segunda-feira, 5 de abril de 2010

Dos tempos de Pinheirão


Anos 90, tarde de sol e uma noite no Pinheirão. Fotos de Guilherme Caldas/Candyland Comics, feitas com uma Lomo L-CA e uns rolos de filme reversível.

43 comentários:

Dindo disse...

Sofrimento duca...

Julio disse...

Sinceramente, não tenho saudades nenhuma. Aquele estádio era horrível. Mesmo assim sobrevivemos!

Anônimo disse...

Não entendo pq contrataram o Serna e o Vanegas e desistiram do PEDRÃO...

Esse seria um reserva de luxo no nosso time.

Pepe Toledo, Marcelo, PEDRÃO, Bruno Furlan, Bruno e Alex Mineiro.

Ai para ficar Excelente mesmo era só ter segurado o NEI para a lateral direita e o MARCINHO CACHAÇA para jogar ao lado do BAIER no meio campo.


1.Neto

3.Manoel
4.Rodolfo
5.Chico

2.Nei
8.Valencia
7.Marcinho
10.Paulo Baier
6.Marcio Azevedo

9.Bruno Mineiro
11. Pepe Toledo

Com esse time em campo dá para jogar no 4-4-2 com o Azevedo no meio e o Chico pela esquerda.

3-5-2 com esta ali

3-4-3 adiantando o Marcinho.

é com grandes reservas: Alan Bahia, Claiton, Marcelo, Tartá, Raul, Netinho, Alex Mineiro, o PEDRÃO.

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Pinheirão foi de grande utilidade para o CAP se desenvolver, sobretudo enfrentando as dificuldades que o Clube enfrentou (sem teto), reagiu mostrando seu caráter vencedor que tem hoje o CAP. Teria sido a maior maior pareceria da História do futebol Brasileiro, se não fosse a ganância que se instalou na Federação. Vi um literalmente pobre empregado se tornar Presidente que preferiu investir em si com "direito a um Mercedes com motorista particular, em vez de construir o Estádio...

duune disse...

Eta sofrimento...

É por isso que sempre que entro na Arena, ergo as mãos pro céu, e reconheço que, pelo menos estádio, nós temos.

Nunca vou esquecer do 6 a 2 que tomamos do Corinthians. Ou da derrota pro Botafogo, nos pênaltis. Esses jogos marcaram o Pinheirão negativamente na minha memória!

É claro que também lembro do de 98, quando fomos campeões paranaenses lá mesmo, no Pinheirão, quando não consegui ver o pênalti perdido por Régis, goleiro do Coxa na época, graças as placas de publicidade que cobriam a nossa visão.

Só pude comemorar quando vi a Fanáticos, do outro lado do estádio, comemorando!

É galera, por isso sempre canto: "e eu falei, viva a baixada, e que se f#$%* o pinheirão!

Anônimo disse...

puta q pario esse pinheirao era foda

Anônimo disse...

Tb passei muito frio, nas cadeiras do Pinheirao, era foda. Nao dava mais de 5.000 torcedores (qdo dava)

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

5.000 TORCEDORES? ISTO ERA RARO...

LEMBRO DE ASSISTIR JOGOS EM 89 CONTRA PLATINENSE, MATSUBARA, UMUARAMA (JOGO QUE PEDRALI QUEBROU A PERNA) COM 300 / 400 TORCEDORES.

NESTA ÉPOCA NÃO SE VAIAVA JOGADOR DURANTE O JOGO PELO MENOS.

COM RELAÇÃO AO KAVEIRAH COM K, VOU TE ENVIAR UMA CUECA MINHA PARA VC POIS DEVE ESTAR APAIXONADO OU COM INVEJA DE OUTRO HOMEM. MEU DEUS!

Anônimo disse...

Os tempos de Pinheirão eram foda mesmo.... Mas penso que oq fez nossa torcida realmente tão vibrante e aguerrida foram os momentos difíceis pelos quais passamos, como o jejum que terminou com o título em 70, os anos intermináveis sem casa, etc.
Nesse contexto, acho a frase “Da sua história, nossa honra” muito significativa (e aquele bandeirão demais, arrepia!!!) e uma razão que não justifica o alto grau de exigência de algumas pessoas que vão a Arena hoje. Tem cada mala que pelamordeDeusss!!! Gosto muito de ler as mensagens deixadas pela galera aqui nesse espaço e não me conformo com os cornetas de plantão, que reclamam por reclamar, sem a intenção de propor uma idéia, um questionamento... Mas penso que o coro de xaropes poderia ser ainda maior não fossem aqueles anos de pão com bife e camisas rotas no estádio da FPF...
Parabéns pelas fotos, espero ver mais dessa época, vai que apareço em alguma....
Abração galera!!!

Diego disse...

me lembro bem deste "estádio"

Anônimo disse...

Torcida do CAP nos tempos do pinheirão >>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>torcida de hoje em dia

Julio disse...

O Pinheirão foi um tremendo golpe no clube e nos seus torcedores. As obras estavam paradas quando surgiu o Atletico, que abriu mão da sua casa para mandar os jogos naquele lugar. Vendeu cadeiras e camarotes e viabilizou o "término" das obras. Analisando isso, vejo que a história do Atlético é cruel com o Farinhaque que simplesmente o esqueceu. Ele, no peito e na raça, devolveu nossa casa. Modesta, mas nossa casa. A revolução Rubro Negra começou em 1995, mas suas raízes vieram um pouco antes com a reinauguração da Baixada em 1994, que marcou uma nova fase na vida do clube. 2014 marcará de forma triunfal os 20 anos do retorno a Baixada! Tanto o Farinhaque como o Ricardo Blumenau (autor do gol do volta a casa) deveriam ser homenageados nesta data.

Anônimo disse...

É IMPRESSIONANTE como qualquer menção ao Pinheirão desperta numa determinada turma uma coceira danada.

Se todo mundo que reclama do hoje abandonado estádio da FPF tivesse realmente frequentado o local, o Atlético teria tido uma média de 50 mil pagantes na época.

Boa parte desse pessoal é da turma do popôzinho de veludo, que só se pronuncia sobre o tema para defender, indiretamente, o antigo presidente, aquele que, para eles, trouxe vida ao Rubro-Negro (mentira).

Por isso, para os chupetas que estiveram lá de verdade, digo: os anos de Pinheirão foram muito sofridos, mas foram MUITO BONS.

Nós, os pouquíssimos que lá estiveram, AMAMOS LOUCAMENTE o Atlético por todo aquele período. Ficamos tristes muitas vezes, mas, nas poucas vitórias do Furacão, a FELICIDADE ERA ETERNA.

Por isso, alto lá...

Abraço Guerrilha.
Peçanha

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

"COM RELAÇÃO AO KAVEIRAH COM K, VOU TE ENVIAR UMA CUECA MINHA PARA VC POIS DEVE ESTAR APAIXONADO OU COM INVEJA DE OUTRO HOMEM. MEU DEUS!"

Inveja deve ter você que não sabe ser torcedor, muito menos conversar, um arrogante tentando ser uma imitação do Anjo da Morte! Isto, invoque o teu deus.

Anônimo disse...

Apenas complementando... como disse o Julio, Farinhaque (aquele que é piada na boca de alguns) é o verdadeiro MESSIAS.

Foi ele que devolveu o Atlético ao seu lar, e por conta disso tudo começou...

Peçanha

Julio disse...

É impressionante como tem BABACAS que se acham mais que os outros. Quando vc faz algo ou tem realmente consciência de que tem alguma importância, não espalha para ninguém. Chamo o inverso de complexo de inferioridade!

Julio disse...

Opa, saiu em blog errado. Me xingaram em um blog, estava com a janela aberta e errei feio, desculpem a cagada!

Anônimo disse...

Duro mesmo e´aguentar os cornetas lá do Fala Atleticano, pois tem cara lá metendo o pau em Bruno Mineiro, Toledo, Chico e Rodolpho. Daqui a pouco nem o Baier escapa.

Anônimo disse...

O Mauro Marques que postou no fala atleticano é um paquita doente, ele fez só pra agitar os tocedores do FURACÃO.

Janguer disse...

Até cadeira eu comprei. Anel superior. Foram noites e noites geladas. Mas isso faz parte da nossa maravilhosa história. Faria tudo isso de novo. Vivendo momentos de Pinheirão, provamos que nossa torcida crescia mais e mais, mesmo sem títulos ou estádio. Quem viveu esses tempos na carne da muito mais valor aos tempos atuais.

Anônimo disse...

O que disse o anônimo das 16:04
É o estilo Caveirahhh de Toledo - Pr, só que aqui o necrosado fala mal do Netinho, Raul, Serna, Wallyson, Gerônimo, Vanegas, MM, Valência... todos atleticanos, menos MCP e Pepe.

Anônimo disse...

Alguem tem alguma ideia de quem serão os reforços do CAP, dizem que tem um Lateral Direito que apresenta semana que vem um atacante e um meia que Vai Bomba os noticiarios nacionais!!!! Alguem sabe de alguma coisa?

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

FALAR MAL AQUI É UMA COISA. VAIAR DURANTE O JOGO OUTRA.

E CARO AMIGO NUNCA CRITIQUEI O RAUL, O WALLYSON, O LEÃO VALÊNCIA E NEM O VANEGAS QUE POUCO VI JOGAR (SOMENTE CONTRA O RIO BRANCO).

AGORA "GEROMO", FAQUINHO E BERNA NÃO TEM COMO FICAR QUIETO.

MAS VAIAR DURANTE O JOGO NÃO. APRENDI NA ÉPOCA DO PINHEIRÃO QUE SE BOTASSE O MANTO SAGRADO PARA MIM ERA MELHOR QUE O MARADONA.

A VAIA DURANTE O JOGO INIBE O JOGADOR DE TENTAR UMA JOGADA INDIVIUAL E ERRAR E SER VAIADO.

COM RELAÇÃO A MCP. VEJO QUALIDADES SIM. MAS NÃO O ENDEUSAMENTO DO CAP4EVER.

TINHA ERROS. TALVEZ MENOS OU MAIS QUE MM. MAS FOI MUITO IMPORTANTE PARA O ATLÉTICO APESAR DE TUDO O QUE FOI DITO E NADA PROVADO.

MAS ELE É PASSADO. E NÃO PODE MAIS VOLTAR PARA O ATLÉTICO. É PRECISO GENTE NOVA NO CLUBE. COM NOVAS AMBIÇÕES E NOVOS "PROJETOS" SEM SER ARQUITETO...

Anônimo disse...

Caveirahhh,
Você é surdo, não enxerga direito e está ruim da cabeça. Nada que MM falou de MCP é mentira apenas não era tão grave como a imprensa e alguns torcedores apregoaram; mas, se MM tivesse ido na da gestão anterior a pedra de "sifu" que já estava no alto da colina teria sido lançada e estaria acelerando encosta abaixo.
É isto que você está pregando.

_Madroxx_ disse...

O Pinheirão era uma desgraça, frio e feio, mas como disseram acima, nos faz valorizar muito a Baixada como é hoje.
Mas, naquela época, tudo era diferente, até a relação do torcedor com o clube. Torciamos muito pra jogadores que se esforçavam ao máximo e eram "craques" pela raça.
Porém, se pensarmos em proporção, de repente não ganhavam nem o que um jogador em idade de junior ganha hoje. Achei interessante o Paulo Rink dar entrevista num programa de TV há um tempo atrás, em que, na época de inicio, era normal "amaciar" as chuteiras para um veterano do profissional. Segundo ele, não existe mais isso.
Ver essas fotos até dá saudade, não do Pinheirão, mas do tempo em que havia menos cornetagem e se torcia mais pelo prazer de torcer e se empolgar. Hoje, para alguns, o futebol virou desculpa para atirar, agredir ou mesmo matar, como ocorreu aqui em Curitiba ano passado.
Bacana mostrar as fotos, Guerrilheiro. É sempre bom olhar o passado para pensar o futuro.

Anônimo disse...

O lateral o Maicon da Inter e o meia é o Kaká do Real Madrid. Aguardem...

Anônimo disse...

Tem também umas lembranças boas do Pinheirão... como aquela goleada F1 que aplicamos na Portuguesa com o Zagalo de técnico...
Que velô aquele time, dos tempos do Kelly se não me engano, talvez em 98 mesmo...
Teve também o choro do Farinhaque na rádio, aquilo fez ver que ser atleticano era algo diferente de "torcer para um clube", religião mesmo...
Quem nos levou lá foi o Moura, se não me engano, nosso messias na época O terceiro de 83 foi algo muito memorável sim senhor!!), fez igual o Pet, gostou do caldo e tomou para si, misturou uma coisa com outra, se perdeu também e depois ficou totoalmente louco na federeca...
Titio Enéas, um dos 400 citados aí em cima...

M.JUNIOR disse...

É pessoal, as vezes penso em todo o sofrimento de todos os atleticanos daquela época, me lembro como se fosse ontem, pinheirão lotado, corínthians massacrando nosso time, mulheres e crianças chorando próximos ao fosso e ninguém acreditando naquilo que presenciávamos, mas com certeza foi crucial no desenvolvimento do Atlético nos dias atuais...

M.JUNIOR disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M.JUNIOR disse...

PESSOAL E QUE NINGUÉM ESQUEÇA DISTO, (EM LETRAS GARRAFAIS MESMO) É GRITANDO MESMO, NINGUÉM ESQUEÇA DISTO!!!! PINHEIRÃO QUEM FOI SABE DO QUE FALO!!!! A BAIXADA É NOSSA E NÃO DOS ADVERSÁRIOS, SE FOR PRA VAIAR FICA EM CASA, VAI PRO BUTECO ECHER A CARA, SAIA COM A PATROA E AS CRIANÇAS, O ATLÉTICO NÃO PRECISA DE VC!! SE FOR INCENTIVE, QUEM UM DIA PISOU NO FÉTIDO PINHEIRÃO, COUTO XIQUEIRÃO, ENTRE OUTROS SABE DO QUE FALO!!! E TENHO DITO!!!

M.JUNIOR disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
rory disse...

O "estádio" era horrível mesmo, mesmo assim tenho algumas boas lembranças - como ganhar o título estadual em cima dos coxas.
Algo interessante notar é frase escrita na bandeira do torcedor "CAP ninguém te segura". Comparando o que vemos agora, parece que não evoluímos muito - tipo "sou CAP e se não gostar que se f***"

Silvio Gonzaga disse...

O meia - cancha a ser anunciado é o Conca do Vassourinha do Norte. Na direita fiquei sabendo que é o Leandro Miguel do Anápolis. A fonte é o Sports Piraquara. Reza a lenda que os caras são muito bons.

Victor disse...

Aposto que a maioria da Getúlio Inferior não iria no Pinheirão, o chamado "amor" deste atleticanos é condicionado ao conforto, ao estacionamento, ao acesso, à praça de alimentação... conforto é bom e todo mundo gosta, mas para estes que tanto criticam o Furacão é que nem aquela máxima do casamento, "se dentro de casa acabou o dinheiro o amor sai pela janela". Só sobram mesmo os guerreiros (as,) estes eram e são poucos.
AGUANTE HURACÁN!!!!

Anônimo disse...

Silvio Gonzaga vc ja deu o cu hj?

Gustavo GR disse...

A era Pinheirao foi uma MERDA. Quem sente saudades disso deve gostar de ser chamado de ''sem-terra'' pelos coxinhas. Ou deve gostar de ver jogos com 300, 400, 500 pagantes. Quem disse 5.000 pessoas aí pirou... eu cansei de ir em jogos do Paranaense que nao chegava a 1.000 pessoas. Eu fui num jogo contra a Platinense que nao deveria ter nem 300 pessoas. Tudo bem que naquela epoca era uma torcida menos elitizada, mais real, enfim, mas era muito difcil torcer para o CAP naquela epoca... times mediocres, sem estadio, somente com a torcida organizada e alguns abnegados que iam. Sinceramente, nao sinto saudades daquela epoca... as unicas memorias boas da Era Pinheirao sao os titulos de 90, 98 e alguns jogos classicos como o ATLEtiba do Jorginho Pé-Murcho.

A Baixada é, sempre foi e sempre será, a nossa casa.

Gustavo GR disse...

A era Pinheirao foi uma MERDA. Quem sente saudades disso deve gostar de ser chamado de ''sem-terra'' pelos coxinhas. Ou deve gostar de ver jogos com 300, 400, 500 pagantes. Quem disse 5.000 pessoas aí pirou... eu cansei de ir em jogos do Paranaense que nao chegava a 1.000 pessoas. Eu fui num jogo contra a Platinense que nao deveria ter nem 300 pessoas. Tudo bem que naquela epoca era uma torcida menos elitizada, mais real, enfim, mas era muito difcil torcer para o CAP naquela epoca... times mediocres, sem estadio, somente com a torcida organizada e alguns abnegados que iam. Sinceramente, nao sinto saudades daquela epoca... as unicas memorias boas da Era Pinheirao sao os titulos de 90, 98 e alguns jogos classicos como o ATLEtiba do Jorginho Pé-Murcho.

A Baixada é, sempre foi e sempre será, a nossa casa.

CAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

COMO TINHA GENTE QUE IA NO PINHEIRÃO... NÃO SEI COMO NÃO DAVA 30 MIL PESSOAS POR JOGO.

TEM GENTE QUE FOI UMA, NO MÁXIMO DUAS VEZES E SE DIZ FREQUENTADOR ASSÍDUO DAQUELA ESPELUNCA. MAS NEM POR ISTO DEIXAM DE SER ATLETICANOS.

HOJE É DIA DE ACABR COM TODOS OS FANTASMAS QUE POSSAM AINDA EXISTIR EM 2010.

Anônimo disse...

reza a lenda?

KAVEIRAHHH DE TOLEDO-PR disse...

Saudade do Pinheirão tenho absoluta certeza que ninguém que se é Atleticano tem. Muitos guardam como boa lembrança a garra, a humildade, orgulho pela camisa, peculiaridades do Furacão daqueles tempos, inclusive da abnegação dos torcedores, disto sim!
Já a "lição" de como não tentar se "enxertar" com federação ou outro clube que geralmente acaba em "tragédia", deve ser lembrado e evitado "ever".

Não havia sádico como esse aí:
**COMO TINHA GENTE QUE IA NO PINHEIRÃO... NÃO SEI COMO NÃO DAVA 30 MIL PESSOAS POR JOGO.**

Anônimo disse...

Kaveira, falou bem agora, ter algumas boas lembranças não quer dizer ter saudades.
Outro exemplo: aquela arrancada no brasileiro de??? 87? 92? Já sei lá, três côcos no flamerda com Éder da seleção jogando no CAP... depois foi chegar em casa e consertar os estragos do chuvão que caiu na city...

Anônimo disse...

Kaveira, falou bem agora, ter algumas boas lembranças não quer dizer ter saudades.
Outro exemplo: aquela arrancada no brasileiro de??? 87? 92? Já sei lá, três côcos no flamerda com Éder da seleção jogando no CAP... depois foi chegar em casa e consertar os estragos do chuvão que caiu na city...

Anônimo disse...

Tropecei aí, foi mal
Enéas