terça-feira, 26 de junho de 2012

Uma estranha realidade


De Cristovão Tezza, na Gazeta do Povo
Toda a minha formação foi racionalizante. Adolescente, em vez de O senhor dos anéis e Harry Potter, fantasias transcendentes dominadas pela magia, eu devorava Júlio Verne e Conan Doyle, autores cujo objeto era a chamada “realidade” (que hoje só se coloca entre aspas, como se ela não existisse) e cujo modo de reconhecimento de mundo era, digamos assim, a razão cartesiana. Conan Doyle (1859-1930) acreditava em espíritos e chegou a participar com fé daquelas mesas que chamam almas, é verdade, mas em nenhuma página seu Sherlock Holmes aceitou algum agente sobrenatural – lutava sempre para desmistificá-los e comprovar que tudo pode ser demonstrado pela percepção lógica dos fatos. É o caso engraçado de um personagem mais inteligente que o autor; não por acaso, todos lemos hoje as histórias de Sherlock Holmes, que são fontes inesgotáveis de imaginação, mas as de Conan Doyle, pai do Sherlock, ninguém mais lê.
Quando eu já era quase adulto, na virada dos anos 60 para os 70, vivi um surto de irracionalismo redentor, que era o espírito do tempo, em todas as áreas, da filosofia à política. Havia quem achasse que um foco guerrilheiro derrubaria o governo e quem achasse que a fumaça da cannabis abriria as portas da percepção. Eu até tentei me irracionalizar, lendo Uma estranha realidade, de Carlos Castañeda, e O céu e o inferno, de Aldous Huxley – o primeiro era a versão popular, o segundo a erudita, da crença de que mascar mescalina, uma substância alucinógena, nos transformava em pessoas superiores. O tempo passou, felizmente os primeiros foram para a política e os segundos para a igreja, e eu virei professor, ao longo daqueles anos sem graça e sem luzes. Quisera ter novamente um lampejo irracional!
Pois ele veio na forma do futebol. Estranha realidade, céu e inferno. Pouco a pouco, fui encontrando na perdição do jogo um sentido para a vida. O campo, as quatro linhas, o gramado, os 90 minutos divididos em dois mundos passaram a ser a minha mesa verde, onde passo os anos depositando fichas como o jogador de Dostoiévski. Um tiro de escanteio bem cobrado, na cabeça do atacante – saudades do Washington! –, é um alexandrino perfeito com cesura na sexta sílaba! Houve um instante, há um século, em que Kleberson chutou do meio do campo, pegou um goleiro distraído e empatou já no juízo final, um empate de soa­­rem as trombetas no céu! São fragmentos de felicidade que vou costurando no rosário do meu sofrimento. Toda a racionalidade de uma vida inteira vira pó: o respeitável professor revela o pior da alma diante de uma derrota no Ceará. Até meu filho, assustado com o monstro caseiro que se revela a cada lance do jogo, implora: “Pai, vai ler livro na sala que eu vejo o jogo pra você!”
Mal acaba a partida, abro sôfrego o jornal: quando será a próxima? Não sei por que sou torcedor.

28 comentários:

carlos leonardi disse...

Pois é Professor...
Infelizmente a colunista não foi pra cozinha e masca chicletes de morango.
Nunca leu "As Portas da Percepção" - do Aldoux Huxley, nem o popular dele.
Meu filho anda vasculhando tudo quanto é sebo em busca do livro, piá esperto!
Rindo, me deixa em paz defronte a TV implorando, porque não a loucura de Carrasco?
Pondero... porque essa geração de torcedores vazios, nunca surtou, é tudo diet e light.
Ah... "O Despertar dos Mágicos"... não, já li o livro de Louis Pauwels e Jacques Bergier!
Falo dos mágicos de 2001 e 2004 e daquela torcida fantástica que vestia a alma de rubro-negro.
Daí me deparo com a triste realidade desses torcedores pálidos e seus textos sem alma, nem asas.
Leia e me diga onde há magia nessas ideias e palavras? > http://furacao.com/opiniao/coluna.php?cod=3072
Arre! Um dia ainda arrebento e volto a racionalizar, envolto em preconceito, mando a dita lavar pratos!
Cadê o Coronel: A TLÉ TICOOO!
Meu nome não é Pablo, SRN!

Rogerio Otto disse...

Isso é calvario do atleticano.
Simples assim. Houve um tempo que tudo foi melhor.
Ahh, que saudades dos jogos no pinheirão, de entrar num sarauzão (hoje balada), acender um carlton, encher um copo de cerveja direto da garrafa de brahma e ir fungar no pescoço da guria. Hoje fumar em qualquer lugar é proibido mas nem importa porque não fumo mais.

Saudades também do tempo em que xingavamos um jogador adversário negão de "kisuco de pneu" e ele sorria e mandava tchuzinho na boa. Hoje isso dá cana da braba.

Saudades dos torcedores que torciam para o time e não para o presidente.
Aliás muitos nem se importavam quem era o presidente.

Talvez essa peneira de derrotas seja benefica, quem sabe !

Anônimo disse...

Enquanto isso vamos agora pagar a pena do destempero... ou alguém acha que vai sair do bolso do nosso general?
Terrível.

Anônimo disse...

e achei que já tinhamos chegado ao fundo do poço

Anônimo disse...

Tudo passa, tudo pssará...

Anônimo disse...

TUDO PASSA,TUDO PASSARÁ PARA A SÉRIE C KKKKKKKKKKKK

Anônimo disse...

VC, anônimo acima, vai procurar a sua turma centenária ! Palhaço !

SENSATO disse...

Ué, náo fiquem nervosos amigos poodles, afinal, também sou da época em que o Couto era dividido ao meio e que no Intervalo iamos ali na Maua na parte de cima provocar o adversario, no final todos davam risada. Agora a gente vem aqui dar uma zuada e ja ficam todas bravinhas, aguentem que não estamos aqui de graça, vcs estão dando motivos de sobra pra nós darmos umas belas risadas. Ema, ema,ema, cada um com seus problemas! que dó que dá, e isto que nós avisamos e vcs pensavam que a gente tava com inveja. Falamos que o TIO PET é bandido, falamos das loucuras do Carrasco, tambem avisamos que o tal Orlandeli não era nada e vcs mas o cara e olheiro do Arsenal, o Carrasco e do Uruguai, o Coronel e o maximo......kkkkkkkkkkkkkkk. SAV

Anônimo disse...

Sensato, SE VC REALMENTE ASSIM FOSSE, VC JAMAIS TORCERIA PARA O COXA.

Anônimo disse...

SENSATO, senta nas bolas do meu saco .... pateta !

Anônimo disse...

Coronel é aquele tal do Vitão, quem comanda um clube que só chegou na final do paranaense graças à roubalheira no paranaense... aqueles dois jogos contra o Londrina são só uma amostra do assalto.
A quadrilha que sustenta o coxa é formada pela comissão de arbitragem da FPF-Paraná, RPC, CBN, Gazeta do Povo e Tribuna do Paraná. Ou seja, a quadrilha do Grupo J. Malluceli e seus comparsas. Deviam ir todos para a cadeia.

MIke

Anônimo disse...

MIKE , que tal se nos preocupássemos com o nosso time??? Vc tá querendo mudar o foco assim como MCP. Torcemos pro CAP e não para o coxa.

Paulo André

Luiz Andrade disse...

Jorginho anunciado.

Desde o trabalho dele no Palmeiras que admiro ele.

Se na Lusa houve a derrocada no Paulistão, foi por conta da reformulação total no elenco. Aquela história que conhecemos, elenco fraco o técnico paga o pato, daí para o técnico novo trazem reforços.

Eu estou satisfeito, espero que ele seja o treinador por todo o fim de temporada e 2013 também.

Aleluia, acredito que agora as coisas vão entrar nos eixos.

Anônimo disse...

Paulo André

QUEM É VOCÊ PARA DIZER O QUE DEVO PENSAR E DIZER?
Quem você acha que é?
Vá tomar no c* seu panaca.
Tenho vergonha de você se dizer atleticano, defendendo coxa, que cara idiota!

MIke

Alan Bike disse...

Por mais que o Petráglia se mostre sisudo e arrogante, toda atitude tomada como, "apelar" para FPF e CBF na questão de onde Furacão jogar, contratar novo técnico sem antes demitir o atual, pensem bem, foi de uma estratégia necessária e longe de ser anti ético.
Se não nos precavermos com os repórteres que, nas questões internas são batedores legalizados a todos os "corvos", sempre cairemos nas rasteiras dos nossos "inimigos". E os famintos corvos espiões assediam justamente dirigentes "difíceis" como o MCP que podem lhe dar o maior furo.
Estas coisas não me atingem...Mas,
Eu não votei no homem, contudo prefiro e pretendo apoiá-lo, pelo menos até o final do seu mandato ou até que, não acredito, cometa algum deslise de vulto..

Anônimo disse...

Mike
Como vc é otário, torcedor do coroné.
Faça igual a ele e vá ao cinema sábado, nem apareça em Paranaguá que não precisamos de vcs.

Anônimo disse...

Enquanto estarei em Paranaguá, você vai estar sentado na mauá aplaudindo o time do seu protegido Vitão, lendo gazeta do povo e ouvindo transamérica.

MIke

Anônimo disse...

Não acredito, se teu herói não vai, o que vc faria lá?
Duvido.

Anônimo disse...

MIKE,vc realmente é o cara mais ignorante que escreve aqui no blog. É o tipo de gente que acha que tudo se resolve na porrada. Na verdade tenho pena de gente como vc. Vc combina perfeitamente com o MCP,pois tem a mesma ignorância e prepotência. Além de tudo não sabe interpretar aquilo que a gente escreve, pois em que momento eu defendi o coxa?? Na verdade, eu é que não gostaria de existissem atleticanos como vc.

Paulo André

Anônimo disse...

Mike,

Faça como o cara que come seu cú todos os dias, o MCP, e vá ao cinema nos horários de jogos do Atlético...é um favor a todos nós, seu otário, machão dos teclados!!!

MARKERA, ATLETICANO MALOKERO E SOFREDOR GRAÇAS A DEUS!!!

Anônimo disse...

PAULO ANDRÉ CHUPE MINHA ROLA!

Anônimo disse...

Paulo André, pode chorar, ofender, berrar como uma menininha, mas não vai mudar o fato de que é um idiota.
Vai dar o c* para o MCP você, não pára de falar nele - deve estar apaixonado.

MIke

Anônimo disse...

MIKE,vc é um asno. Ponto final.

Anônimo disse...

O post acima é meu.
Repito: MIKE, vc é um asno, e quem deve dar o c... para o MCP deve ser vc, de tanto que o defende aqui no blog. É pena que existam pessoas como vc no mundo.

Paulo André

anónimo muito louco disse...

Pessoal, agora esquecendo quem vai dar o cu pra quem e quem vai chupar o de quem, poderemos confiar no resto da equipe que o novo tecnico traz na bagagem???

Anônimo disse...

Se foi o MCP que trouxe, sim.
O MM não teria coragem de trocar um técnico como o MCP fez agora, antes de assinar a súmula...
Mike, assine aí...

Anônimo disse...

Tem um viadinho aqui que está apaixonado. Não pára de escrever o meu nome nem de pensar em mim. Cai fora, baitola!

MIke

Anônimo disse...

Texto ABSOLUTAMENTE brilhante!!!!