terça-feira, 16 de fevereiro de 2010

Dirigentes rechaçam proposta de Petraglia

Da Gazeta do Povo:
Considerada por Mario Celso Pe­­traglia a única maneira de concluir o estádio e dar um impulso ao futebol paranaense, a Arena Atle­­tiba é inviável para dirigentes de Atlético e Coritiba. Nem tanto pela ideia em si – vista pelos alviverdes como “interessante”. Mas, principalmente, pela dificuldade de unir, sob o mesmo teto, as duas torcidas rivais.

No último domingo, o ex-presidente do Furacão recolocou o tema em pauta em entrevista à Gazeta do Povo – após ter revelado a po­­lêmica proposta na revista Ideias de agosto do ano passado. Para ele, uma questão de sobrevivência.

Fusão imobiliária que é rejeitada em sua totalidade pelos rubro-negros. O tema chega a ser tratado como piada por parte de conselheiros e sócios, conta o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Gláucio Geara.

“É aquela velha história do Garrincha ao receber as instruções de jogo. ‘Combinaram com o adversário?’ Alguém se reuniu com o Coritiba? É utópico, pois descaracterizaria totalmente o futebol paranaense”. Além disso, de acordo com o dirigente, o Atlético não precisa da ajuda do co-irmão para a conclusão (ou atualização) de sua casa.

No Alto da Glória, as diferenças dos mais de 80 anos de rivalidade seriam o maior problema. “Acho interessante, inteligente, mas vejo dificuldades sérias. As áreas onde estão o Couto Pereira e a Baixada são proibitivas para as duas torcidas”, afirma Vilson Ribeiro de Andrade, vice-presidente do Con­­selho Administrativo alviverde.

Porém, em um ponto os dois concordam com Petraglia: o futebol do estado precisa mudar. “Exis­­tem mesmo clubes mais fortes em virtude do aspecto financeiro, precisamos encontrar alternativas”, diz Geara. Novo caminho, segundo Andrade, possível somente com o auxílio do poder público. “Seria necessário trabalho intenso e auxílio do governo do Estado, com patrocínio ou investimentos”.

16 comentários:

esou disse...

O último parágrafo do texto é como todos os paranaenses vêem e lamentam. Isto vem desde os meados do século anterior e não pode ser corrigido por ninguém nem clube algum daqui de uma hora para outra.

Arena Atletiba jamais vingará, uma que o CAP investiu muito, tudo para ser mais exato, na sua concretização. A solução seria um Estádio Estatal, mas se antes o Coritiba desprezava (caso do Pinheirão) agora nem ao Atlético interessa.

Supondo que viabilizassem o Estádio Estadual aqui, seria Arena mais ociosa do Mundo. Quem iria jogar alí? O Paraná Clube com seus 6.000 torcedores ou o Coritiba que diz ter Estádio para 50.000, só para agradar o governo?

A solução seria o Estado encampar Joaquim Américo e Couto Pereira, depois construir o Estádio Público.

Mas fica a pergunta:
A poderosa torcida Rubro-Negra permitirá?

Anônimo disse...

Guerrilha poderia ser imparcial e colocar as Colunas do Linhares JR, hoje narrador da SPORTV, presidente da associação dos cronistas esportivos do paraná, jornalista que trabalha fora do estado e vê nosso futebol como os paulistas e cariocas enxergam, também poderia colocar a coluna do Thiago Rechia.

Não faz bem apontar só um ponto de vista, alias seria bem inteligente colocar os diversos pontos de vista.

Colocar comentarios do Glaucio Geara como se ele fosse expecialista no ramo, complicado!

Força Guerrilha, você pode mais.

se não leu as duas colunas, de uma olhada, tem coisas que não são tão absurdas assim!

Anônimo disse...

os dirigentes querem ajuda do governo e se negam a se ajudar.

VTNC, governo tem que dar estudo, segurança, qualidade de vida.

os dirigentes que se mexam e façam algo, pois todos aqui dae teriam direito de pedir auxilio ao poder publico para pagar suas hipotecas e prestações de carro.

Geara e Andrade, deêm um jeito, não pagamos impostos para bancar incompetentes no futebol.

Anônimo disse...

Linhares Junior imparcial?
Só mete o pau e não ajuda em nada.
Acorda povo...
Enéas

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Realmente não li.

Vou procurar ler e, se for o caso, publicar aqui.

Mas dizer que Glaucio Geara, empresário bem-sucedido e dirigente do clube, não é especialista do ramo, então o que falar sobre Linhares Jr e Tiago Recchia???

Discordo totalmente.

A matéria retrata a opinião de quem está no comando dos clubes agora.

Não é apenas comentários de zés manés.

Luiz Andrade disse...

Sou totalmente contra investimento de dinheiro público, em estádios.
Li recentemente que os Babis estão rindo a toa com a dinheiro arrecadado com o aluguel do Morumbi para shows, que geram muito mais receita e com pouco risco de danos patrimoniais, em vista de qdo. alugavam para jogos de outros clubes.

JMK disse...

Por que essa de o governo tem que investir em educação, saúde, segurança... combate a pobreza?
É, eu concordo, mas o governo que se preze cria mecanismo para "enriquecer" o povo. Povo rico, governo rico! Tendo dinheiro, a maioria das coisas se resolvem. Futebol é um esporte que pode trazer muita riqueza à região, diga que não! A Copa 2014 vai trazer mais de 5 bilhões ao Estado, uma bagatela, não? Poderia ser muito mais se os nossos clubes fossem de mais expressão.
Também poderia ser pior se não fossem dirigentes como o sr Petráglia, diga-se.
Mas, repudio Arena Atletiba que para mim é apenas uma justificativa e não uma proposta.

Papo Atleticano disse...

Guerrilheiro.

O tema é tão complicado que eu ia comentar a entrevista do Petraglia e não consegui.

Daí resolvi falar sobre o tempo do Atlético pobre (91-95). Vc já deve ter postado algo sobre esse período, mas se quiser relembrar...
http://papoatleticano.blogspot.com/2010/02/clube-atletico-paranaense-1991-1995.html

Abraço.

Anônimo disse...

Se o governo resolvesse fazer uma nova arena pra 60 mil pessoas lá no terreno da rodoferroviaria (já tem um novo projeto pra uma nova rodoviaria na zona sul) daí eu concordaria mas dar a baixada de graça praqueles porquinhos nazistas isso é uma estupidez incrível.

Tiago disse...

Creio ser bastante inútil tal discussão ( construção de uma arena Atletiba ), visto que a grande e histórica rivalidade entre CAP e CFC impedem qualquer acordo entre as partes. Lembro-me que enquanto presidente do clube, o seu Petraglia tratava o rival coxa com total desprezo. O que teria mudado agora ? Quais seriam os seus verdadeiros interesses ?

Anônimo disse...

Nunca!!! Atleticano puro, o Petraglia e esse pessoal que estao a favor do Estadio Unico, estao por fora! Nos temos a melhor e mais moderna Arena do Brasil (s/as modificacoes), agora chegam uns e outros, querendo dividir c/outras torcidas? Que que eh isso?
Atleticooo!!!

Anônimo disse...

Primeira crise técnica de um dos dois e o que acontece?
vamos voltar pra Baixada/ArtodaGloria.
Teoria que nasceu morta, só vale ser estudada sob o ponto de vista estudantil (tem uma palavra melhor para isto, mas esqueci, hehe).
Enéas

Anônimo disse...

Se o governo resolver fazer, patai patatá...
Teríamos um elefante branco na cidade, sem uso e sem utilidade.
Depois de um tempo davam para a Federação, mandávamos prender (de novo) o cara da Federeca e acabou...
Enéas

Anônimo disse...

Manda as paquitas tomar no cú com seu pinga mijo.

Anônimo disse...

Hehe, bem dito!

Anônimo disse...

Poesia!!