terça-feira, 18 de maio de 2010

Cada vez mais chato


Paradinhas de Alan Bahia: sem dó dos goleiros.
Tamanha a choradeira de alguns goleiros e a opinião da imprensa politicamente correta, a Fifa resolveu proibir a paradinha nas cobranças de pênalti. Alegam que a artimanha desiquilibra a disputa entre cobrador e goleiro - a favor do cobrador, é claro.
Mas e quem é que quer igualdade numa hora dessas?
Normalmente, aliás, o pênalti (se não foi roubado) já serve exatamente para corrigir uma injustiça - o atacante prestes a fazer um gol que é derrubado na área; um zagueiro que tira com a mão a bola que iria pra dentro do gol, etc...
O bom da paradinha é justamente ver o goleiro humilhado, abatido, rebaixado, submisso, impotente.
Mas agora acabou. Tá na regra. Deu uma paradinha, o gol não vale, a cobrança será repetida e o cobrador advertido. Bem, se levarmos em conta que o Paulo Baier recebeu um cartão amarelo dia desses porque a bola não estava exatamente em cima da linha na cobrança de um escanteio...
E o futebol segue assim rumo à modernidade. Cada vez mais engessado, cheio de normas, desinteressante, burocrático. Cada vez mais caro e mais chato.
Pior ainda pra nós, atleticanos, porque nos últimos anos a jogada mais emocionante do time é a paradinha do Alan Bahia.

11 comentários:

Mylla disse...

Essa história de politicamente correto pra tudo é uma chatice! Cada vez mais as coisas pioram. Não tem cerveja, não tem paradinha e também não tem futebol!

Anônimo disse...

Ainda vão proibir o drible, afinal é uma afronta para o driblado, verdadeira humilhação...veja só!!!
Titio Enéas

João disse...

Para mim deveria funcionar assim:
-A partir do apito do árbitro o goleiro pode se mecher a vontade, desde que dentro da pequena área.

Outra coisa deveria acabar com a interpretação do juiz com mão-na-bola/bola-na-mão, bateu na mão é falta. Com ou sem intenção.

Anônimo disse...

Não é uma penalidade máxima????Justa, indubitável, apontada pela autoridade??? Logo o goleiro que se lasque....

JMK disse...

O ruim de qualquer "proibição" é o limite, isto é, no caso tem que definir o que é e até onde é ou não a "paradinha" e ficar a mercê da interpretação do árbitro.
Já que é uma infração o time infrator não pode ser beneficiado. Poderia no máximo permitir livre movimento do goleiro após a "paradinha". Não achei correta essa nova determinação.
Minha opinião.

Michele disse...

Acho uma judiação impedirem a paradinha. Quanto ao video das paradinhas do Alan, ressalto que aquela com a cabeça enfaixada foi demais!!!

roderley disse...

Isso mesmo, cada vez mais chato não é de hoje que o futebol anda meia-boca: ingresso caro, burocrático, arbitragens tendenciosas principalmente contra nós, todo ano fugindo de rebaixamento e agora proíbem a paradinha em cobrança de pênaltis. Como os colegas anteriores já disseram o pênalti é uma punição para o infrator pois com certeza o adversário marcaria o gol se não fosse obstruído.
A Fifa pelo geito não quer ver é gol, o cara que se incomoda com a paradinha é um tremendo de um babaca, cada vez estão deixando o futebol mais pobre e desmotivador.

Geca disse...

Sem dúvida o futebol tá ficando muito chato. Não bastasse a rara demonstração de habilidade, que sucumbe ante a força física e a prioridade a marcação, os caras FIFÂnicos sempre tendem a fazer o desnecessário... ou seria desfazer o necessário... enfim... "se perdi".

Não vou dizer que a paradinha é justa... acho bacana, mas também, sacana. Entretanto, o que precisa realmente ser feito, não fazem. Como, por exemplo, punição exemplar a jogadores desleais (o agressor cumprir o mesmo tempo de afastamento do agredido), punir jogador que simula falta induzindo o árbitro ao erro, definir se bola na mão é ou não falta, em que circunstâncias, ou se toda bola na mão é falta, se se agarrar dentro da área é pênalti, ou não, enfim, não faltam coisas pra se resolver no futebol, mas os caras vão mexer onde não precisa.

Após o apito, o jogo só vale depois de o jogador tocar na bola, assim, qual a coerência em impedir a paradinha... se a bola não foi tocada? Assim, antes de tocar na bola o jogador pode fazer o que quiser: careta, dançar “cada 1 no seu quadrado”, pôr o dedo no nariz ou assoviar.

Enfim, o futebol vai se elitizando, como querem alguns, os valores que se pagam aos jogadores e técnicos são estratosféricos e indecentes ...

Aqui no Brasil, por ex., porque a CBF não faz nada contra a figura nefasta e sanguessuga do empresário? ; porque não age contra a falta de critério, de qualidade e de conhecimento técnico da arbitragem, da maneira particular com que cada um apita e faz valer a regra? A cada jogo uma surpresa. O que pra um é falta, pro outro não é, o que pra um é cartão, pro outro não. E os agarrões dentro da área? Devia estar na regra:

“agarrou jogador do curintia, é pênalti com expulsão; mas se for do jaracatiá, não é.”.

Brincadeira à parte, devia ser definido: “segurou a camisa do camarada na área, é falta”. Pronto! Pára com a palhaçada. E a reclamação contundente de jogadores ao árbitro a cada falta? O árbitro não é a autoridade máxima? Por que chove jogador sobre o cara quando ele apita?
Enfim... mas a paradinha é o “grande problema” do futebol e do mundo. Dizem que foi por causa da paradinha que ocorreu a crise econômica mundial ano passado. A paradinha é que faz vencedores e vencidos, e não os grotescos erros de interpretação, falta de critério e desonestidade.

Infelizmente o futebol é um esporte imoral e desonesto... nisso o Brasil é campeão.

Anônimo disse...

A paradinha só funciona pra quem sabe fazer. Por exemplo, o nosso Alan-Bique.
Agora, goleiro que é bom pega a paradinha. Lembram-se do Neto pegando a "coisa" que o Robert tentou fazer?
Até Cristiano Ronaldo tentou usar a paradinha e se deu mal.

Achei inútil essa proibição. Daqui a pouco vão proibir gol por cobertura.

Anônimo disse...

É isto que acontece quando este esporte é comandado por um idoso, humorista, político que nada entende de futebol.
Não bate uma saudade do nosso Havalange?
Não estou sendo racista não, né?

Fernanda disse...

"Pior ainda pra nós, atleticanos, porque nos últimos anos a jogada mais emocionante do time é a paradinha do Alan Bahia."... hahaha

Vc ficou injuriado mesmo com a proibição da paradinha, Guerrilha...rsss

Tens razão, tudo anda chato demais...