sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

10 anos do maior jogo da vida de todo atleticano

Sexta-feira, 16 de dezembro de 2001. Quem deixou a Baixada naquele fim de tarde presenciou o maior jogo da história do Atlético e, certamente, uma das finais de Brasileiro mais emocionantes de todos os tempos. Inesquecíveis serão o gol de Ilan, a habilidade de Souza, a velocidade de Gabiru, a estrela de Alex Mineiro e as bolas salvas em cima da linha pela zaga atleticana. Quer relembrar aquele momento mágico? Veja o vídeo abaixo:



Um belo texto sobre a inesquecível peleja é a reportagem publicada na ocasião pela revista Placar. Na capa, a chamada: Como a Baixada derrubou o Azulão. Dentro, a manchete mostra a importância que o Caldeirão e sua torcida têm sobre o time: Baixada 4 x 2 São Caetano. Confira:

Baixada 4 x 2 São Caetano

Não foram apenas 11 jogadores do Atlético que venceram a primeira partida da decisão do Brasileiro: foi todo um povo unido em torno do estádio mais argentino do Brasil

Por Sérgio Xavier filho
O São Caetano começou a cozinhar muito antes de a bola rolar. Faltava uma hora para o primeiro jogo da decisão do Brasileirão 2001. Esquerdinha, Adãozinho e Daniel entraram em campo para aliviar a tensão, enfrentar logo o tal Caldeirão da Baixada. Péssima idéia. Apesar de estarem de chinelão e sem uniforme do Azulão, eles foram logo reconhecidos pela galera e tomaram uma vaia digna de vilões. Sentiram o calor do Caldeirão e voltaram rapidinho para o vestiário.
De fato a Baixada não é um estádio convencional. A vaia ali é mais doída. A Baixada é o estádio mais argentino do Brasil, o mais vertical. É como se fossem vários predinhos cercando um campo de futebol, com o agravante de as arquibancadas serem cobertas e o som não ter para onde ir. Da platéia ou do campo, o barulho é infernal. E isso vai piorar quando o lado oposto às cabines de rádio terminar de ser construído. A vaia será ainda mais contundente.

É claro que o São Caetano não tomou de 4 x 2 apenas porque o estádio do Atlético é barulhento. A receita para o caldeirão ferver envolve vários ingredientes além do aplauso e da vaia, a lenha dos torcedores. A fanática torcida criou um conjunto de rituais que provocam a combustão dos mais sérios espectadores. O sistema de som emenda o hino do Atlético a uma série de músicas do time. As organizadas são boas de cântico, adaptam até melodias do Pink Floyd em uma "homenagem" ao rival coxa-branca que utiliza em poucos versos grande parte dos palavrões encontrados na língua portuguesa.

(...)

O time também faz sua parte. Uma equipe capaz de pressionar qualquer um no calor do Caldeirão.

Foi o que aconteceu no último domingo. O Azulão mal entrou em campo e já perdia o jogo. Não é mole tomar um gol aos 4 minutos. Mas o São Caetano conseguiu sair da enrascada da melhor forma possível: empatou em um frango do goleiro Flávio, uma ducha que quase apagou o Caldeirão. A equipe poaulista ainda ficou em vantagem, mas aí foi o Atlético que saiu do buraco de um jeito brilhante: três gols em seqüência do ídolo do momento, o Papai Noel Alex Mineiro. Não houve mais tempo de reação. Apesar de todas as suas qualidades, apesar de todo o seu conjunto e de seus bons jogadores, o Azulão não estava preparado para a panela de pressão. (...)

31 comentários:

Eloi disse...

Este privilégio eu tive, estar neste jogo comemorando a vitória que na semana seguinte nos daria o título!

Milene Szaikowski disse...

Que texto!

Guilherme Knopak disse...

Como jogou o Alessandro nesta final. Vendo os melhores lances do Atlético, ele está em todos.

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Petraia cadê os reforços?

Se não for rápido só vai pegar o fim de feira.

E nada de Gílson Nunes, Bobo Testosterona, Casimiro Pior, Cabralzinho, Giva (que nos deu o troco, 5 pontos perdidos) e outras invencionices para treineiro.

Não precisa ser seu amigo Levi-ce Culpi, mas um outro de padrão parecido.

Você não vai querer ser xingado novamente na Arena, vai?

Alan Bike disse...

Emocionante!
1º Campeão Brasileiro do Terceiro Milênio da Era Cristã.
Foi fruto de União de todos os Atleticanos!

Luiz Andrade disse...

O que me ficou na memória como um filme foi o 3º gol.

Hoje tenho minhas cadeiras muito próximas da onde me sentei para assistir aquele jogo.

Esperei um tempo a mais para me associar apenas para ficar naquele setor. Cada vez que vou a um jogo, principalmente em um domingo a tarde sinto uma nostalgia daquele dia.

Luiz Andrade disse...

Foi legal ver alguns daqueles jogadores ontem.

Faltou o Geninho que naquela época conseguia mudar o panorama de uma partida com suas substituições.

Carlos Henrique disse...

Emocionante mesmo. Também tive o privilégio de ver este jogo in loco e louco. Tinha esquecido da petulância dos torcedores do S. Caetano em cantar "É campeão" quando fizeram o 2º gol.

Rudolf disse...

Galera apesar do rebaixamento o atletico saiu fortalecido para o ano que vem e nada mais legal do que relembrar nosso titulo maximo no futebol.

Com esperanças renovadas vamos todos juntos levantar o furacão no ano que vem. Só alegria.

To saindo de ferias e só volto prum teclado a partir do dia 3 hehehe.

Queria agradecer ai a toda a galera que debateu, discutiu, enfim a todos que a gente conversou durante o ano, Alam Bike, julio, caveirah, Luiz Andrade, Ciro, Eloi, Tiago cap e tantos
outros que compartilhando as mesmas ideias ou não são atleticanos de verdade e companheiros na hora do grito.

Feliz natal pra todos e saudações rubro negras.

Rudolf disse...

putz ia me esquecendo do dono do pedaço, grande Guerrilha, o cara que nos dá a opurtunidade de dizer tudo e mais um pouco.
Vlw cara.

Tiago CAP disse...

Valeu, Rudolf. Aproveite as férias.

Alan Bike disse...

Opa, Rudolf, de repente você cresceu... Boas férias!

Luiz Andrade disse...

Valeu Rudolph e que venha um 2012 repleto de alegrias rubro-negras para todos nós!

Eloi disse...

Rudolf que vc tenha com seus familiares um excelente Natal e que o Ano Novo para nós atléticanos seja de gigantismo com títulos.

rory disse...

Grandes lembranças, também, do jogo de 2004 CAP 5 x 2 São Caetano, como a seleção brasileira da Copa de 82 na Espanha, um timaço que não levou - o segundo gol, de Jadson, é emocionante.

http://www.youtube.com/watch?v=cxjYljJlnlg

Tiago CAP disse...

Concordo, o 5x2 no São Caetano foi um jogaço.

contraditor disse...

Eu fiz o vestiba da UFPR neste dia, eu lembro que estava fazendo uma das redações, quando passou um caminhão do lado da escola aonde eu estava tocando o hino do Furacão. CARALHO, arrepiei, agilizei a escrita, e voei pro estádio!! :)

E este vídeo aí, pqp!! Que bom relembrar este jogo. QUE JOGAÇO! Não tinha como não termos sido campeões. Vários lances que poderiam ter definido a partida pra eles, e definiram pra gente!!

DALHE ATLÉTICO!!!

Anônimo disse...

Pena que foi pouca gente, né... A arena tava vazia

Anônimo disse...

Feliz Natal e Feliz Segunda!!!!

Anônimo disse...

Foi o Pet que falou que "Time grande não cai" e nos chamou de "falacianos" e brigou com a organizada? Parabéns em quem votou nele...

Anônimo disse...

Não existe nenhum advogado atleticano competente pra defender o time no TJD? é humilhante ficar venerando o "morro"

Anônimo disse...

Já me antecipei e comprei o pacotão da série B do premier!!! Sou f*da!!!

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Este FDP das 17:02 deve ter mantido a assinatura da série B, pois vivia lá e logo volta.

Petraia tá devagar, para quem compreteu um monte de coisa.

Até agora nada de gerente de futebol, treineiro e jogador.

Será que só teremos tijolinho? Ou Petraia vai quere ser xingado novamente?

Alan Bike disse...

Tenho orgulho de ser Atleticano. Não será a situação do Furacão 2011 que irá abalar a minha paixão pelo CAP!
Recebo com bons sentimentos e total apoio da minha parte a nova diretoria. Meus dois lugares serão sempre adimplentes e esperando novas vagas consecutivas aos lugares atuais, para ampliar a minha associação.

Mohamad Youssef disse...

Meus olhos ainda se enchem de lágrima e minha respiração fica ofegante toda vez que eu vejo este vídeo...Atlético você mora no meu coração e os jogadores de 2001 morarão eternamente em minha mente!!!

Anônimo disse...

O pessoal fala, fala, mas, de verdade, tinha meia duzia de gato pingado no jogo de domingo, deu dó...
desse jeito sei não

Smart disse...

Vamos planejar! 2012 treinamos no regional e subimos à elite, 2013 seremos Campeão Brasileiro Invicto para entrar no Guiness. 2014 Deivid e Pablo na Seleção Brasileira, El Garcia, já terá cumprido o castigo pela coca e será convocado para seleção do Uruguai e Guerron na do Equador, 2015 Campeão da Libertadores e seremos Campeão do Mundo!

Andre disse...

Cobrar 20 pila de quem não é sócio também é de matar! 5 pra sócios e 10 pra não sócios estaria ótimo para um jogo beneficente.

Alan Bike disse...

Quem foi, foi por causa do "fim" social. O problema é que "cheirou" tipo "polenta" na posse do MM. Seria melhorado se os presentes concorressem a vários prêmios.

Anônimo disse...

MAFUZ É COXA. CAIU A FANTASIA


http://www.parana-online.com.br/colunistas/14/89839/

Tiago CAP disse...

Só porque o Mafuz tem o dirigente coxa como amigo e o admira como profissional, não quer dizer que ele é coxa, Mas que conclusão mais infantil a sua, caro anônimo !!!