quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Sem pressa

Por Augusto Mafuz:
Mais um dia se passou, sem que o Atlético contratasse o novo técnico.

Melhor assim.

Há tempo para tudo, inclusive para contratar um técnico.

Foi por ter pressa que contratou Sérgio Soares.
O treinador que vem será o que vai comandar o Atlético na Copa do Brasil, tentar salvar o Estadual e estruturá-lo para o Brasileiro. Um técnico com essa responsabilidade não pode ser um técnico qualquer. Além de ser capaz tem que ser sério, para não permitir os equívocos que a diretoria de futebol vem cometendo na contratação de jogadores. Sérgio Soares foi embora, mas deixou Pimentel, Alê, Flavio, Wescley, Gabriel e Henan.

Falcão era uma hipótese para ser o coordenador de futebol na época de Carpegiani. Chegou a trocar ideias com o presidente Malucelli. Como técnico seria até uma boa proposta, desde que trouxesse junto o seu guia técnico e tático, Otacílio Gonçalves.

Hélio dos Anjos foi para o Sport. Está descartado, felizmente. Wagner Mancini está riscado por ter um comportamento esquisito. Do varejo, resta Silas.

O que o Atlético não pode é jogar com o direito do tempo, e depois aparecer com Geninho, Vadão, Andrade, Bonamigo ou outras opções improvisadas.

Aliás, se os dirigentes não têm orgulho, o nome do novo técnico tinha que passar pelo crivo do professor Luiz Carlos Neves.

2 comentários:

Luiz Andrade disse...

Esse é o cidadão que 2 feira, escreveu em sua porca coluna, que o Marcos Aurélio é o melhor jogador do ruralito.

Julio disse...

Mafuz é dose pra leão!