... vai ser forrado em couro?

Anônimo disse...

Quanta maldade, cacete, os assentos são dobráveis e tem os especiais da ala VIP, Camarote e são de projeto exclusivo além de serem instalados e prontos para uso. O segundo concorrente manda vir de PORTUGAL. Deixe de ser Campelista, Enéas. O Cid não tinha nada que ameaçar o idealizador, deixasse para depois de construído, não é hora de contrariar uma simples tomada de preço, de uma obra que já está orçada e definida. Se sabe "fazer melhor" por que não antecipou ao Petráglia? Se não quer ajudar, pelo menos que não atrapalhe.

Anônimo disse...

Se ele deixasse para depois ia junto para o buraco.
O que ele falou é não ser contra a obra, mas sim, como ela esta sendo feita.
Sua fala é em prol do futuro do Atlético que futuramente poderá responder com seu patrimônio pela decisão do Petraglia.

Anônimo disse...

A impressão que dá é que o Campelo queria "receber alguma recompensa" e não conseguindo, como ocorreu com o Culp em 2004, botou a boca no trombone!

Anônimo disse...

Fui no jogo arsenal x milan pela Champions este ano, lá o assento também era dobravel, achei uma merda, além disso todo mundo ficava meio espremido nos assentos.

Anônimo disse...

Acho que se ele quissesse receber alguma coisa teria ficado de boca fechada, falta tempo ainda para a conclusão da obra, muitos contratos serão feitos.

Anônimo disse...

Tem mais outra, o teto será construído pela empresa do... sabe disto? Você Atleticano, não quer ter Arena 2014 com teto retrátil, de última geração, pelo menor preço do Mundo? Quem mais se dispõe a fazer?

Anônimo disse...

As cadeiras de amostra apresentadas aos "olheiros" da Fifa foram feitas por quem, por Fabrijet? Além do mais, o governo faz licitação, instituição particular faz tomada de preços que é BEM DIFERENTE.

Anônimo disse...

Não é bem diferente não e você ta mal informado, onde há dinheiro público incide a lei de improbidade administrtaiva que preve a indisponibilidade dos bens quando ocorre o mau uso, independente de se tratar de entidade pública ou privada.
TJSP

Anônimo disse...

Anonimo das 18:59 uma coisa não tem nada a ver com outra

Anônimo disse...

Eu também quero uma boquinha nesta obra

Anônimo disse...

eu faço um teto retrátil melhor do mundo, com o minimo de dinheiro, fala para o Petraglia, pergunta se ele quer contratar a minha empresa...

Anônimo disse...

Ocorre que quem está construindo é entidade particular chamado CAP S/A que não trabalha para o governo e sim para o Clube Atlético Paranaense. Se estivesse a serviço público, é o governo que tem que fazer licitação. Veja no contrato entre as partes. Nunca soube que construtora de usina elétrica ou de estádios tivesse que fazer licitação para comprar material, basta, ela compra onde quiser.

Anônimo disse...

Não é necessário licitação, isto não quer dizer que o dinheiro público fique ao bel prazer da sociedade particular, se há irregularidades na comprA a empresa particular é responsavel, afinal é dinheiro públic e como dito, aonde houver um único centavo de dinheiro público a lei de improbidade se aplica, independente de tratar de ente público ou particular.Se não acredita, veja o seguinte trecho:

“Nos termos do artigo 1º da Lei Federal nº 8.429, de 1992, onde houver um único centavo em dinheiro público envolvido, a lei terá incidência, independentemente da entidade exercer atividade de natureza pública ou privada” (Agravo de Instrumento nº 98.387, JTJ, LEX 220/167).”

Anônimo disse...

Art. 3° As disposições desta lei são aplicáveis, no que couber, àquele que, mesmo não sendo agente público, induza ou concorra para a prática do ato de improbidade ou dele se beneficie sob qualquer forma direta ou indireta.

Anônimo disse...

Vixi

Anônimo disse...

Esse aí vai ser acusado de ser falso atleticano

Anônimo disse...

Vejam só como a torcida do Atlético está contaminada por trastes...Nossa torcida precisa de uma limpeza geral urgente!

Anônimo disse...

Entenda:
Estou dizendo que a "licitaçao" cabível já foi feita. O CAP orçou através de órgão público para a obra tripartite. Agora o construtor CAP S/A não tem que "ficar licitando" tudo que compra e gasta pois não vai ter o valor reduzido nem aumentado a não ser por força do contrato. O que precisa é prestar conta do que está SENDO FEITO (a evolução da obra), não dos gastos. Logo essa Lei que você cita não cabe neste caso. Até o leigo sabe disto. Os adversários se valem da ambiguidade das palavras (leis) para desmoralizar a proposta atleticana. Seja Dito.

Anônimo disse...

Time podre
Presidente podre
Torcida mais podre ainda

#mafiadabaixada

Anônimo disse...

09:21 está olhando da Privada Pereira... daí só pode ver bosta mesmo!

Luiz Andrade disse...

Eu só queria que alguém me explicasse qual seria a improbidade praticada?

1) Quem contratou o Sr Arcos não foi a gestão anterior?

2) A empresa selecionada vai fornecer para mais alguém ou foi criada só para fornecer para a Arena? Deveríamos comprar cadeiras de busão igual o Paraná Clube?

Anônimo disse...

Quero que o Petraglia se explique

Anônimo disse...

Por que comprar mais caro do filho e com $$ público

Anônimo disse...

Votei no Petraglia e sinceramente não achei que ia acontecer isto.

Anônimo disse...

A improbidade seria do prefeito e do governador (autores) que passaram dinheiro público a uma empresa privada (co-autor, partícipe ou beneficiário)e esta por sua vez fez mau uso do dinheiro para comprar materiais mais caros e enriquecer o filho do presidente.

Anônimo disse...

O anônimo que foi no jogo do arsenalx milan falou que as cadeiras dobráveis são uma bosta

Anônimo disse...

É tudo culpa da imprensa marron

Anônimo disse...

$$ público se aplica o Código Civil