segunda-feira, 18 de julho de 2011

2011 x 2008 x 2005

Sempre conseguimos - como em 2008 (foto). Fé e positivismo, moçada!
Por Ricardo Campelo, da Furacao.com:
A situação, infelizmente, não representa nenhuma novidade. O Atlético começar um campeonato de maneira pífia já é cena que o atleticano conhece bem, muito embora o ano de 2011 represente o pior de todos os inícios.


O clima é de derrotismo pela maior parte da torcida. Parece que a maioria dos atleticanos acredita que desta vez não há como evitar o descenso. Contra este sentimento de conformismo é que eu gostaria de questionar: por que? Por que não acreditar que podemos escapar, se já passamos por situações parecidas, ou mesmo piores?

Volto a 2005. Ao final da décima rodada, o Atlético tinha apenas três pontos. A primeira vitória veio com o time reserva, contra o Coritiba, às vésperas da decisão da Libertadores. Após a goleada para o São Paulo no Morumbi, acabava o sonho da Libertadores, e a realidade que se apresentava era a lanterna no Brasileirão. O elenco tinha tudo para se desestabilizar e sucumbir. Nada disso aconteceu. A torcida abraçou o time, que iniciou uma recuperação história e terminou o campeonato numa notável 6ª colocação.

O torcedor mais pessimista poderá observar, com propriedade, que naquele ano tínhamos um time bom, incomparável com o atual. Então, relembremos 2008. Não se pode dizer que aquele time era melhor que o atual. Sobrevivíamos de manjados cruzamentos de Netinho para finalizações de cabeça de Rafael Moura - e foi assim que escapamos do rebaixamento, sempre com o apoio incondicional da torcida, sem o qual certamente o desfecho seria diferente.

Entendo que a situação de 2008 era pior que a atual. Isto porque nossa maré de maus resultados aconteceu já no segundo turno, e não no primeiro. A situação era calamitosa: o time não jogava nada, os rivais na briga para o rebaixamento venciam, e a tabela era ingrata para as últimas rodadas. Eu mesmo cometi a barbaridade de afirmar, com antecedência, que o rebaixamento era inevitável, após perdermos em casa para o Fluminense, então adversário direto na briga por permanecer na Série A, e ficarmos a um ponto do lanterna Ipatinga.

Para se relembrar o tamanho do drama, confira-se o teor da notícia da Furacao.com em 13/10/2008: “Faltando nove rodadas para o fim do Campeonato, o Atlético disputará cinco partidas fora e apenas quatro em casa. Destas cinco partidas, três serão contra adversários diretos na luta contra o rebaixamento, Náutico, Figueirense e Vasco.”

Na sequencia, perdemos para o Internacional, e não tínhamos alternativa senão conquistar 17 pontos nas últimas oito partidas. O site Chance de Gol chegou a apontar risco de rebaixamento superior a 80% para o Atlético, a poucas rodadas do final do certame. E do desfecho, todos lembram: batemos o Flamengo na última rodada, e ainda ficamos com uma vaga na Sulamericana.

Algum milagre foi feito? Não. O clube trouxe Geninho, um treinador tecnicamente medíocre, mas que sabe trabalhar a motivação do elenco. Além disso, tivemos uma torcida apaixonada e 100% unida em torno de um objetivo, que mostrou toda a sua força para mudar o futuro do time.

Por que é que em 2011 o desfecho tem que ser diferente? Restam nada menos do que vinte e oito rodadas para o final do campeonato. Trouxemos um treinador que também sabe trabalhar o lado motivacional, e que veio com o aval dos próprios jogadores. O que resta é fazermos nossa parte. Chega de antecipar rebaixamento, de cogitar esta desgraça. O Atlético precisa é de união e energia positiva. Devemos sim, cobrar, apontar os erros da atual diretoria, mas fazê-lo de forma responsável e inteligente.

O futuro ainda será escrito, e há uma decisão a ser tomada. Como atleticanos, podemos manter este derrotismo e fomentar brigas políticas, ou podemos reescrever histórias de união e sucesso. Eu não tenho dúvidas de que com os atleticanos unidos e ao lado do time, o Atlético permanecerá na elite do futebol brasileiro. Aí sim, ao fim do ano, a política pode voltar a ser o foco, em vista das eleições de dezembro. Mas não para decidir quem assume um clube rebaixado, e sim o destino de um Atlético mantido no seu devido lugar, a Primeira Divisão.

47 comentários:

Ricardo disse...

é isso que estou dizendo. Nada está perdido, meus amigos. Vamos sair dessa.

Temos força, torcida e camisa pra sair dessa, como já fizemos antes. Outros times desta capital já mostraram que não tem...

O time está se arrumando, e com nosso apoio virá a primeira vitória no sábado. Aqueles que pretendem ir à Arena vaiar e xingar fiquem em casa. Ou vão comprar uma camisa do cocôxa.

Vamos sair dessa, tenho certeza. FORÇA FURACÃO. TÔ CONTIGO ATÉ DEBAIXO DÁGUA. SEMPRE.

SRN

Maumau Ecos Aventura disse...

Espero que a torcida leia o texto. Não gosto desse modelo proprietário da cadeira ao que chamam de sócio. Porque sócio não atenda contra o próprio patrimônio, o que acontece hoje. Mas não tinha outra opção para assistir os jogos no estádio. São sempre os mesmos, e as mesmas reclamações. Antes só ia ao estádio quem queria torcer independente da situação era mais divertido, mesmo quando não dava certo, você só saía chateado. Hoje você sai chateado com o time e os sócios torcedores. Mas pode ser diferente é só ler o texto do blog.

Rudolf disse...

Acho que Psicologia pra torcida não adianta. O problema é o time. Esse texto tem a incumbência de dar ânimo aos atleticanos ou proteger o Malucelli ?

peterson disse...

Vai cagar Rudolf,prefere babar nos ovos do tio pet em vez de apoiar o time.
SRN A TODOS E ESTAMOS JUNTOS!!!

Daniel Klein disse...

Sábado tivemos um sopro de qualidade. Marcinho entrou e deu alguns passes inimagináveis para os nossos meias nesse ano. Ainda muito pouco, mas deu esperança.

Ricardo disse...

Nunca perdi meu tempo aqui falando mal dos comentaristas, exceto claro aqueles de outros times que vem incomodar.

Mas dizer que este texto é pra proteger o MM é o cúmulo. Vá tomar no cú. Tem idiota pra tudo.

Tiago CAP disse...

É isto aí, GUERRILHA. Parabéns pelo texto. Eu penso da mesma forma que vc. É hora DE UNIÃO E CHEGA DE POLÍTICA. Eleições para o final do ano e apoio pro time agora. Estarei sábado na Arena torcendo pro clube que amo.

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Ouvi dizer que o centroavante que o Renato quer é o Roger, que jogou no Guarani ano passado.

Acho que o problema é a falta de um atacante rápido, tipo Maikon Leite ano passado.

Vamos se acostumar pq Renato é chegado no 4-5-1.

E quando tirou o Morro, criou um inédito 4-6-0.

Pq todo gaúcho gosta de uma retranca?

Acho que deveríamos ter 2 atacantes.

MIke disse...

FINALMENTE CONSEGUI LOCALIZAR O PAULO

Depois de muito tempo tentando, finalmente quebrei o código de segurança do blog e localizei quem é de verdade o paulo.

Coloquei no youtube para todo mundo ver:

http://www.youtube.com/watch?v=yZzD_14fAXo&feature=related

Tiago CAP disse...

O Roger acabou de ser contratado pelo Ceará.

Tiago CAP disse...

INDIFERENÇA, é isto que temos que adotar em relação ao Paulo, pois como toda criançinha ,ele procura chamar a atenção de todas as formas.

valdjr disse...

Parabéns pelo texto Ricardo, temos que acreditar!!

E o tal de Paulo punheteiro-bundinha-de-veludo? Dá até pena.

Rubro-negro Bocaiuva disse...

Sabado é dia de ir p/ a Baixada torcer p/ o Furacão, se é sócio e não pode ir ao jogo, por favor empreste seu smart p/ um amigo Atleticano.

Rodrigo disse...

Atleticano de verdade é forte, não abaixa a cabeça e não teme a própria morte. Quem joga a toalha é fraco e não faz falta nessa hora.
Contratando 2 jogadores pro meio, um meia de ligação maestro que tome conta do meio e um volante forte, tanto na marcação, como na técnica, mais 2 alas que marquem muito bem, subindo até a linha de fundo com força e perigo quando necessário. O time voa baixo...podem escrever, rubro-negros...
Quem conseguir ir aos jogos, que vá com positivismo e vibração, passando aos jogadores alto astral e ambiente...Juntos vamos sair dessa.

Hélio Rubens Godoy disse...

Já passou da hora de ficar perdendo tempo com política do clube e focar no time. O texto do Ricardo diz tudo, se a torcida não fizer a sua parte o time cai. Não será a diretoria que levantará o time, mas a torcida, foi assim em 2005 e 2008, tem de ser assim em 2011.

SRN até a morte!

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Sábado mais uma prova de amor da maior torcida do Estado lotando a Arena e mostrando que este clube não pode cair.

A Arena lotada ajudará e mexer com o brio dos jogadores.

ftmaestrelli disse...

Falta é comprometimento por parte de alguns, falta definir que ta afimd e continuar e que ta fim de ir embora!!

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

PQP como gostaria de estar quinta em Ctba e participar do Círculo de História Atleticana, com a história da Sônia Nasser.

Esta tinha história para contar.

Espero que sua irmã retrate bem a história de uma das maiores atleticanas que conheci.

Mesmo naqueles tempos de vacas magras, Soninha era uma guerreira.

Lembro quando meu pai ligava o rádio para ouvir seu programa e no fundo o hino rubro-negro. Era de arrepiar.

Aquilo só fazia aumentar meu amor e orgulho do CAP.

Pena Soninha não ter vivido dias melhores do Atlético.

A turquinha era foda.

Carlos Henrique disse...

O sonho do Paulo é ver os olhos dos atleticanos tão abertos quanto o tamanho do cu do infeliz.

Alan Bike disse...

Finalmente algumas considerações sensatas. Atleticanos unidos jamais seremos vencidos.
SHARP zoou da CCE dizendo: Começou Comprando Errado ao que CCE respondeu: Som Hoje Amanhã Ruido Pacas.

NetSauro disse...

iiii "Paulo Otário Mor" você é cheio de sonhos né... é uma Alice no pais das maravilhas..

Fala a verdade você se instalou em Joinvile depois que os troxas-brancas tiveram que ir jogar em outro estado por te quebrado o próprio estádio e quase matado um policial né...

Mas se liga ai otário, Furacão é time de primeira. Já começamos campeonatos brasileiro com -5 pontos negativos e ainda sim não fomos rebaixados. Fomos fadados aos 4 ventos que já eram rebaixados, no entanto o que se viu foi um Atlético jogando com raça e determinação que mostrou a todo mundo o que é um time de primeira. ISTO É O FURACÃO!!!!

Rudolf disse...

A que ponto Malucelli nos levou;


http://globoesporte.globo.com/futebol/times/atletico-pr/noticia/2011/07/pagina-da-internet-chama-atleticanos-para-festa-do-rebaixamento.html

Ricardo disse...

Caveira, eu também quando pequeno ouvia a Sonia, foi uma das precursoras da presença feminina na rádio e tv brasileiras como comentarista de futebol. Um ícone nosso que, como sempre em nosso estado autofagista, não damos valor. Comemos nossa história sem mostrar pras novas gerações...

Por isso o trabalho do círculo é tão importante, e acho que pela primeira vez irei.

Ainda, na minha opinião temos uma "nova Sonia" chegando, muita competência: Nadja Mauad. Acho que é coxa, talvez seu único defeito. Como jornalista esportiva, nota 10.

Ela verá de perto o Furacão subir na tabela . Deus é pai.

SRN

Luiz Andrade disse...

Mas que mania patológica de criticar o Geninho, até mesmo quando cita seus êxitos.

Até quando o cidadão escreve um artigo sobre o fiasco do Batista no Atletiba, critica o Geninho.

Engraçado, não conheço nenhum cronista atleticano que devote tal ódio por exemplo ao Mário Sérgio, que passou por aqui "N" vezes e sempre fracassou.

O Geninho pode não ser o supra sumo, mas medíocre? Quem seria então para o nobre colunista um bom treinador?

Ah me lembrei, o Adilson "Pardal" Batista. Mutação saída à partir da cruza de Mário Ségio com Bob Fernandes. Afinal resultados não interessam.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Tem gente que ainda se irrita com essa porca deletada?

Alan Bike disse...

Futebol é esporte coletivo e assim deve ser encarado e administrado. Time formado de craques do Mundo "não ganha de ninguém" se não jogarem para o todo. Viram a seleção japonesa feminina? Belíssimo exemplo de equipe! Sem estrelas, sem vedetes, todas jogando para o conjunto. Lógico que umas sobressaem mais, mas isso é contingência de cada partida.
Por que Baier se apagou?! Mais do que correr atrás de "cracões/xerifões", precisamos é selecionar atletas que joguem para a equipe e congelar os que fazem "biquinho" para o companheiro.

Tiago CAP disse...

Ricardo, a Nadja é atleticana... posso te garantir.

Frederico disse...

Acho que perde pro Botafogo. Atualmente não temos time pra ganhar deles. Infelizmente é assim.
No Blog deles, a torcida não aceita nada que não seja a vitória em cima do "fragil" atletico do paraná. Outros adjetivos são usados, "fraco", "fraquinho" e até "virtual rebaixado".
Se desse pedia licença do campeonato pra não ser mais humilhado até que Maluceli saia.
O Atletico está abandonado e a deriva, sem presidente,nem mundo nem fundo. tamo fudido.

Ricardo disse...

Frederico, você é um idiota.

Quer dizer que lá no blog do foguinho tão falando mal do Furacão? Nossa, que foda. Então não vamos nem entrar em campo, boa idéia. Vamos abandonar o campeonato.

Gênio que vc é. E provavelmente xoxa também.

Sábado vamos ganhar a primeira. Vc provavelmente ficará triste com isso.

SRN

Luiz Andrade disse...

Perguntar não ofende: qual foi o último ano em que o "frágil" ATLÉTICO PARANAENSE esteve na 2ª divisão?

E qual foi o do "phoderoso" Bostafogo?

Isso que andaram fazendo marcutaia no (STJD) ano do dopping do Dodô para não cairem tbm senão...

Paulo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luiz Andrade disse...

E peraí!?

O Bostafogo quando subiu foi como vice?


Credo!

O Furacão foi comno campeão, com tanta folga que o MCP se permitiu ser magnânimo e fazer um acerto com os suínos.

Deve ter se arrependido muito em 2005, qdo eles negaram o estádio p/ a final da Libertadores...

Tiago CAP disse...

Frederico e Paulo são a mesma pessoa. Paulo, vc é muito otário. Vai trabalhar, vagabundo.Fica o dia inteiro aqui no blog este infeliz. O cara não trabalha e nem estuda.

Tiago CAP disse...

GUERRILHEIRO, POR FAVOR... poderia deletar este infeliz do Paulo??? Poderíamos estar aqui trocando idéias sobre o CAP , mas temos que perder tempo com um retardado destes.

Bernardo Wolf disse...

O Guerrilha tem que colocar URGENTE alguem de sua confiança para, no mínimo, monitorar os comentários.

Demorou já!

Christian disse...

Concordo com o Ricardo,
esse texto é da turma que defende o Malucelli(furacao.com, para mim tanto faz Petraglia, Tony Casagrande,José Henrique de Faria e tantos outros
o que é preciso é tirar O MALUCELLI imediatamente

Rudolf disse...

Maluceli dará coletiva amanhã. Gostaria muito que alguém perguntasse a ele pra que time ele torce ?

Tiago CAP disse...

Acho que teria perguntas bem mais interessantes pra fazer pro MM. Todas relacionadas com o desempenho do time em campo. O MM é atleticano a ¨trocentos anos ¨ , seu Rudolf. Talvez o MM tenha mais tempo de torcedor do CAP do que vc tenha de idade. Uma coisa é achar o cara incompetente para o cargo ( algo que eu também acho ), outra coisa é vir com estes comentários sem nenhuma credibilidade.

Luiz Andrade disse...

Seria o MCP tão incompetente a ponto de escolher um torcedor de outro clube como seu herdeiro na sucessão do CAP em 2008?

Alan Bike disse...

Discutir política do clube é interessante mas, muito desgastante. A entrevista do presidente hoje não irá trazer nada de novo. Só "torço" que não seja conduzida mais uma vez para "intrigas pessoais".
Sob minha visão, o Furacão trouxe atletas habilidosos individualmente, todavia, não jogam bem no coletivo. Haja visto, que todos os emprestados estavam encostados em seus respectivos clubes. Estes “estranhos "EAs" (extra-atleticanos)” estão prejudicando o rendimento do nosso elenco genuíno tirando a “vontade” de Baier, Guerron, até do El Morro; todos da área adversária tem que ser matador, mas de que adianta se não passam a bola ao finalizador? A comissão principalmente Rink tem que descobrir qual ou quais atletas estão influenciando negativamente os nossos remanescentes. O pessoal técnico que considerem, mas que não se influenciem com comentários da mídia ou mesmo da torcida.
Está certo o Renato dizer que é melhor para a equipe sair de uma má campanha do que estar no boom inicial e começar a decair.

Que o Furacão desista da Torre de Babel!

Luiz Andrade disse...

Mas Alan TODOS os jogadores da L.A. que vieram para o coxo (exceto so escorraçados da Avaí após o quase rebaixamento) estavam encostados e tiveram um sucesso relativo até agora (ainda creio que vai acontecer o que aconteceu em todos os clubes que fizeram aprcerias com a L.A.).

Creio que seja uma regra. Clube só emrpest quem não pretende usar, caso contrário vende.

Ciro disse...

AMANHA O MALUCELLI VAI:
- Vai colocar a culpa no Petraglia.
- Vai dizer que a passeata, organizada pela TOF e ETA, foi culpa do Petraglia.
- Vai dizer que o Petraglia é culpado pelas mazelas do Brasil, inflação dos combustíveis, atendimento ruim do SUS e salário baixo dos professores.

A única culpa que o Petraglia realmente tem foi aceitar o pedido de apoio do Malluceli e graças a isso ele ganhou as eleições. Gente traíra como o MM repetiu o mesmo mal caratismo com Geninho, Lopes, colocando o Bolicenho para destruir o clube.
O Malluceli deve ser bom advogado, pois além de mal caráter usa retórica para enrolar os trouxas como ninguém. Tenho certeza que amanhã vai ter gente até com pena dele.

Ciro disse...

O Malluceli é um lixo de ser humano. Não quero saber o que ele vai pronunciar, a não ser sua renúncia.
Tudo o que ele fez não tem perdão, deve ser expulso com um belo chute na bunda e humilhação pública até o fim da sua curta vida.

Tiago CAP disse...

Acho o MM incapaz para o cargo de presidente do CAP, agora achar que o cara é um lixo de gente e outras coisas mais, sem nenhum motivo, é comentário recheado de ódio, totalmente desprovido de qualquer sentido racional.

Alan Bike disse...

Luiz Andrade, tenho grande respeito pelos seus comentários, por isso, deixe-me expandir as minhas considerações; o seu xará da LAS é um cara que conhece muito bem o potencial dos atletas, pois em 2009 Avaí esteve abaixo da crítica e se ergueu, inclusive, mostrou aqui na nossa própria Casa o que é um time entrosado. "Associou" aos coxas em 2010, no início os verdinhos estavam mal, mas acabaram campeões com sobra jogando fora do seu reduto (quase a temporada inteira). LAS dita a forma de jogar, pois manda no time... O técnico não é o mais importante no caso da LAS. Os nossos atletas emprestados, pelo que se observa, a maioria, estavam sobrando, não por ser perna de pau, mas por não colaborar com a equipe. O papo deles certamente influencia os nossos atletas, pois, além de serem mais experientes ganham mais. Não é o que ocorre aqui?

Luiz Andrade disse...

Furacãozinho nas finais o Brasileiro sub-17.

Mas peraí!? Eu vivo lendo aqui que, com o encerramento das parcerias as categorias de base do clube haviam sido destruídas.

E particularmente não me lembro de tantas finais nacionais na era das parcerias.

Luiz Andrade disse...

Valeu pela resposta Alan!