sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O Torneio da Morte e o gol de nuca


O fenomenal gol de nuca de Manguinha, em jogo
válido pelo Torneio da Morte de 1989. Tempos sofridos. Tempos felizes.
Em 2010 o ataque do Trétis foi um verdadeiro drama.
Neste ano estamos melhores, embora não ainda 100%.
O time todo, de um modo geral, ainda não está como gostaríamos.
Mas quem puxar pela memória vai lembrar: já estivemos bem pior.
Se hoje a torcida se queixa muito, e olha que acabamos de ser o 5º colocado no Brasileirão, imaginem como era em 1989.
Nesse longínquo ano, meus amigos, ano em que o Brasil voltaria a eleger um presidente da República pela primeira vez desde 1960, o Atlético disputou o Torneio da Morte. Nome tenebroso. E era ssim mesmo: cruel, soturno. Reunia os seis últimos colocados da primeira fase do Brasileirão. Destes, quatro teriam o mesmo destino do Bateau Mouche - a embarcação que afundou durante o reveillon daquele ano em Copacabana: naufragariam para a segundona. Daí a terrível alcunha.
Bem.
Era esse torneio que disputávamos. Logo na estreia, contra o Vitória, uma tarde tipicamente atleticana no Pinheirão. Sol de fim de tarde de primavera batendo bonito, e alguns abnegados e sortudos atleticanos que encararam aquela peleja puderam assistir a um dos gols mais fantásticos e bizarros da história do futebol. Marcado por um atacante que, tal e qual tantos outros que passaram pelo Furacão, era ao mesmo tempo amado e odiado.
O Atlético já vencia por dois a zero, e o segundo tempo estava apenas começando. Num chuveirinho na área, o goleiro Robson domina a bola sem maiores problemas. Tenta sair jogando rapidamente e, num pelotaço de direita, acerta a nuca do atacante Manguinha - que já estava, assim como todos os demais jogadores, de costas para a meta adversária. A bola caprichosa voltou para dentro do barbante. O artilheiro virou-se, a princípio, para dar uma xingada. Só então percebeu de que marcara mais um de seus gols improváveis - certamente o mais esdrúxulo de toda sua carreira. Depois, meio sem jeito, foi agradecer ao goleiro pelo fiasco mais espetacular da história do hoje abandonado estádio da FPF.
O gol acabou virando história na Placar, acompanhada da foto de Manguinha cumprimentando o goleiro Robinson:
(Clique para ampliar)
Nesta matéria, o Atlético era considerado favorito para se manter na primeira divisão. O presidente da época, Valmor Zimmermann, previa que o clube chegaria à última rodada, contra o Guarani, classificado.
Não é difícil prever o desfecho dessa história.
O Rubro-Negro chegou invicto à última rodada. Mas, de tantos empates que colecionou, precisaria vencer o Bugre e ainda torcer por derrotas dos times baianos - Bahia e Vitória também disputavam o torneio.
Numa noite chuvosa no mesmo Pinheirão, inúmeras bandeiras do Lula-lá, candidato adotado pelo povão, se misturavam às rubro-negras dos Fanáticos nas arquibancadas. Público mínimo no estádio. O Atlético goleou por 4 a 0, o que de nada adiantou. Terminou com o mesmo número de pontos dos baianos, mas as poucas vitórias conquistadas o colocaram em desvantagem. O Atlético estava, novamente, na segunda divisão.
Dias depois, Fernando Collor era eleito presidente da República.
Realmente, um ano de merda. Cujo único lance memorável que ficou guardado na memória dos atleticanos foi o gol de nuca de Manguinha, durante um certo Torneio da Morte.
•••
Louco amor
Pra arrematar, mais uma rápida historinha também vinda direto do túnel do tempo dos arquivos mágicos do Peçanha.
Recentemente tivemos alguns casos de quiprocó entre atacantes e torcedores. Primeiro foi o Rafael He-Man Moura, que rebateu uns xingões recebidos pela turma da Madre Maria. Ano passado foi a vez do gringo Nieto, que se estranhou com uma galera cusiosamente do mesmo setor.
Pois essa foi uma tradição iniciada por ninguém menos do que o próprio Manguinha, no mesmo ano do gol de nuca. Como comprova esta outra reportagem da Placar:
(Clique para ampliar)
O centro-avante mandou a torcida tomar no toba e acabou sendo emprestado ao Santa Cruz pra esfriar a cabeça. Curiosamente, como aconteceu posteriormente com outros atletas, acabou fazendo falta: enquanto marcava um caminhão de gols por lá, aqui estava difícil o time colocar a bola pra dentro. O Atlético foi buscá-lo de volta, justamente para disputar o Torneio da Morte. E, na foto da Placar, Manguinha manda um beijinho pra torcida. Era a reconciliação. "Brigas, nunca mais", sentenciou. Porém, infelizmente, o beijo não nos livrou da segundona.
Eram tempos mesmo difíceis.
Mas, como bem observou o Peçanha, amávamos e nos divertíamos com o Trétis da mesma maneira.
Essa tarde com o golaço do Manguinha é uma amostra.
  • PS: o vídeo acima é o primeiro de uma série que será colocado no Youtube pela Guerrilha Produções. Vem mais coisa boa por aí! Aguardem!

39 comentários:

João Paulo disse...

Guerrilha... quando você mesmo escreve as matérias que publica aqui, é o melhor conteúdo do Atlético na Internet... Parabéns e que venham dias melhores para o nosso Trétis!

Abraço!

Rogerio Otto disse...

Tenho uma dessas camisas adidas comigo. Quando a comprei saí pela cidade, tomei um porre e desmaiei no sofá da zona abraçado com um coxa !!!Pode ???

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Manguinha 2 x 0 Pinheiros em 88. Que festa no Pinheirão.

Manguinha foi o maior artilheiro que o Alético teve... no meu futebol de botão. Meus amigos da época que o digam era ver o 9 Atleticano e caixa.

Celso disse...

Grande Manguinha!!!Tempos difíceis.

Fernando disse...

Me revolto ao ler os comentários com o Furacão sendo chamado de Tretis...
Todos os meus conhecidos que são coxa se referem assim ao atletico. Eu acho um termo pejorativo, que diminui nosso clube!!!

Fica o registro.

Braza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Tiago CAP disse...

Fernando,lembro-me do meu pai me chamando para assistir o jogo do Trétis, que era uma forma carinhosa de chamar o Atlético. Hoje, parece-me que a conotação é outra.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

O Trétis é nosso, foda-se a coxarada.

caveiradedurepoxi disse...

Fernando, se você não gosta, ok. Mas eu e meus camaradas sempre usamos o Trétis carinhosamente. E é como disse o Guerrilha, a coxarada que se exploda. No mais, MANGUINHA ETERNO.

Fê Ferraz disse...

Isso aí, Guerrilha!

Jóia de post!

Bjo

Rodrigo disse...

Linda essa camisa da adidas, com o símbolo CAP na esquerda do peito, short e meias brancas...gostaria que nossa camisa oficial sempre fosse assim, variando com shorts e meias pretas...no atletiba jogamos de shorts branco e meias pretas, então que jogasse com a camisa 3 que é uma azul bem forte...

diogo disse...

Magnífico post Guerrilha, como é bom lembrar essa época romântica do CAP e do futebol, sinto muito falta desse tipo de material do CAP no youtube, os xoxas e até mesmo os favelados têm em abundância. Aguardo anciosamente as próximas postagens.

Rogério: quer vender a camisa da Adidas ?
Rodrigo: tb gostaria que nosso uniforme continuasse com esse estilo, não sou muito fã dessas modernidades que fizeram com o nosso escudo, acho a modernização necessária para reforçar a identidade do clube, mas deveria ser usado somente institucionalmente, na nossa camisa o CAP deveria ser como antigamente, o CAP grande e imponente no lado esquerdo do peito, e calções e meias brancas que davam um destaque maior à camisa rubro-negra.

Abs

Rodrigo disse...

Independente do uniforme, vamos ter que reconstruir a zaga que está uma peneira..esse Manoel não tem cérebro(só jogava com o Rodolfo do lado e olha lá), os laterais-alas não fecham com a zaga, os volantes nem marcam, nem ajudam na saída de jogo e ataque(o Chico pelo menos pra marcar servia e muito).As peças que perdemos estão fazendo falta, pois os que substituiram não estão dando conta do recado e continuamos com os mesmos problemas na criação(somente nosso veterano ótimo carater Paulo Baier e o preguicoso e de má vontade Branquinho).O ataque voltou a perder gols no Acre, mas podemos apostar mais do que ano passado.
Temos que cobrar agora SIM, pois já é tarde...os campeonatos rolando e o time patinando com times de várzea como no acre e interior do Paraná...
Ás vezes só com violência pra coisa mudar...chega dessa torcida só ter bonzinhos e baixar a cabeça...temos que cobrar respeito a essa torcida e aos sócios...

Andrei disse...

Guerrilheiro,
Estou tentando lembrar qual campeonato foi aquele que o goleiro Toinho levou um gol do meio do campo, acho que foi contra o Sport lá no Pinheirão entre 87 e 92. Você lembra?

Luiz Andrade disse...

Um post maravilhoso desses e o cidadão faz um comentário lamentável...

"Ás vezes só com violência pra coisa mudar"?

Sério? Seu pai te ensinou isso? Vc passa esse tipo de valores para seus filhos?

Vc não acha que sendo o Atlético um clube em que os sócios tem o direito a voto, as coisas possam ser mudadas nas eleições?

Luiz Andrade disse...

Um post maravilhoso desses e o cidadão faz um comentário lamentável...

"Ás vezes só com violência pra coisa mudar"?

Sério? Seu pai te ensinou isso? Vc passa esse tipo de valores para seus filhos?

Vc não acha que sendo o Atlético um clube em que os sócios tem o direito a voto, as coisas possam ser mudadas nas eleições?

Luiz Andrade disse...

Toda vez que eu tenho que "logar" para inserir o comentário este sai repetido.

Geca disse...

Sensacional esses posts com a história do CAP. Parabéns, Guerrilheiro. É importante esse trabalho pra que essa geração chiliquenta não esqueça de onde vem o CAP, de onde vem a força dessa torcida e, principalmente, sua origem.

Tem gente, capforevicamente falando, que faz questão de esquecer que o Atlético existia antes de 95. Lamentável.

Também lamento demasiadamente o comentário "Ás vezes só com violência pra coisa mudar"...

Abomino violência. Assim como abomino imoralidade, "jeitinho brasileiro", "esperteza" e ofensas gratuitas. Essas coisas moldam o caráter deletério de muita gente, infelizmente.

A atitude do Manguinha em ir cumprimentar o goleiro, em vez de "chutar as cores do adversário", como se faz hodiernamente, mostra a diferença de caráter que o futebol de hoje conquistou.

Sensacional. Parabéns, Guerrilheiro.

Rogerio Otto disse...

Infelizmente não Diogo. Compro camisas oficiais do CAP e depois de um tempo acabo doando pra amigos ou torcedores que não tem. Essa guardo porque representa muito pra mim.

Abs

Rodrigo disse...

Meu pai me ensinou a não ser frouxo e cusão igual a vc palhaço...nossa torcida tem mais é que cobrar e talvez usar a força já que textinhos só servem pra expressar as opiniões...nada tem sido feito desde o ano passado pra que a coisa mude de figura, acho q vc não vai aos jogos e não assiste a vergonha na tv? Pessoas como vc que enfraquecem a torcida...são do tipo que nem batem palma em uma música...daqueles bem fraquinhos...por isso o reflexo do time dentro de campo...

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Também sou contra a violência.

Mas que seria bem dado uns pé-de-ouvido e um chute na bunda do MM não tenho dúvidas.

E seria merecido.

Leafar Said disse...

Minha saudoza mãe sempre comprava um picolé de manga pra mim a cada gol do Manguinha!

Ah! e o TRÉTIS é nosso!!

Luiz Andrade disse...

Eu trabalho na área de segurança há 18 anos. Então infelizmente, a violência faz parte do meu cotidiano. Posso te afirmar com toda experiência que é sempre melhor evitá-la qdo possível. E que nunca devemos iniciá-la.

As cadeias estão cheias de gente, que não se consideravam bandidos, mas em algum momento resolveram recorrer a violência para resolver uma situação. Ocorre que as vezes a coisa sai do controle, não sai como o planejado.
Dos vigilantes da Centronic que resolveram dar um corretivo no pichador coxa, ao pai que semana passada, resolveu dar uns tapas no filho de 11 meses que não parava de chorar. Nenhum deles imaginou que como terminiria a história.

Vc pode ser arrogante o qto quiser atrás do teclado.

A hora que o porrete descer, por mais que agora vc ache que não, vc agirá como o Porks e todos os outros, clamará contra a violência policial ou da segurança privada. Qdo estiver diante do delegado, do juiz, do promotor, ficará humilde. Jurará inocência, implorará por perdão.E se chegar na cela virará mulherzinha, se assim a cadeiada decidir, por mais macho que pense ser.

Daí a ficha cairá, mas será tarde, não há máquina do tempo.

Rodrigo disse...

continue assim ...parabéns...

Rodrigo disse...

O que mais indigna é a falta do básico desses jogadores dentro de campo...o descompromisso...a apatia...a falta de um mínimo de conjunto...

Flávio Jacobsen disse...

Eu vi com meus próprios olhos um outro torneio da morte, o de 1981, daquelas de levar 4x0 do Ceará em casa, na velha baixadinha. Terrível, desolador. Mas nos dois anos seguintes, todos sabem o que aconteceu, 1982/1983. Vamos usar tudo isso como inspiração. Valeu, Guerrilha.

Flávio Jacobsen disse...

Nóis é Trétis! (Mussum)

Alan Bike disse...

Concordo com o post sensato do Luiz Andrade, A violência só atrai desgraça. No tópico anterior fui taxado de "acomodado" e coisas do gênero. Agora indago aos que querem derrubar o MM e Cia alegando que são incompetentes e afins (concordo) e que tem que ser agora, pois já fomos "derrotados" pelos coxotinhas; perder uma batalha nunca foi perder uma "guerra". Um "levante" tem que ter um objetivo; está certo, este tem objetivo de destituir o MM; e daí? Após tirar o presidente, quem vão colocar no lugar, o vice Forneas? O MCP? O líder do movimento? Ridículo! Toda manifestação deste tipo acaba em baderna. Apoiaram o que a torcida império fez? É tudo que os coxotinhas querem, jogar a nossa torcida contra a nossa diretoria.

Sincero disse...

Só sei que o clima tá ficando muito tenso, entre torcida e time...

Ao ponto de uma prostituta, ser a gota d`água para alguns torcedores começarem a pedir a saída definitiva do Manél...

Julio disse...

Eu tinha 13 anos nesta época e meu pai gostava de me ir ao Pinheirão com o Mavecão que ele tem até hj. O Mavecão hj não sai mais da garagem para ir a jogo, apenas para passear, mas na época ainda dava suas bandas pelos Pinheirões da vida. Neste dia paramos na Formiga antes da partida e meu pai prometeu Banana Split caso o Atlético vencesse o jogo. Homenageamos o Manguinha em nossa Banana Split.

Ricardo disse...

Mas essa do Manél levar uma puta pro quarto da concentração é dose pra mamute.

Tá na cara que o negão não ta querendo nada com o Atlético. Tá fazendo tudo pra ir embora, inclusive não jogar nada.

Então que vá.

SRN

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Olha a pérola do ano:

"É tudo que os coxotinhas querem, jogar a nossa torcida contra a nossa diretoria."

Então devemos continuar quietos e apoiando a diretoria?

Esse Alan Bike (bike de criancinha de prédio) é muito inocentinho. Vai acreditar em fadas e duendes na casa do chapéu.

Precipitados derrotistas... dá um tempo moleque. Este é o xarope que sonhava em ter personalidade e fica criticando quem critiica.

Dá um tempo ó Alice no país das maravilhas.

Saia do reino encantado...

Do Manguinha vc não fala nada, mas merda fala bastante.

Maumau Ecos Aventura disse...

Legal o post, é sempre bom relembrar onde estávamos e as situações que o "Trétis" vivenciou.
No momento tenho saudades do tempo que culminou no campeão de 2001. Esse tempo vinha de pelo menos 3 anos antes na qual trazíamos jogadores desconhecidos e que formaram a base como Adriano, Gustavo, e Kleber. O Kleberson era improvisado na lateral direita enquanto crescia o seu futebol. Hoje deixamos (digo diretoria) de garimpar porque todo mundo faz isso e falta diamante bruto, e quando aparece a torcida não tem a mesma paciência, se fala mal até do Herácles por exemplo. Já fomos mais humildes e em todos os setores. Acredito que jogador oriundo do junior tem que ser colocado aos poucos e ter evolução, e isso o Manoel não teve, assim como o Fransergio, assim como o goleiro Santos que todos querem ver no time, mas na primeira falha não servirá, o Neto num momento infeliz quase não serviu. Penso que deveria haver uma diretoria que cuidasse da base quando fosse para o profissional. Penso também que MCP que foi e MM tem momentos ruins e hoje não sei quem poderia ser melhor. Por exemplo no lugar do Bolicenho, alguém arrisca uma pessoa mais eficiente como se gostaria? Nem técnico tá fácil. E quanto a mudança por causa das eleições, quem de fato é tão competente, com idéias e vontades, sugiro ler esse post para a reflexão: http://www.furacao.com/opiniao/fala.php?cod=18760

Por outro lado tem um clube por enquanto que com novos dirigentes tem feito tudo da experiência que o Furacão já vivenciou mantém uma base, parceria com empresa de jogadores (embora não goste)e com participação na venda (fizemos isso com o Juan Finger), se vai continuar no caminho certo o ano dirá. Alguém na sua humilde avaliação sabe de quem to falando? Uma pista: mesma cidade, ficou fácil.

Uma vez escreveram que depois do campeonato de 2001 não seríamos mais o mesmos, tanto para o bem quanto para o mal. Vi mais para o mal, mas porque não evoluímos a partir dessa época é só equívocos, dinheiro atrapalhando. Torço para que a lucidez retorne.
Mas essa época do Manguinha é só para recordar e sabermos que é preciso sorte, mas é preciso evoluír, porém estamos estagnados.

Gustavo GR disse...

Olhando no elenco que temos:

JOGADORES QUE PRECISAM VAZAR DO CAP:

- JOAO CARLOS: MUITO FRANGUEIRO

- MARCOS PIMENTEL: MUITO TIRIÇA

- GABRIEL: MUITO PEIDÓCA, SÓ TEM TAMANHO

- FLAVIO : VEIO BICHADO

- MANOEL : ESTÁ COM A CABEÇA NA PUTA QUE PARIU ELE, MENOS NO CAP

- ALE : DESEQUILIBRADO, SEM PREPARO PARA JOGAR NUM TIME DE PRIMEIRA DIVISAO

- FRANSERGIO : ESSE MENINO ESTA PERDENDO TEMPO NA VIDA. PODERIA ESTAR ESTUDANDO.

- BRANQUINHO : NITIDAMENTE, NAO QUER FICAR AQUI. QUE SAIA LOGO.

- HENAN : FRACO, UMA APOSTA... CHEGA DE APOSTAS.

- CLAITON : COM O KLEBERSON NO TIME E COM A EVENTUAL VINDA DO ROBSTON, NAO TEM LUGAR PARA ELE. NA MEIA, ELE NAO TEM QUALIDADE.

JOGADORES MEDIANOS, MAS QUE PODEM FAZER PARTE DO ELENCO:

- SILVIO : AINDA NAO PROVOU QUE É BOM, MAS É UM BOM BANCO.

- WAGNER DINIZ : MEDIANO. CORRE BEM, É VOLUNTARIOSO, MAS NAO É O IDEAL. MAS É O MELHOR QUE TEMOS. CAGADA TER LIBERADO O ELDER GRANJA E TER CONTRATADO ESSA MERDA DE PIMENTEL. TINHAMOS UMA BOA DUPLA.

- RAUL-PANÇA: POR SER NOVO, PODE SER QUE TENHA MAIS UMA CHANCE, POIS TEM QUALIDADE. AGORA, PRECISA VER SE NAO ESTA NO MESMO ESPIRITO DO MANOEL.

- PAULINHO : BOM NA DEFESA, MEDIANO NO ATAQUE. PODERIAMOS TER UMA OUTRA BOA DUPLA DE LATERAIS. ELE E O AZEVEDO.

- HÉRACLES: PRECISA JOGAR NA POSIÇAO DELE. CHEGA DE INVENCIONECE DE POR O PIA DE VOLANTE.

- RAFAEL SANTOS: PERDEU A QUALIDADE QUE TINHA. QUEM SABE MELHORA.

- BRUNO COSTA: TAMBEM MEDIANO. PODERIA SER EMPRESTADO.

- DEIVID: MEDIANO, MAS ESFORÇADO. ALIAS, CADE O DEIVID ?

- VITOR: TAMBEM, FRACO TECNICAMENTE, MAS MUITO VOLUNTARIOSO E RAÇUDO.

- KLEBERSON: VAMOS VER COMO VAI SE DESENVOLVER.

- WESCLEY: DAS APOSTAS, ACHO QUE O UNICO QUE SE SALVA E QUE PODE COMPOR O ELENCO PARA O BRASILEIRAO.

- IVAN GONZALEZ: PELO MENOS INCENDEIA NAS VEZES QUE ENTRA. SE MOVIMENTA BEM E APARECE BEM NA FRENTE. PRECISA CONCLUIR MELHOR.

- GABRIEL PIMBA: TEM MAIS VONTADE QUE O BRANQUINHO, POR EXEMPLO. ACHO QUE PODERIA SER ALÇADO MAIS VEZES NO TIME.

- GUERRON: NA MINHA OPINIAO, SALVO O ROBBEN, O JOGADOR DE FRENTE, ATACANTE, QUE SÓ JOGA NUMA FAIXA DO CAMPO, É MEDIANO. MAS PODE PERFEITAMENTE FAZER PARTE DO ELENCO SIM. MAS É DE LUA.

- MARCELO: TAMBEM É MEDIANO. MAS COMO É NOVO, PODE RENDER MELHOR AINDA, POIS ELE TEM FUTEBOL.

- NIETO: HOJE, É O NOSSO MELHOR CENTROAVANTE.

- LUCAS: HOJE, NA MINHA OPINIAO, É BANCO DO NIETO.

JOGADORES QUE EU CONSIDERO TITULARES:

- SANTOS: AGORA QUE RENOVOU, PRECISA JOGAR. É COMPROVADAMENTE MELHOR QUE TODOS OS GOLEIROS QUE TEMOS.

- MADSON: É UM DOS UNICOS QUE VEM SE MEXENDO BEM NO ATAQUE E AINDA NAO ESTA RENDENDO 100% DO QUE PODE

- PAULO BAIER: SEM ELE, O TIME NAO ANDA.

FUNCIONARIOS QUE PRECISAM VAZAR DO CAP:

- LEANDRO KIKO NIHUES
- OCIMAR TAMPAX BOLICENHO
- MARCOS BANANA MALUCELLI

Alan Bike disse...

Tem corneta que só faz a alegria das coxotinhas; como é mesmo que se chama este bufão? Ah, Caveirahhh...
Viúva do MCP, por ter sido chutado por ele; o consolo do Caveirahh é ter a torcida império em peso torcendo por ele!

CAROLINE disse...

O Diniz e o Nieto estão machucados de novo? por isso vão improvisar o Kleberson na lateral.... cada jogador na sua posição sem improviso por favor Geninho.O que acontece que essa jogadorzada se machuca tanto? O Nieto ano passado nas últimas principais partidas desfalcou e agora esse Diniz...esse é um outro fato que deve ser verificado...3 5 2 beleza, estréia do Éverton e arrumar essa bendita zaga com 3 zagueiros, um na sobra...
Geninho tem que ver quem presta ou não...afastar do elenco na hora e cobrar da Diretoria contratação certa pra posição carente.

Julio disse...

Vi este vídeo do Herverton, parece bom jogador: http://www.youtube.com/watch?v=mToXi_mKvPM
Domingo vou na Baixada conferir seu futebol

Tiago CAP disse...

O Heverton é bom jogador sim. Quanto ao Flávio(zagueiro ), ele não veio bichado, apenas levou azar e se machucou no início da partida ( o que é bem diferente de dizer que ele veio bichado, mesmo porque temos excelentes profissionais no departamento médico pra verificar esta situação antes de alguma contratação ).

contraditor disse...

Galera, chega a ser ridiculo ver comentarios aqui das pessoas se atacando... ridiculo.
Pq vcs nao vao ao site do coxa e falam merda pra eles?