quinta-feira, 15 de abril de 2010

Ficou pra Baixada

O Atlético volta de São Paulo com uma derrota por 1 a 0 para o Palmeiras, e agora vai decidir em casa, na próxima quarta, a vaga nas quartas-de-final da Copa do Brasil.
Placar injusto, diga-se.
O Atlético anulou as ações ofensivas do Porco durante toda a partida, mas acabou tomando o gol numa das poucas boas jogadas indivicuais do time paulista.
Por outro lado, faltou poder ofensivo ao Furacão.
As poucas jogadas de perigo surgiram, como sempre, de escaneios e faltas cobradas por Paulo Baier.
Numa delas, por pouco o zagueiro Rhodolfo não empatou a partida - o goleiro Marcos salvou espetacularmente.
Ainda houve a palhaçada promovida pelo zagueiro Danilo, aquele mesmo traíra que abandonou a concentração quando ainda era jogador do CAP. Mas essa história eu deixo para outro post.
E o jogo acabou assim. Um detalhe definiu a vitória para o Palmeiras.
Porém, por um placar nada impossível de se reverter.
Mesmo sem Paulo Baier, expulso quase no fim da partida. Expulsão também injusta, pois se a falta que resultou no segundo cartão é bastante discutível, o lance que gerou o primeiro é totalmente indiscutível: a punição foi uma excentricidade do senhor árbitro, que amarelou a vida do maestro porque, numa cobrança de escanteio, a bola não estava sobre a linha. Um exagero total.
Mas vamos em frente.
Que Quarta-feira é dia de caldeirão fervente.
E de porco à pururuca.

12 comentários:

PAULO R. disse...

DANILO JAIL

Anônimo disse...

Raul mostrou mais uma vez q nao pode ser titular na Ala do CAP!

Netinho entao tsc tsc esse num tem jeito esta na profisao errada!

Tem q falar pro Marcio Azevedo q a bola pode ser cruzada na area as vezes!

O cara cisca cisca e perde a bola Puta que Pariu!

Anônimo disse...

O danilo FDp chingou sim o manoel de macaco é só essa m da globo por o vt na hora q esse racista do k rae cospe no Manel eem seguida faz o ato , não podemos deixar isso sair barato para esse traíra......

Anônimo disse...

Vamos receber "bem" ele aqui em Curitiba! Como fizemos com o Dagobambi! Esse maldito nao vai tocar na bola!!

Fernanda disse...

tafudido... pior viagem da vida dele... imbecil...

Carlos disse...

SRN! Estou planejando sair aqui de Campo Mourão para apoiar o Furacão... guerrilheiro, vc sabe o horário da partida????? Aguardo resposta!

Julio disse...

Ontem o Leandro entregou o jogo. Infelizmente, mesmo com toda sua capacidade técnica, mostrou que não tem estrutura emocional para suportar a "imprensa" local. Os caras da "latinha" escalaram o Bahia. Ele sabendo da importância do Netinho no seu esquema o escala como atacante e mata o cara. O Netinho, e ai a torcida precisa ter um pouco de vontade para ver isso, estava dividindo a tarefa de criação com o Baier. Assim surgiram 3 goleadas seguidas. Ai veio a imprensa, exigiu o Bahia e o time caiu drásticamente. Voltou a ser comum da Slva. Não sei se o Lisa dará certo já na próxima semana, mas se jogar o que jogou contra nós nos 3x2 será útil. O Fransérgio precisa de chances neste time. Já que o esquema tem que ser 3x5x2 como escalam os comentaristas, então precisamos de um volante como ele, que saiba sair tocando a bola. Pelo que jogou ontem é favorito no jogo de volta, ai sim, com o Bruno, que fez muita falta, e um lateral direito. Mesmo sem o Baier acredito na classificação.

rever disse...

O márcio azevedo não marca ninguém, sério, o cara até pode ser bom no ataque, mas defensivamente é melhor por um cone no lugar dele.

Geca disse...

Corroboro com o Julio...
gosto do Alan, mas o time, por A mais B, já mostrou que rende mais ofensivamente com Netinho e Baier no meio. Netinho no ataque com Pepe foi invenção. Niehues se perdeu nessa... e feio. Metesse o Marcelo ali. E mais, o Furlan não foi nem pro banco? Ele é muito melhor que o Patrick. Não entendi o Leandro. Do jeito que escalou ferrou com o Baier, com o Netinho, com o Pepe... e dizer o que do Raul... esse se ferra sozinho.

Rever, com todo o respeito, o Márcio até marca, mas não é aquele marcador sensacional. Todavia, num esquema com três zagueiros, Márcio não tem como função principal marcar; sua função principal é atacar. Mesmo assim, pelo que ouvi nos comentários (já que não vi o jogo) ele não foi bem. Mas tem moral de sobra.

O 1 a 0 não foi ruim, o que foi ruim foi o segundo gol do Palmeiras, que é a ausência do Baier. Essa foi foda.

De qualquer forma, sou mais Furacão na semana que vem. Agora... é ATLEtiba. Vamo pra cima dos cara!

Zuca disse...

como nosso time é ruim, só bola alta. E agora sem baier. Só no grito mesmo. Valência e Bahia já não conseguem mais marcar ninguém.
Que vergonha aquela tabela no meio de 4 jogadores do CAP. É de arrepiar esse time. Sorte termos a torcida mais incrível desse país.

Bruno disse...

Concordo com o parceiro ae de cima.: a meiuca do Furacão não marcou ninguém ontem!Nosso meio tava perdidinho da silva, a Alan só cercava os caras, não vi dar 1 unico combate.
E mais: nosso domínio de bola ontem foi HORRÍVEL!Cada passe recebido era dominado na canela, a bola espirrava pro lado. Nas tabelinhas a bola era devolvida feito um tijolo, daí o motivo de não termos criado NENHUMA jogada com a bola no chão.
Deus que me perdoe, mas se jogarmos assim no Atletiba não ganharemos nunca...

Gustavo GR disse...

Concordo com Julio e com Geca e, se me permitem, acho que o Nihues só nao foi o Macalé ontem, pois conseguiu neutralizar o palmeiras (que fede de ruim), acertou o time no 2º tempo e principalmente porque o Raul, jogo apos jogo, se supera na ruindade. Esse 3-6-1 do Nihues foi uma invençao terrivel.

Na verdade, ele escalou o Netinho de atacante, porem ele (Netinho) nao sabia se era atacante ou volante. Ficou completamente sem funçao e, com Paulo Baier bem marcado e, um tanto quanto destemperado, acabou deixando o Pepe Toledo isolado. Poderia ter escalado o time com o Valencia apenas de volante, colocar o Marcelo desde o inicio no jogo, ao lado do Pepe e jogar com o Netinho no meio, tal e qual ele vem fazendo aqui. O Alan Bahia poderia entrar no 2º tempo para cadenciar o jogo e apertar a marcaçao. Eu tambem estranhei a ausencia do Bruno Furlan. Muito mais ele do que o Patrick...