segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Velhos problemas, novo tropeço

Da Furacao.com:

Falhas na defesa, falta de criatividade no meio-campo e sem poder de finalização no ataque. Desde o começo do ano a torcida atleticana sabe quais são os problemas da equipe, que se repetem a cada rodada das competições disputadas pela equipe. Hoje eles voltaram a aparecer.

Em uma tarde ensolarada e com mais um bom público na Arena, o Atlético voltou a decepcionar, jogou mal e empatou por 0 a 0 com o Figueirense, mantendo não só o tabu de nunca ter vencido a equipe catarinense em jogos oficiais no Caldeirão, mas também a crise de estar na zona do rebaixamento.

A partida começou com o Atlético errando muito no seu setor ofensivo, fazendo com que o setor defensivo ficasse sobrecarregado, visto que a posse de bola ficou toda com o Figueirense. Após algumas boas oportunidades perdidas pelo adversário, que trocava passes com muita facilidade na intermediárea ofensiva, chegando sempre próximos à área do Atlético, a partida caiu.

Ambas as equipes passaram a errar muitos passes, apelando para as ligações diretas da defesa para o ataque, e as tentativas de ataque não surtiam efeito. Rodriguinho e Adaílton, a dupla titular do ataque rubro-negro, não conseguiram levar perigo ao goleiro Wilson, restando ao Furacão a alternativa dos chutes de longa distância e das bolas paradas, que não foram bem aproveitados.

Para o segundo tempo uma novidade na equipe, com o retorno de Paulo Baier aos gramados após longo tempo de inatividade. O meio-campista deu um novo gás a equipe, criando boas oportunidades com lançamentos precisos, mas não foi suficiente. Com isso, o técnico Antônio Lopes chamou para o jogo outro jogador que voltava de contusão, o atacante argentino Federico Nieto, para dar maior força ofensiva à equipe.

O Atlético pressionou, tentou e martelou durante aproximadamente dez minutos, tendo oportunidades de gol com Madson, Cleber Santana e uma com Nieto, que errou o chute após belo corta luz de Paulo Baier, mas não conseguiu marcar. Kleberson também foi para o jogo, mas logo após sua entrada Madson se contundiu. O atleta continuou em campo, porém, apenas para manter onze jogadores já que não tinha condições de jogo.

A partida foi se arrastando, o Figueirense encaixando bons contra-ataques, mas nenhuma equipe teve a competência de mandar a bola para o fundo das redes. Pouco antes dos 48 minutos o árbitro trinou seu apito, e vais e gritos de "Timinho" ecoaram pelo estádio.

Agora o Atlético vai em busca da recuperação no confronto direto com o Bahia, em Salvador, na próxima quarta-feira.

23 comentários:

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Guerrón fez muita falta ontem. Quem diria que um dia sentiria falta de Jofre Guerrão!

Preterir Pablo e Edgar Junior por Rodriguinho que fede de ruim e Adaílson é duro.

Cleber Santana andando em campo é foda.

E este fim de ano que não chega.

Israel disse...

A baixada não mete mais medo em ninguém, todos vem aqui e quebram tabus.
Ainda mais com essas briguinhas desses fedorentos da torcida organizada que so evergonham a nação atleticana!

Volta petraglia e ponha um fim nessa merda chamada torcida organizada

Alan Bike disse...

Caveirah,
Foi seu "patronzinho" que colocou este "traste" de presidente, agora aguente, o cara nem corrupto é para decretarmos impedimento! Ainda bem que o ano ruim tem 24 meses, assim o Furacão tem "tempo" para sair do sufoco...

Rudolf disse...

Essa atitude da diretoria de querer ganhar jogo com time ruim irrita. Jogar camisa pra torcedor não põe a bola pra dentro. O fator arena,a mistica desapareceu porque não temos time. Some-se a isso treinadores teimosos, burros e gagás e está pronta a receita pra cair pra segunda divisão. Renato Gaucho pediu, implorou e zombou na esperança de que viesse 01 jogador de qualidade mas ...

Muitos aqui tem esperança e a galera blogueira escreve dizendo que tem fé mas em off a maioria já sabe que nosso destino tá traçado. Jornalistas do eixo também mas naão comentam devido ao complexo de vira-latas que nós temos.

A saida de MM neste momento ao menos seria um prêmio, um presente pra torcida. Que vá embora e entregue o cargo. Ao menos cairiamos com dignidade, sem esse pulha chamado Malucelli no comando.

Eloi disse...

Só faltam 70 dias para o incompetente desocupar a cadeira, alias as viúvas deles já poderiam ajuda-lo a limpar as gavetas, pois o chefe é burro, talvez nem limpar gaveta ele saiba!

Alan Bike disse...

Entre várias chances,
Se o chute de fora da área do Foguinho entrasse e o Nieto não tivesse furado o deixa do Baier a estória do tópico seria outra...

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Mas não entrou e não tem entrado faz tempo. Será que é tão difícil de ver isto?

Falta jogador de qualidade faz tempo.

E se as várias oportunidades que o Figueirense teve tivesse entrado, a estória do tópico seria outra?

Você só vê um lado. Teimoso é pouco. É ignorância mesmo!

Alan Bike disse...

Você é que está cego e só vê o lado negativo do Furacão MM, Caveirah. O pior é que este seu negativismo é contagioso; viu como a galera não teve paciência para vaiar após o jogo? Apoiasse até o final como "implorado" pela comissão; você pode garantir que o resultado seria pior se não houvesse vaiado?

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Então ser realista é ser negativista?

A realidade está na tua cara faz 3 anos seu bobinho.

Deixa de ser sonhador. Acorda moleque que dá tempo.

Não sou de vaiar durante o jogo (quando posso ver aí em Ctba) pq realmente não vai ajudar em nada. Pelo contrário inibe o jogador.

Mas Rodriguinho, Edílson, Adaílson, Mamádson, Cléber Sonontana, com vaia ou sem não muda nada.

Vaiar ou não não vai fazer o Edílson aprender a cruzar. O Cleber Santana a correr e nem Rodriguinho e Adaílson aprenderem a jogar bola.

Vaiar não vai fazer MM contratar jogador de qualidade. Estamos no fim do mês 09 e ele não conseguiu contratar um atacante.

Isto é planejamento.

MM deveria honrar a zorba que usa e pedir o boné. Talvez só isto ajudaria o time.

E protestar neste país infelizmente não faz diferença. Por isto MM continua fazendo o que faz e não larga o osso. Deveria ser homem.

Infelizmente essa é a nossa dura REALIDADE.

Só crianças inocentes sonhadoras não conseguem ver isso.

Por causa de ignorante assim como vc é que MM não saiu do CAP.

Tenho vergonha de existir atleticanos como vc e aqueles que ficam brigando por poder/dinheiro nas organizadas.

Eloi disse...

Se o bunda mole MM contratasse jogadores competentes não estaríamos nesta nhaca, é o pior ataque da série "A" e o penúltimo ataque somando-se séries A e B. Falar nisso por onde Paulo Rink?

Alan Bike disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alan Bike disse...

Então a sua sina é morrer envergonhado, pois faz crer que destrói membro da sua família que sejam coxas ou mesmo atleticanos que não seguem sua "ideologia destrutiva".
Bateu pena de você, Caveirah!

Victor Sosa disse...

Seguinte... eu sou um Burro atleticano e não desisto nunca... força Atlético... ainda da... é só ganhar do Bahia que enfiou 3 no Fluminense que vinha da uma série de vitórias... moleza... o Furacão é maior que o Bahea... aliás... TIME GRANDE NÃO CAI, PANGARÉ CAI.

Victor Sosa disse...

SE ENTREGAR É PARA OS FRACOS... IMAGINA O FLUMINENSE... TINHA UM TIME DE MERDA... PRECISAVA GANHAR 10 DE 10... GANHOU 9 E DERRUBOU OS COXINHAS... PORRA... VAMOS ACREDITAR MOÇADA... OTIMISMO... EU SEI QUE TÁ TUDO UMA MERDA... MAS VAMOS DEIXAR A CRÍTICA PARA QUANDO ACABAR O CAMPEONATO.

Flávio Jacobsen disse...

NÃO VAI CAIR! \O/

Pateta Arrogante disse...

Deixar a crítica para quando acabar o campeonato????
PUTAQUEPARIU

É por isso que esse ibiapina e maluceli fazem o que bem entendem. somos todos um bando de frouxos.

Alan Bike disse...

Assim como a derrota do time a quem a gente torce é desgastante, o desânimo é a causa de maior desgaste físico dos atletas; e, nada é mais desanimador do que ouvir vaias da sua própria torcida.
Pelos gols desperdiçados o Furacão mostrou que pode se recuperar.
Eu acredito!

Luiz Andrade disse...

Eu vou ter que insistir a cada vez que o Caveirah e outros afirmarem coisas como: "A realidade está na tua cara faz 3 anos seu bobinho".

Só 3? Vcs foram feliz de 2006 à 2008 quando não ganhamos nem um ruralito nem ficamos entre os 10 no Brasileirão e a diretoria dizia que a culpa era nossa e nos ofendia com apelidos pejorativos?

Quer dizer que se essa "realidade" continuar no próximo triênio, mas com o "dono" no comando vcs vão voltar a serem felizes?

E Sr Israel quem o Sr imagina ser o Petraglia para acabar com a organizada? Que poderes ele teria para acabar com um entidade privada não vinculada ao clube?

Bernardo Wolf disse...

Eu não me enganei com a vitória no Rj...

Eloi disse...

Só as viúvas acreditam, já está na hora de por os pés no chão, mandar embora 80% dos jogadores ou melhor todos os ciganos emprestados que não estão nem aí com a nossa entidade, deveriam colocar os jogadores da casa e farão melhor que estes ciganos!

MIke disse...

Eu acho que ainda dá tempo de recuperar bem, mas tem que ganhar 5 jogos seguidos.
Também estavamos sem sorte, Baier, Nieto, Morro Garcia, Guerron, todos machucados toda hora. Sobrecarregava o Madson.
Acho que o time melhora agora nos próximos jogos. Nas próximas cinco rodadas vamos saber a verdade, se ano que vem vamos jogar para pegar uma Libertadores ou enfrentar o Barra do Garça no norte do Mato Grosso.

Rudolf disse...

Não tem nada de magica, nenhum espirito atormentando nosso time,nem brigas politicas.O time é ruim mesmo. Aliás Ruim não, é lazarento de ruim. Não ganha nenhuma, quanto mais 5 seguidas, nem em sonhos. Ruindriguinho, Cleber Sonoantana, Bebádson, Gordailton,Ruinfael bicudão Santos, El Morro de rir e Frederico furãonieto. Tamo fú.
Graças ao MM temos jogo contra o Salgueiro, Boa e calssico contra o paranito se eles não cairem pra terceira.

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Robostão, o espelho da administração Monte de Merda, foi embora.

Falta Rodriguinho, Edílson, Adaílton, etc etc etc etc.

Mas principlamente a saída do próprio presidente.

Concordo que não faz só 3 anos. Faz 6 que estamos nesta merda e ninguém faz nada.