quinta-feira, 2 de setembro de 2010

E os gringos espantaram o sono


Branquinho e Chico marcaram os gols do Furacão.
Ambos com a participação de Guerrón.

O jogo já começou num horário desgraçado de ruim. Dez da noite. Isso mesmo, 22 horas. Brabo pra quem ralou o dia todo. Mas, enfim, a Baixada é logo ali, como diria o outro. Só que, com um futebolzinho como aquele apresentado no primeiro tempo contra o Ceará, não há quem resista. Baixou o Morfeu na moçada. Bocejos pra todo lado durante o intervalo. Sono e a perspectiva de mais 45 minutos de uma pelada dura de assistir.
Mas o time voltou mudado dos vestiários. Carpegiani tirou Bruno Mineiro e Paulo Baier para a entrada dos gringos Guerrón e Federico Nieto. E pra sacar Paulo Baier do time, convenhamos, o cabra tem que ser macho. E toda a massa que promoveu o coro de "burro" teve de engolir os gritos a seco quando viu em campo um time rápido, tocando a bola e atacando sem medo. E quando percebeu no argentino Federico um atacante inteligente e perigoso, que incomoda a defesa, faz faltas que matam os contra-ataques do adversário, exerce o papel de pivô com eficiência e ainda promove assistências precisas.
O time acordou. E ninguém mais cochilava na arquibancada.
O episódio também deixou claro que o Atlético não pode ter intocáveis no elenco. Nem mesmo Paulo Baier. É o maestro soberano, ídolo maior na atualidade, tem a admiração da torcida e tudo o mais, mas se não está bem numa partida, como foi o caso desta quarta-feira, não há mal nenhum em ser substituído. Acontece, e provavelmente acontecerá outras vezes.
Coincidentemente, ou não, o futebol de Branquinho também começou a aparecer de verdade somente após as substituições. Teve mais liberdade, deixou o time mais ágil e ainda marcou um belo gol, abrindo o placar. Paulinho também se soltou mais pela esquerda e fez um ótimo segundo tempo. E Guerrón, apesar de ainda não ser aquele que a torcida espera, preocupou a zaga cearense o tempo todo e ainda deu um passe para o gol de Branquinho e conquistou um escanteio que resultou no gol de Chico.
Aqui, um capítulo à parte.
Chico não foi brilhante. Não foi, aliás, melhor nem pior do que sempre joga. Regular, como sempre, e muito dedicado. E foi premiado com o gol da vitória.
Aliás, foi um prazer ver o setor defensivo do Furacão formado por Neto, Rhodolfo, Manoel, Chico e David. Todos pratas da casa. Piazada rubro-negra segurando a onda.
O Ceará ainda marcou seu gol, no finalzinho. Mas era tarde pra qualquer reação.
Próxima parada: domingo, em Floripa, contra o Avaí, no encerramento do primeiro turno. Vai que ganha... aí fica bonito!
Troféu
ZIQUITA
Manoel, Branquinho e Federico.
Troféu
TIÃO MACALÉ

Bruno Mineiro. Artilheiro vive de gol...

39 comentários:

Anônimo disse...

Ziquita pro guerilheiro que tem um blog fodão e não tenta fazer a cabeça de ninguém- diz o que pensa e deixa todo mundo dizer também. vamo para de babaquice e se respeitar mais moçada

Anônimo disse...

"Vão ter que me engolir", teria pensado Carpa! Sem Paulo Baier, o time ficou mais rápido e com um bom toque de bola. Já o Nieto mostrou que entende do oficio.Não podemos ter os intocáveis no time. Futebol é o momento !!!

Geca disse...

Parabéns, Guerrilha. Batuta o Post.
POrra! Como fica "bunitO" meu Furacão na parte de cima da tabela, achei que "ornou" bacarai!

1º tempo ruim. O time do Ceará não agride, todavia, o que não deixa jogar é uma grandeza. Tanto Baier quanto Branquinho fizeram um péssimo 1º tempo. Branquinho parece que se esconde na sombra do Baier, e Baier, como 2º volante é uma putaquepariuzice! Maikon Leite, pra variar (cadê os críticos do cara?) é o que mais procura jogo. Não tem bola perdida, dá gosto ver a vontade do piá.

Carpa acertou o time no 2º tempo. Não achei que Branquinho jogou bem, mas que apareceu bem mais por ter mais liberdade (com a ausência do Baier), apareceu.

E não é que o argentino jogou bola? Foi bem bacarai! Guerron ficou devendo como sempre. E nem é futebol, é vontade. Toca com nojo na bola. Entretanto, as jogadas de gol saíram de participações diretas dele. Que o negão comece a pegar gosto.

Guerrilha... eu metia o Deivid no Ziquita frouxo! O piá jogou demais. Marcou, desarmou, saiu com a bola... deu show.

Paulinho e Bruno Mineiro, na minha phétida opinião, são as lástimas do jogo. Paulinho até melhorou no 2º tempo, mas é fraco no apoio e marcou à distância o jogo todo.

Phoda-se! O que vale é a vitória. Foi importante ver o poder de reação. Tomei demais ontem... to azedo, confrades, ressaca do caraleo. Esse horariozinho foi de phoder o bom senso. Futebol 10 da noite é só pros cartolas da CBF mesmo. Phoda-se o público, phoda-se o torcedor, enfim...

que o Furacão sopre em Floripa agora.

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

NÃO QUERO SABER DA REAL INTENÇÃO DO CHICO. EM UM MUNDO CADA VEZ MAIS MERCENÁRIO, SÓ TENHO UMA COISA A DIZER PARA O CHICO: QUE O AMOR SEJA ETERNO, ENQUANTO DURE. OBRIGADO PIÁ.

QUEM CHAMOU FEDERICO NIETO DE PEDRO OLDONI ARGENTINO?

BASTOU UMA PARTIDA RUIM CONTRA O SP (ONDE ELE ESTAVA TOTALMENTE FORA DE FORMA) PARA DESCEREM A LENHA NO GRINGO. SE NÃO ME ENGANO FOI O MESMO QUE PEDE PACIÊNCIA COM AS CONTRATAÇÕES NOVAS.

PARABÉNS TAMBÉM PARA O CARA DAS 06:16. VOU SEGUIR ESTE CONSELHO.

E COMO GANHOU VAI O PARABÉNS PARA O MM TAMBÉM!

Anônimo disse...

TROFÉU TIÃO MACALÉ

A parte da torcida do Atlético-PR que chamou o treinador de burro, sendo que o cara mudou o panorama da partida e nos deixou em 8º, bem longe da ZR

Não bastasse a diretoria querer interferir na escalação do time, esses torcedores cornetas também querem?!

Deixem o Carpa trabalhar em paz!

Anônimo disse...

O time não foi a 8ª maravilha, mas valeu pelo esforço, pela garra e pelo tres preciosos pontinho. Pude dormir mais aliviado, mais tranquilo e hoje o dia começou bem mais alegre.

Volto a afirmar, Deivid, esse guri tem futuro.

Aparecido Jose

Corneta centauro 1 disse...

Não eram nem 28 do segundo e eu ja queria baier fora do time. Baier parece cansado e começa trilhar o caminho do fim. O futebol de hoje é desumano e não guarda espaço para os velhos.

No segundo tempo com Branquinho livre, não como ponta esquerda e sim meia de criação o Atletico foi brilhante. Taticamente impecável. Time para estar na ponta da Tabela. Nieto não deve mais sair pois joga com e sem a bola e tudo mais o que o Guerrilha Citou.

Bruno Mineiro por mim pode ser emprestado ao Paraná Clube hoje mesmo. Reclamão, não joga nada e perdeu uma bola que gerou um ataque quase mortal do Ceará. Aliá Bruno mineiro não domina uma bola, perde todas.

Tomara que Netinho renove com o Cap pois com Baier a caminho da aposentadoria, precisamos de um bom batedor de faltas.

No mais, só a dizer que Carpeggiane vem se recuperando e que tem torcedor que só enche o saco. Vaiar o técnico por tirar O Baier que se arrastava em campo e não podia nem com o peso da bola é não entender de futebol, é ir no estadio pra encher o saco. Isso nem eu faço.


ps; Quero fazer justiça pois a 4 ou 5 posts critiquei o Mafuz que defendia a saida de Baier e Bruno mineiro do time. Hoje tiro meu chapeu ! Mafuz sabe o que diz.

Anônimo disse...

Podemos achar que nosso time não é lá essas coisas, mas se não fosse a juizada ter metido a mão em jogos contra Cruzeiro, Corinthians e Vasco as coisas poderiam ser melhores!!! VAMOS FURACÃOOOOOOO!!!

Tiago disse...

Acho que temos o nosso nove ideal. Chama-se NIETO. Prefiro esperar uma ou mais duas partidas pra não cair do cavalo, como alguns da torcida que já o apelidaram de Odoni portenho. O cara estava visivelmente fora de ritmo no primeiro jogo, mas ontem demonstrou muito mais disposição e, pra suspresa de muitos, visão de jogo e técnica ao tratar a bola.
Outra coisa que deu pra constatar foi que com a saída do Baier o time parece que despertou de um sono profundo e se tornou um time muito mais solto e alegre. O Baier é ídolo e um grande jogador, só que não está passando um bom momento e merece, sim, e sem reclamar, um banco.O Branquinho, com a ausência do Baier, jogou bem melhor no 2º tempo, assim como o Paulinho pela esquerda.
E o Ivan González, será que o CARPA vai deixar o cara jogar pelo menos um pouquinho??? Daqui a pouco mandam o cara embora e a torcida jamais vai saber se ele poderia ser útil ou não. Pra cima do Avaí no domingo.

Bernardo Wolf disse...

Prezados amigos Atleticanos!
Acabo de chegar do trabalho com sono, cansado e de ressaca!
Porém muito feliz com o resultado obtido pelo Furacão ontem, que depois de 84 rodadas (aff), volta a figurar entre os TOP 10 do Campeonato Brasileiro.
Muito pouco, convenhamos, pela grandeza do Furacão.
Mas, vamos ao jogo...
Ontem resolvi assistir a partida perto da Fanáticos, e fiquei absolutamente PASMO com os gritos de "burro" para o Carpa.
Será que ninguém da torcida organizada percebeu que o Paulo Baier estava sendo um peso morto em campo?
Até escanteio ele estava errando.
Pior, os gritos vieram em uma hora que o time já demonstrava uma reação dentro de campo (e precisava do apoio do torcedor).
O jogo mudou completamente, a nosso favor, com a substituição do maestro.
Me pergunto, quem é o burro agora Fanáticos?
Enfim, lamentável...
Capítulo à parte para Nieto, esse argentino mudou o jogo!
Eis o nosso atacante referente de área que tanto reivindicamos!
Joga o simples, faz o pivô, se movimenta, disputa a bola pelo alto, deu outra cara ao time!
Esse argentino tem que ser titular imediatamente!
Bruno Mineiro, me perdoe, mas você já passou da hora de esquentar o banco.
Acredito que vamos perder umas 2 posições com os jogos de hoje, mas se vencermos o Avaí domingo em Floripa (resultado nada impossível), podemos acabar o 1º turno consolidados entre o 7º ou 8º lugar.
Nada mal para um time que, no começo da competição, tinha o objetivo, apenas, de não ser rebaixado!

Troféu Macalé para a Fanáticos com seus gritos de "burro" e para mim, que ontem aqui comentei que o Chico deveria ser negociado...hehe, enfim, eis o futebol!

Abraço a todos!
Avante Atlético!

Anônimo disse...

Porra companheiro ai de cima, netinho renovar voce so pode estar de brincadeira mesmo em?!!?!??!!?!
valeu a garra para os 3 pontos Furaca!!!!

Anônimo disse...

Futebol não se ganha só com garra. Foi o que aconteceu ontem, nas mudanças feitas pelo técnico o time ficou com uma outra postura tática.

Gustavo GR disse...

O 1º tempo deu medo. Até a INGUA do Vicente tava deitando pela nossa direita. Alias, pela nossa esquerda tambem, o lateralzinho deles tava indo com facilidade. E a bola nao parava la na frente. Paulo Baier nao foi o pior do time, mas estava mal. O pior do time foi o Bruno Mineiro, que nao ganha uma de cabeça, nao faz pivo, nao acerta passe, nao prende a bola no ataque e é marcado muito facilmente. A zaga no 1º tempo tava boa, mas a marcaçao no meio nao. Somente o pequenino (mas esforçado) Deivid mordia, pois o Paulo Baier nao é marcador. E o Chico estava jogando de libero. Nas laterais, Diniz tendo trabalho com o Vicente (!!!!) e Paulinho mal demais... na real, só o Maikon Leite correu e levou algum perigo no 1º tempo. Esse piá da gosto de ver. Corre, briga como se fosse grande, nao ta nem aí... é tipo aqueles Pincher que fica latindo para Rotweiller... mas até ele, cansou e realmete, o jogo ficou CHATO.

No 2º tempo deu gosto de ver. Tudo bem, Bruno Mineiro era unanimidade, mas confesso que fiquei assustado com o ''saque'' do Paulo Baier, mas pensando bem, Carpeggiani fez as alteraçoes que deveriam ter sido feitas já no Domingo contra o Gremio, uma vez que o panorama era o mesmo. Ele só nao fez essa alteraçao Domingo no intervalo pois o time conseguiu fazer 1x0 e foi um pouquiiiiiiiiinho melhor. E convenhamos, Domingo ele fez uma par de lambança e pediu para ser chamado de BURRO. Mas ontem nao. A entrada do Nieto foi PROVIDENCIAL. De cara o time ganhou outra cara e ganhou em jogada aerea, em PASSE (apesar de grandalhao, o gringo tem categoria... aquela bola que ele deixou o Guerron na CARA do gol...) e a bola ficou mais tempo no ataque. O Nieto fez ontem no 2º tempo contra o Ceara mais do que o Bruno Mineiro fez em um mes de titularidade. O Guerron, cresceu no decorrer da partida e ao menos prendeu um pouco a marcaçao nele, sem contar que participou dos 2 gols. Uma pena ele nao ter feito aquele gol cara a cara com o goleiro. Com o Maikon Leite sempre infernizando e com o Branquinho solto, criando, batendo a gol, fazendo gol, se movimentando muito na frente e com o regularissimo Chico (que é muito INJUSTIÇADO pois se nao é um primor de jogador, ao menos sempre vestiu bem a camisa do CAP e NUNCA foi pipoca) e com o incansavel Deivid marcando e saindo para o jogo no meio e nas laterais com Diniz e Paulinho (quem diria hein, Paulinho jogou muito no 2º tempo... até carrinho desarmando la na ala direita ele deu...), o FURACAO fez um 2º tempo digno de um time que busca um algo a mais no Campeonato. No 2º tempo o time foi tao bem, que eu nem citei Rodolfo e Manoel, que a cada jogo vem fazendo partidas excelentes e na boa, nao tem reservas a altura. E por falar em reservas, como é bom e tranquilizante, ver que, reservas sairam do banco para mudar o panorama de um jogo a nosso favor... quanto tempo eu cobrava isso...

Estamos a 4 rodadas sem perder, ganhamos 10 dos ultimos 12 pontos e, sinceramente, temos time para continuar assim. O nivel que esta o Campeonato é esse. Nenhum time está excepcional. Um empate é bem vindo contra o Avai, mas temos time para ganhar. O jogo duro será na quarta que vem, contra o time da Globo. Aí será um teste de fogo para a nossa marcaçao, nossa zaga, nosso meio.

ZIQUITA: NIETO, MANOEL, RODOLFO, BRANQUINHO E CARPA (POR QUE NAO ???)

MACALÉ: BRUNO MINEIRO

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Macarrão caveirahhh, você pensa que engana? Os teu berros amaldiçoados de mulahhh serão rechaçados sem trégua.
hhhhhh!!!
De que adianta dar uma de educadinho se nem dominahhh o teu espírito.
Maldito imbecil fingido! hhhhh!!!

Julio disse...

Guerrilha, o Deivid jogou uma bola redondinha, merecia o Ziquita. Como escreveu, é muito bom ver nosso Furacão com 5 pratas da casa na equipe titular. Eu vislumbro brigar pela Libertadores. Vale lembrar que Santos e Inter estão lá. Então, o 5º e 6º lugares poderão dar uma vaga (se eu estiver errado me corrijam). O Paulo de volante não dá. Espero que o PCC corrija isso, encostando o Branquinho no Baier. Outra coisa. Ele precisa liberar o Diniz para jogar. Sai feliz e confiante da Arena!

Anônimo disse...

mafuz hoje


Lição definitiva

No futebol não existem coincidências. Existem verdades que, às vezes, cegam o torcedor. O Atlético conquistou uma vitória (2 x 1) ontem sobre o Ceará, que pelo primeiro tempo era improvável. Acabou sendo uma vitória conquistada de forma direta pela intervenção de seu treinador Carpegiani: sem medo de rasgar fantasias de arquibancadas, sem medo de perder o emprego, excluiu Paulo Baier, o “dono do time”, e Bruno Mineiro, até então intocáveis.

Sem Baier, o Atlético passou a ser um time normal, leve, por que deixou de ter a obrigação referencial de um jogador decadente, sem condições físicas, que só sobrevive pela falsa idolatria que se cria no futebol. Sem o inoperante Bruno Mineiro, juntando Diniz e Guerrón na direita, Branquinho e Paulinho na esquerda, desmontou o esquema do Ceará. Empurrou o time para o campo cearense, e com Nieto acabou o seu esquema defensivo de Mário Sérgio. Branquinho e Chico marcaram.

O resultado que se viu, foram os 45 minutos mais brilhantes que o Atlético fez nesse ano, e que o empurrou para o grupo da Sulamericana. O melhores foram Chico e Branquinho. Chico, em alguns momentos, foi perfeito.

Mike disse...

O time tá melhorando. Agora a torcida xingar de burro é brincadeira. Uma coisa é criticar aqui, outra coisa é no campo perseguir o time e acabar prejudicando. Ainda bem que isso não aconteceu ontem.

O Carpegiani é meio maluco, mas ontem arrumou o time no segundo tempo. Um dia ele faz uma temenda cagada, e em outro dia ele arruma o time. Quando um jogador não está bem, tem que tirar mesmo, até para ficar esperto e sempre dar os sangue porque tem outro no banco querendo o seu lugar.

JMK disse...

A vitória sempre é sensacional, ontem não foi diferente. Mas já falaram praticamente tudo.
O que virou preocupante é a rusga havido no vestiário. O site oficial nem publicou a avaliação costumeira do técnico.

Geca disse...

Eu fui um dos que critiquei o argentino... e não vejo o menor problema nisso. Afinal, se a crítica é a atuação do cara... tá tudo certo. E só falta aparecer alguém aqui dizendo que o cara jogou bem contra os cervídeos bambilescos que aí eu peço truco! Eis o que eu disse:

"Nieto foi muito mal, tomara que mostre outro futebol, porque deu PedroOconeFobia."

Mas ontem ele entrou muito bem... e se outrora desci a ripa nas insanidades do Carpa, agora rendo uma "salva de aplausos", porque ele mexeu bem bacarai... e a vitória veio dessa mexida. Inclusive, o esquema de 3 atacantes pode dar certo se esse argentino entrar nele, um 9 alto que jogue centralizado.

Só que Atleticano é bipolar. Semana passada um monte de nego largou os "bets" com o empate, hoje já voltaram a falar em Libertadores. Conspícuos confrades Furaconenses... vamos devagar, afinal, um passo de cada vez. O ideal é que não perdamos, pra manter a pegada.

Não gosto das verdades absolutas do Mafuz. No caso Baier... ele pega no pé do cara com desrespeito, parece que quer crucificar o Baier. E depois, não vi um "futebol brilhante", como foi dito, no 2º tempo. Vi um futebol melhor que no 1º. Alguns jogadores, com as mexidas, renderam mais, como o Paulinho (que foi péssimo no 1º tempo) e Branquinho (que se solta mais, sem o Baier). O Ceará marca muito, dificultou o jogo.

O mais supimpa de uma vitória é que a cornetarada se aquieta, ninguém discute a diretoria e os profetas do apocalipse inexistem.

Anônimo disse...

Falsos atleticanos, façam-nos um favor, deixem suas cadeiras à disposição!

Fê Ferraz disse...

Carpeggianni ganhou o jogo ontem.
Aliás, tem o meu respeito, assumiu o time quando ninguém queria saber...

Estamos em 8º! Parece sonho! Depois de tanto tempo brigando somente pra não cair...

Tenho motivação de sobra pra encarar os jogos das 22:00hs...

E pra pegar a estrada domingo! Se conseguir ingresso!

Sobre o Baier, é uma pena, gosto muito dele mas está devendo e de repente, um descanso vai fazer bem!

Cansei deste lance de adular jogador, os caras não podem tornar-se maiores que o clube e o mais importante pra nós agora é vencer e vencer!

Beijusss

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

VAMOS PEGAR LEVE COM O BRUNO MINEIRO. EU AINDA NO ESTADUAL FIZ ALGUMAS CRÍTICAS A RESPEITO DO SEU FUTEBOL E ME DESCERAM A LENHA.

ONTEM DIZEM QUE RECLAMOU AO SAIR DIZENDO QUE A BOLA NÃO CHEGA. REALMENTE CHEGOU POUCO, MAS QUANDO CHEGOU SÓ FOI DE CANELA.

TODO ATACANTE PASSA POR FASES RUINS. ELE É LUTADOR. UM TEMPO NO BANCO ENTRANDO NO SEGUNDO TEMPO E ELE RECUPERARÁ SEU FUTEBOL.

ELE VAI SER IMPORTANTE AINDA. PACIÊNCIA QUE ELE VAI SE RECUPERAR E NOS AJUDAR. ATÉ PQ NÃO TEMOS OUTROS ATACANTES BONS.

COM RELAÇÃO AO ÍDOLO BAIER, BASTA ELE ACEITAR A CONDIÇÃO DE JOGAR MEIO TEMPO OU 60 MINUTOS EM ALGUNS JOGOS. NÃO É FEIO ISTO. NÃO DENIGRE A IMAGEM DE NINGUÉM. ELE PRECISA SER HUMILDE E ACEITAR. MAS TEM ESPAÇO AINDA. ONTEM FOI UM JOGO QUE NÃO ERA PARA ELE. MAS EM OUTROS ELE VAI CONTINUAR DEITANDO E ROLANDO NA MEDIOCRIDADE QUE ASSOLA O FUTEBOL BRASILEIRO.

TOMARA QUE BAIER ACEITE ISTO.

PQP FERIADÃO ATÉ QUARTA EM CURITIBA. ACHO QUE A ILHA DA MAGIA SERÁ PEQUENA PARA "NOSOTROS". MINHA FAMÍLIA VAI PARA CAMBORIÚ. DE LÁ ESTARIA PERTO... NESTA HORAS É FODA MORAR LONGE...

Anônimo disse...

Eu nao era muito fa do Carpegiani, ateh ontem eu escrevi aqui, para ele naofazer cagada. Ontem no jogo ele mecheu bem, teve coragem e muito macho, para tirar o Paulo Baier! E outra coisa, eu acho que qdo o Gerron, (naquele jogo que ele bateu a falta) foi chamado atencao, ele baixou o facho e o futebol, acho aque pegaram forte demais c/ele. Ele eh um patrimonio caro demais, precisamos dar confianca a ele, para ele se reabilitar no Atletico, nao devemos desclassificar e nem ficar desvalorizando, uma mercadoria quenos compramos e "caro" um puto de investimento, pessoal acho que o "cabron", vai dar alegrias ao Atletico.

Roberto

Anônimo disse...

Só por tirar o Paulo Baier, que não tá jogando NADA há muito tempo, o Carpeggiani já ganhou vários pontos comigo.

Chamar ele de burro, ontem, foi uma babaquice tremenda.
O time com o PB fica amarrado, todo mundo quer tocar pro Baier e ele está num ano terrível, tanto na parte física, técnica e motivacional.

Anônimo disse...

É, ontem ele mexeu com X míúsculo mesmo, hehehe.
Falando sério: meu Macalé iria para torcida que deveria se comportar um pouco melhor em relação ao treinador, se por um lado o cara inventa muito, por outro sempre trabalha muito a fim de buscar conhecer o que o elenco pode oferecer em diversas situações.
Melhor que treinador picanheiro que não sabe o que fazer quando um vai expulso, outro se machuca e por aí vai.
Titio Enéas

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Babaca macarrão caveirahhh berrando igual uma mulahhh tentando semear derrota ao Furacão. É um FDP confesso que não se contentahhh com uma lanterna. Quer o insucesso Atleticano para ofertar ao tinhoso. Escreve textos desconexos um desmentindo o outrohhh, inofensivos. O problema é o seu encostohhh que sai através dos seus berros histéricos prejudicando o Furacão. Quem acompanhou os meus postshhh sabem do que estou falandohhh. Não podemos afrouxar a "corda" que já tira o Furacão dos trilhos. hhhhhh!!!

Anônimo disse...

Kaveira com K, vá visitar tua mãe, a sra Moly. Seu filho delahhhhhhh

Anônimo disse...

Kaveira com K, vá visitar tua mãe, a sra Moly. Seu filho delahhhhhhh

Anônimo disse...

2 X 15:59, vá visitar tua mãe, a sra Moly. Seu filho delahhhhhhh

Anônimo disse...

Anônimo das 17:25, ou melhor, criança Kaveirah: aprenda a perder idiota. Várias pessoas estão te criticando e você não aprende. Coitada da Moly e suas meninas. A Moly não merecia ser comparada a este traste.

Anônimo disse...

Parafraseando o Geca: Caros confrades rubronegros, é fácil, basta não perder tempo de ler o que o Kaveirahhh vai dizer, pois nunca é nada ligado ao assunto em questão, mas apenas ao seu desejo homoCexual que é o com C. Simples, se não lêem consequentemente não comentam e um dia ele cansa (ou não, também tanto faz não vou ler mesmo).
O Caveira apenas tem opniões futebolísticas e políticas próprias, não concordar não demanda não respeitar o crânio toledano.
SRN
Titio Enéas

Anônimo disse...

Anônimo das 17:51, ou melhor, criança: aprenda a perder idiota. Várias pessoas estão te criticando e você não aprende. Coitada da Moly e suas meninas. A Moly não merecia ser comparada a este traste.

Anônimo disse...

Meu Furacão!!! Parabéns!!!! E não é um joguinho, são 10 pts e 4 Jogos invictos. Tá dando gosto. Não sei se é cedo, mas se ganhar do Avaí, dá pra pensar em libertadores????

Anônimo disse...

18:39, duvido que seja o titio.

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Todos sabem que o futuro se modifica pela ação de cada ser vivente. Uns tem mais força que os demais, criam uma energia em torno de si que se expande através de difusores como fala, escrita, atitude, a conseqüência é a evolução. O que consideramos bem ou mal mexe com o que sentimos, este conceito não existe absolutamente falando, são apenas reações aos seres vivos. O macarrão caveirahhh, exala a energia nociva aos interesses do CAP através de suas estranhas manias de querer ser notado, ou seja, caixa alta, que se diga, é anormalmente intensa no que tange à atuação. Como isto acontece, não sei; a descoberta foi pela pesquisa ao longo dos anos analisando o que estaria causando tantos azares à equipe atleticana. Quem ama o CAP faz de tudo para o seu bem! Eu amo!
Difícil de acreditar? Babozeira.? Balera? Veremos...

Anônimo disse...

Você ama o outro Caveirah. Parace mais é inveja ou amor. Deixa de ser idiota e acreditar em azar. Vai fazer outra coisa na vida moleque besta.

Luiz Andrade disse...

O Furacão voltou!


Por GLOBOESPORTE.COM São Paulo


O Atlético-PR chegou à sua quarta partida sem derrotas depois de bater o Ceará por 2 a 1 na Arena da Baixada. O time conseguiu três vitórias e um empate que alavancaram o Furacão à parte de cima da tabela. Na 18ª rodada, os rubro-negros são os que têm mais representantes na seleção: Manoel, Chico e Branquinho.

O meia, que veio do Santo André, finalmente está engrenando com a camisa do Atlético. Contra o Ceará, ele ofuscou até a estrela Paulo Baier ao chamar a responsabilidade e articular as principais jogadas da equipe treinada por Carpegiani. Ainda abriu o placar com um lindo gol, tirando a bola da marcação com um leve toque e chutando na saída do goleiro. Nota 7,5 para Branquinho.

Chico foi o autor do segundo gol, um chutaço de pé esquerdo no ângulo. Além disso, fez bem a sua função de bloquear os espaços no meio-de-campo. A exibição correta deu a ele a nota 7 e a primeira aparição em uma seleção da rodada. Com 6, Manoel completa o trio rubro-negro do Troféu Armando Nogueira.

http://globoesporte.globo.com/futebol/brasileirao-serie-a/noticia/2010/09/muralha-alvinegra-e-maestro-celeste-comandam-selecao-da-18-rodada.html

Gustavo GR disse...

DOMINGO É DIA DE CHAMBAO NO VÉIO... gosto do Pato Véio, admiro ele, nao gostei de como ele foi demitido do CAP nesse ano, mas ele que me desculpe, domingo é CHAMBAO NELE !!!

SDS RN
GUSTAVO

Geca disse...

O Baier não desce pra Floripa. É uma boa, assim o véio pode dar uma descansada, uma esfriada na cabeça e voltar à mil contra o curintia.

Essa TransaMerda, mais uma vez, tá fazendo o impossível pra criar polêmica com o assunto Baier. Se rolou discussão, nada demais, afinal Bair tava irritado por atuar fora de posição e com o baixo rendimento. Estranho seria se ele saísse achando que tudo tava numa boa. Assunto interno e pronto.

Agora tem nego querendo crucificar o Baier. Ingratidão com o cara é sacanagem. Ninguém é 100% todo o tempo. E parte da nossa torcida há tempos anda muito chiliquenta.

Um empate contra o time do ilustre véio loco Lopes seria lindo. O Atlético tem que segurar a onda. Vai ser pegada o jogo lá. Com empate seguramos os caras abaixo de nós e mantemos a invencibilidade.

Digo empate porque precisamos manter os phétidos pés no chão. Assim como falar em libertadores é lá na frente, não agora.

Mas que tá bonito o Furacão na tabela, ah tá.

Amanhã desfilarei orgulhoso minha "peita" rubronegra pela cidade ... e beberei muitas cervejas alcoólicas de alegria.

Tudodebão, confrades. Que sopre o Furacão nos fraternos manezinhos.