domingo, 22 de agosto de 2010

Domingo de futebol e regatas

Acordei bem cedo e fui ler um pouco de Nélson Rodrigues.

O nosso mais inspirado escritor quando o assunto é futebol, o anjo-pornô, me explica que o grande momento da vida brasileira no ínicio do século XX era o domingo de regatas. A alegria das multidões. O ideal era um domingão como este: céu sem nuvens, solzão, aquela paz.

Todos os caminhos levavam até a enseada de Botafogo. As mulheres sempre elegantes de chápeu. Os homens de cartola e polainas para ver as competições de remo. Na época, era o principal esporte do Brasil.

Lugar que o futebol ocupou faz tempo e para toda a eternidade. E hoje tem regata na velha Baixada. Os homens vestem rubro-negro com amor e as nossas mulheres, bem não quero parecer grosseiro, são agora de tirar o chapéu. Talvez tenha acordado um pouco otimista demais, até por que ontem eu não bebi e tou sem ressaca, mas não sei não, gente boa: parece que hoje será um dia daqueles.

Vamos listar os ingredientes que tornam esta tarde especial: tempo perfeito e o horário ideal para o futebol - domingo, às 16h. O mosaicão histórico que será devidamente eternizado pelo documentário da Petrobrás. O atual campeão brasileiro e um dos fregueses mais fiés como adversário. E , principalmente, uma escalação mais perto daquilo que a galera quer - sem invenções ou surpresas. Tudo para ser um puta domingo de festa na Baixada.

Quanto a escalação (se é que não teremos o "treino da madrugada"), acho que desta vez o 'home' acertou. Acho que a zaga é isso aí. O que temos de melhor, enquanto o Azevedo não volta. E uma coerência reconfortante. O lateral direito na direita e o lateral esquedo na esquerda. De resto é torcer para que o Manél fique inteiro, ele que estreou sua carcaça contra o Flamengo no primeiro turno do ano passado.

No meio, a estréia do Olberdan. A grande interrogação. Este, ninguém nunca viu jogar – nem a diretoria do Atlético. O que eu sei é que ele tinha fama de badboy em Portugal. Era o capitão do time, tinha moral lá. Vamos ver. Depois, o nosso bravo e lutador Chico ao lado do maestro Paulo Baier.

Na frente - sem Guerrón que ainda não estreou - teremos velocidade, habilidade e juventude com Maikon Leite e Marcelo Ziquita. No comando, o Bruno Mineiro. mais dentro da área, só com a responsa de empurrar o balão pra dentro. Audácia e mais audácia. Para abafar desde o início e tentar garantir a vitória logo de cara. Assim como sempre foi na Baixada em anos vitoriosos. Parece que o Carpa levou em conta o fervo que vai estar o Caldeirão para escalar o time.

18 comentários:

Anônimo disse...

É isso aí. Dia de baixada. Mas eu escalava outro time, com Branquinho para tabelar com o Baier. O Carpa implica com o Branquinho. Se sai o titular ele muda o esquema. Era a vez dele, o Carpa ressucitou o Netinho. Hoje, então, a entrada tava desenhada e eis que Marcelo ressurge das profundezas do Umbará. Não que eu tenha nada contra três atacantes. Nem contra o jovem Marcelo, para mim, ao lado do Manél, a grande promessa daquela safra que apareceu no vice da Copa São Paulo. É um baita reforço para o elenco, se tiver a fim de jogar no Atlético. Mas que, Carpa implica com o Branquinho, ah implica. Ou não?

Polaco

Anônimo disse...

eu em compensação tou com uma ressaca filha da puta. mas até as quatro me recupero. e também gostei do 433.

Anônimo disse...

PQP! O Carpa quer cavar a cova dele! Hoje é dia de BRANQUINHO, porra! Os caras do urubu tão se achando! Tão dizendo que vão quebrar o tabu! Vão o caralho! Hoje é o dia da arrancada! E esse bosta, não escala o Branquinho! Se der qqer coisa diferente de vitória, pode mandar o Carpa tomar no c. dele! Manda o bosta embora! Já escalou "trocentos times" e não consegue dar um mínimo de padrão ao time! É porque não sabe nada de bola! Fora Carpa! ...enquanto é tempo!

Anônimo disse...

Um, dois, três, o mengo é freguês!

AGORA TEMOS QUE GANHAR MAIS UNS JOGOS SEGUIDOS PORRAAAA

Anônimo disse...

termina o jogo na Arena... gol do Ipatinga.

Anônimo disse...

O PARDALgiane ressussitou o Netinho contra os bambis e depois queimou, nunca mais ficou nem no banco, ressussitou Gustavo Araujo contra o palmeiras e depois queimou, no oputro dia o jogador foi emprestado pro sport de recife, hoje ele ressussitou o Marcelo e queimou o jogador, puta que pariu não existe alguém dentro do CAP que de um esporro neste cara transvestido de técnico.

Anônimo disse...

Pardalgiane fora!!!! Que merda de jogo hoje!!!! Sorte que temos o Manél e o Paulo Baier!!!! Maikon Leite não fica no Atlético até o fim do ano!!! Tá jogando muito!!!!

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

BRUNO MINEIRO JOGOU?
O QUE O MARCEL QUER DA VIDA?
PAULINHO PRECISA APRENDER A APOIAR.
A SORTE É QUE O FRAMENGO NA FRENTE É HORRÍVEL.
CHICO E MAIKON LEITE FORAM OS MELHORES. AS ARRANCADAS EM VELOCIDADE DO CHICO DEVERIAM MOTIVAR OS OUTROS JOGADORES A JOGAR TAMBÉM DE FORMA RÁPIDA.

MAS DEIXA PRA LÁ. MELHOR JOGAR MAL E GANHAR.

UM ALÍVIO, MAS ESTAMOS SOMENTE A 2 PONTOS DO REBAIXAMENTO.

O JOGO CONTRA O PRUDENTE FORA E O GAYMIO DOMINGO QUE VEM SERÃO FUNDAMENTAIS.

MESMO PREOCUPADO COM O TIME JOGANDO MAL, PELO MENOS ESTOU CURTINDO UM DOMINGO FELIZ.

Anônimo disse...

HEI, CAVEIRAHHH, VAI TOMAR NO CÚ!!!

Anônimo disse...

hei, caveirahhh, vai tomar no cú!!!(2)

Anônimo disse...

hei, caveeerahhh, vai tomar no cú!!!(3)

Anônimo disse...

O próximo que PARDALgiane vai ressussitar deverá ser o Anderson Aquino, podem esperar a escalação pra quarta fera!

Anônimo disse...

HEI,CAVEIRAHHH, VAI TOMAR NO CÚ!!!(4)

Anônimo disse...

se o time tivesse perdido, teria uns 100 coments aqui. cadê os cornetas de plantão???

Fabricio disse...

Devido a uma puta gripe que me abateu esta semana, ontem eu ainda hesitava em ir à Baixada. Mas por se tratar do mengo, mais o mosaico e, evidentemente, pela paixão que nos move em não querer perder um jogo sequer, fui à Baixada e já de início, durante o hino, levantando meu pedaço de TNT que me fora reservado, com a torcida cantando o Hino Nacional, dava pra sentir toda aquela paixão da torcida que já há algum tempo não presenciávamos em nosso Templo! A vibração que se seguiu nas arquibancadas que, inclusive, abafou o som do Hino do Paraná, foi algo que trouxe a emoção à tona. Independentemente da partida, dos nossos erros, da arbitragem tendenciosa... o importante foi a vitória e deixo para os críticos de plantão a análise técnica do jogo.
Mas sensacional mesmo foi ver, já em casa, nos blogs e outros meios, o trabalho da equipe de Mosaicos. Onde eu fico (GVINF) não dava pra ter idéia da beleza do trabalho deles que deu início a uma explêndida tarde de Domingo e com certeza de um excelente início de semana.
Hoje estou em paz e imensamente feliz e satisfeito por ser atleticano.
SRN!

Peterson disse...

Parabéns a todos da comissão do mosaico, que coisa linda.
Parabéns a todos os Atleticanos, que apoiaram o time no decorrer dos 90 minutos.
SRN

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Este macarrão caveirahhh não é atleticano. hhhhh!!! Temos que enxotá-lo daqui.

Gustavo GR disse...

O jogo foi duro. Nao foi uma partida brilhante, mas foi uma bela demonstraçao de raça. No 1º tempo estava um buraco no meio que facilitou a chegada do Flabosta na cara do gol. No 2º tempo, Chico recuado para a zaga, jogou muito tambem e com Branquinho no time o jogo fluiu melhor e chegamos a vitoria, com um Paulo Baier bem marcado e nao tao inspirado, mas decisivo na cobrança do escanteio e com um Maikon Leite jogando muito. Os laterais precisam realmente apoiar melhor. O Wagner Diniz pouco sobe (tudo bem que tinha que dar combate ao bom Juan) e o Paulinho corre muito, se apresenta bem, porem nao tem muita qualidade no apoio. No meio, Chico foi um gigante na marcaçao, deu opçao, arrancou, passou, Olberdam jogou pro gasto e Paulo Baier nao foi o maestro de sempre, porem foi decisivo. Na frente, Marcelo foi uma decepçao e foi muito bem substituido por Branquinho, Maikon Leite foi um gigante e Bruno Mineiro esteve sumido.

Destaques individuais: Rodolopho, Manoel e Maikon Leite.

Constataçao: Branquinho precisa ser titular.

Destaque negativo: Marcelo, que apesar de ser um otimo jogador, com potencial, ontem nao aproveitou a chance de poder mostrar serviço, em casa, com toda aquela massa apoiando... infelizmente, o piá amarelou e nao é um substituto a altura do Guerron. Ah, e destaque negativo para o Seu Carlos Eugenio Simon que ''NAO VIU'' um penalti clarissimo no Maikon Leite e, depois desse lance, começou a apitar umas faltinhas para fazer media.

Espero que o time mantenha essa pegada e faça um bom papel na quarta feira, fora de casa, pois será um jogo decisivo, de 6 pontos, contra um time que nao tem torcida, nao tem tradiçao, enfim, é o jogo para fazer mais 3 pontos e mostrar o que esse time quer no campeonato, se é fugir do rebaixamento ou lutar pelas primeiras posiçoes.

Acho que está bem claro quais sao as opçoes de formaçao para o proximo jogo:

3-5-2 que jogou no 2º tempo:

NETO

MANOEL
RODOLPHO
CHICO

OLBERDAN
WAGNER DINIZ
PAULO BAIER
BRANQUINHO
PAULINHO

MAIKON LEITE
BRUNO MINEIRO

ou um 4-3-3 com a volta de Guerron:

NETO

WAGNER DINIZ
MANOEL
RODOLPHO
PAULINHO

CHICO
PAULO BAIER
BRANQUINHO

GUERRON
MAIKON LEITE
BRUNO MINEIRO

SDS RN
GUSTAVO