domingo, 23 de outubro de 2011

Vivos


Stay alive, Furacão!

Da Furacao.com:
Jogo de vida ou morte. Com este cenário o Furacão recebeu o Ceará na Arena da Baixada, na tarde deste domingo e venceu pelo placar de 1 a 0.

Como apenas os três pontos interessavam, o Atlético começou o jogo pressionando a equipe do Nordeste, principalmente pelas laterais do campo. Os três primeiros lances de perigo aconteceram antes dos 10 minutos de partida. Aos três minutos, Guerrón girou sobre a defesa e mandou uma pancada de esquerda, obrigando o goleiro Fernando Henrique a se esticar todo para jogar a bola para escanteio. Aos cinco minutos Nieto chegou a marcar, mas o árbitro Sálvio Espínola marcou falta do centroavante sobre Daniel Marques. O atacante argentino apareceu novamente, desta vez aos sete minutos, cabeceando para fora.

O Ceará chegou com perigo pela primeira vez aos 13 minutos. Após falha do zagueiro Gustavo, Washington aproveitou a sobra e chutou forte, rente a trave direita de Renan Rocha. O lance animou os cearenses, que equilibraram as ações e aos 21 minutos voltaram a assustar, novamente com Washington, que cabeceou para boa defesa do arqueiro atleticano.

Passado o susto, o Atlético voltou a carga de ataque e aos 23,minutos Guerrón saiu na cara de Fernando Henrique, mas o equatoriano tocou fraco e permitiu que o zagueiro chegasse a tempo para evitar o gol.

De tanto martelar, o Furacão abriu o placar aos 32 da primeira etapa. Paulo Baier cobrou falta com a habitual categoria – que parecia adormecida nas últimas partidas – e deixou Fernando Henrique estático no centro do gol, como um típico espectador, apenas olhando o belíssimo gol do camisa 10 atleticano. Até o final do primeiro tempo o Furacão dominou a partida e tentou mais algumas investidas, porém sem sucesso.

Segundo tempo

O Ceará voltou para o segundo tempo com Rudnei no lugar de Careca e o Rubro-Negro sem alterações. Com a desvantagem no placar, os visitantes voltaram pressionando o Atlético, que não voltou bem.

Nos primeiros minutos, Marcelo Oliveira falhou duas vezes e o Vozão chegou com perigo. Primeiro com Washington e depois com Vicente, em chute que tirou tinta da trave de Renan Rocha. Finalmente, aos sete minutos, o Furacão teve seu primeiro lampejo na segunda etapa. Cleber Santana foi até a linha de fundo e cruzou para Paulo Baier, que errou a cabeçada e mandou por cima do gol.

O técnico Antônio Lopes demonstrou que estava assistindo o mesmo jogo que os torcedores e percebendo que pouco a pouco o Ceará dominava a partida, aos 13 minutos sacou Marcelo Oliveira, que mais uma vez foi muito mal, promovendo a entrada do meia Marcinho.

Com a alteração, o Atlético voltou a equilibrar o jogo e, aos 24 minutos, Guerrón quase marcou o segundo gol para o Rubro-Negro, após chute forte que o goleiro espalmou para escanteio. Boa partida do equatoriano.

No Atlético ainda entraram Edilson e Wendel, para as saídas de Wagner Diniz e Nieto, mas o Furacão não conseguiu se acertar em campo e seguiu errando muito, principalmente o “último” passe. A equipe cearense também esbarrou muito na falta de criatividade do seu meio de campo e os únicos lances de perigo foram em cobranças de escanteio.

Mesmo jogando muito mal no segundo tempo inteiro, o Furacão conseguiu segurar o resultado e conquistou importantíssimos três que dão sobrevida ao Rubro-Negro na reta final do Brasileirão.
•••
Faltam só sete partidas, galera! União total! Concentração total! Vamos, Furacão!

19 comentários:

Julio disse...

Ufa, primeiro degrau. Agora espero que o filha da puta e coxa branca do Petráglia não atormente o meio de semana para jogarmos tranqüilos contra o Santos. O Furacão com a faca nos dentes e o Santos pensando em mundial quem sabe saiamos da ZR na próxima rodada. Ah e para quem vier encher o saco com esta história de MM, repito de novo, votei no Fanaya e não na cria deste pulha do Petráglia.

Julio disse...

Quanto aos fatos ocorridos no meio de semana. Como conselheiro obrigarei o clube a tomar as medidas legais cabíveis para o caso.

Obrigação legal do clube quanto ao fato do Sr Petráglia (divulgação de falsos salários):

Diz o Estatuto. Seção III das Infrações:

III – Praticar ato que atente contra a lei, a moral e os bons costumes ou contra a imagem, tradições ou patrimônio do Clube;

X - Prestar informação falsa em qualquer documento relativo ao Clube, visando satisfazer interesse próprio ou de outrem.

Seção IV
Das Penalidades

Art. 16 - O sócio ou dependente que infringir as disposições estatutárias, regimentais ou regulamentares é passível das seguintes penalidades:

I - Interdição temporária de direitos sociais;
II - Advertência;
III - Suspensão;
IV – Exclusão;
V - Cassação de título honorífico.

Parágrafo Único. A aplicação ou não de penalidades por infração disciplinar não prejudica o direito do Clube de adotar demais medidas cabíveis contra o infrator, nas esferas civil, administrativa e penal, com base na legislação comum.

Art. 17 - As penalidades serão aplicadas em decisão motivada proferida pela Câmara de Ética e Disciplina, ao final do devido procedimento disciplinar, exceto nas hipóteses dos artigos 19 e 23, II.

Art. 18 - Caberá à Câmara de Ética e Disciplina, em caso de condenação de sócio pela prática de infração, decidir de forma motivada qual das penalidades previstas no artigo 16 será aplicada bem como sua eventual duração, atendendo:
I – à natureza e gravidade da infração e suas conseqüências;
II – aos motivos e meio empregado;
III – ao comportamento da vítima;
IV – aos antecedentes disciplinares do infrator e a reincidência;
V – à conduta social do infrator no âmbito do Clube;
VI – a outras circunstâncias relevantes que justificadamente agravem ou atenuem o grau de reprovação da conduta.

Seção VI
Da Suspensão
Art. 21 - A suspensão abrange todos os direitos do associado durante o prazo de sua duração, inclusive os direitos de freqüentar as dependências do Clube, comparecer, votar e ser votado em Assembléias, exercer mandato nos órgãos estatutários do Clube e outros.

Portanto é de OBRIGAÇÃO do clube tomar as providências legais cabíveis.

Tiago CAP disse...

Julio, assino embaixo o que vc falou sobre a conduta do Petraglia.Quanto ao jogo, uma vitória importantíssima. Pena que os demais resultados não favoreceram o CAP.

gabriel disse...

eu falei qe o time tinha jogadores qe podiam decidiir ii nesse caso o baier entende ! vleeu atleetico e kero parabenizar o LOPES por n ter feito nenhuma burrada hj ! ii principalmente a torcida atleticana qe botou 15 mil em plena crise do time ! TODOS estão de parabens ! VAMOS LA FURACAO !

Rodrigo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rodrigo disse...

Por que nosso time diminui o ritmo no decorrer da partida? Deixa espaços e relaxa? A pegada não pode diminuir, tem que ser forte do 1° ao último minuto...caralho Falta velocidade e movimentação no meio campo, o contra ataque tem que ser melhor encaixado e matar o jogo de vez, fazendo quantos gols forem necessários. Ganhamos, beleza, mas tem que jogar mais. Achei que o Marcinho entrou mal, recuado do lado esquerdo como um volante, deixando Paulo Baier sozinho, já que C. Santana dormiu no 2° tempo devolta e Deivid é um leão, mas vai pouco a frente com qualidade...esse meio campo tem que ser mais compacto. Guerrón tem que soltar a bola antes...ou estufa a rede de vez ou toca pro parceiro porra. Heracles não desceu tanto como Diniz. Manoel não pulou em algumas bolas aéreas. Dá pra sairmos dessa, se os jogadores levarem a sério todo momento até o final. Valeu a vitória, sofrida, mas valeu, vamos pra próxima....treinem a semana inteira pra corrigir os erros e melhorar.

Rudolf disse...

Isso ai Julio, quero ler amanhã na gazeta que o conselheiro julio tomou as medidas cabiveis contra petraglia. mas seja homem e faça. não seja como MM que diz, diz, diz e não faz nada. Sua lista de justificativas que até parece lista de supermercado deve ser assustado o pobre petragila.

Quanto ao jogo, beleza de gol do baier, festa mas com aquela tipica agonia na boca do estômago. acho que poderiamos ter definido o jogo, assim como acho que o gol do nieto foi legal.

Tiago CAP disse...

O problema dos petraglistas é que eles acham que o ¨home ¨tá acima das leis, das regras e da ética. LAMENTÁVEL....

Prof@no disse...

Eu, como um ferrenho antipetralhista, concordo integralmente com o que disse o torcedor no primeiro post.

Anônimo disse...

Espero que sábado os santistas entrem em campo conscientes de que quem sofrer uma lesão pode assistir ao mundial interclubes pela TV.

Eloi disse...

O importante é que goleamos o vozão, afinal um a zero não é em todo jogo que acontece um placar a nosso favor, bem agora precisamos melhorar fisicamente, porque no segundo tempo levamos um sufoco, isto é, como sempre pois o time fisicamente é um bagaço, tinha jogador que queria q o mundo acabasse num barranco pra ele morrer encostado!

Rudolf disse...

Mas essa é marca do atletico nesse ano. Apesar de tantos comentários, não consegui sentir o tal clima de final de copa do mundo nos jogadores. Alías no segundo tempo senti uma displicência lazarenta.

Se acaso o ceará tivesse empatado, não teriamosa capacidade de virar. Nosso time tenta se livrar da bola a todo instante, perde todas as divididas e a segunda bola ou rebote é sempre do adversário. Marca de longe, por setor e deixa pra resolver dentro da nossa área o que é sempre perigoso.

Se Lopes conseguir melhorar a posição da boleirada em campo,MM injetar mais ânimo ($) nos jogadores dá pra beliscar um empatuncho lá em Santos.

Acreditem pois é tudo que nos resta.

Gui e Nu disse...

Realmente 1 x 0 é goleada meus amigos agora se jogar nessa lerdeza contra o santos no segundo tempo fica difícil tem quer entra rasgando desde o começo mostra que se brinca não joga o Mundial sem moleza sem medo de dividi pq que tem que ter medo são os piazotes do outro lado...

Se tivermos este espirito de garra e luta do inicio ao fim vem pelo menos 1 pontinho de santos que já é bom mas não excelente e secar os adversários agora oque nos resta é gritar e rezar até o fim...

Victor Sosa disse...

Voces viram o replay do Gol do Paulo Baier... veja o Marcelo Oliveira atrás dele... quando o Paulo bate na bola o Marcelo fala "GOLAÇO"... hahahaa... muito massa isso... NÃO VAMOS CAIR PORRAAAA!!!!!!!...

Esse Marcelo Oliveira não é lá essas coisas... mas tá mostrando que gosta do nosso Atlético e tá se empenhando para não cair junto com ele...

VAMOS FURACÃOOOOOO!!!!!!!
KD OS "ATLETICANOS" QUE DAVAM COMO CERTO NOSSA QUEDA???
RUBRO NEGRO É QUEM TEM RAÇA!!!

Alan Bike disse...

Atleticanos têm raça e não desistem nunca! O Furacão agora respira sem auxílio de aparelhos. O remédio Héracles/Marcelo deu resultado. Falta encontrar anti-vírus contra apático ataque, antes da nova recaía.

Rudolf disse...

Como diria o Tiago vamos deixar a politica de lado e bola pro mato que o jogo é de campeonato. Isso mesmo, essa é a tática que deveriamos usar em Santos. Nosso time é muito inconstante e é dificil acreditar numa arrancada épica daquelas de fazer torcedor chorar.

Somos muito limitados técnicamente e a unica esperança é uma bola parada de Baier ou uma arracada do Guerron. Portanto, defender o empate com unhas e dentes é uma idéia interessante.

Se nos falta a capacidade de criar e fazer gols então que sobre vontade pra chutar a bola pro meio do mar.

Acredito que se vencermos mais 3 em casa e empatarmos 2, tamo livre da segundona.

Rudolf disse...

Correção; o jogo é no pacaembu então vai ser dificil mandar a bola pro mar mas dá pra tentar hehehe.

Ricardo disse...

A imprensa verde é impressionantemente incompetente.

Todos nós vemos a bola que a imprensa deu para o novo estádio coxa, aquele que viria substituir o pinga mijo.

Já estava tudo dado como certo, já se fazia festa. E ainda falavam que a Arena estava muito atrasada. Quem vem de fora e lê o jornal pensa que o coxa tem um baita estádio, e o Furacão está fudido.

Sabemos que não é nada disso. Em alguns meses o Furacão terá um estádio padrão copa do mundo.

E o estádio coxa? vejam:
http://www.gazetadopovo.com.br/esportes/conteudo.phtml?tl=1&id=1184606&tit=Campo-minado

Orgulho de ser atleticano.

SRN

Alan Bike disse...

O gigolô Vilson quer fusão com OAS.