terça-feira, 1 de dezembro de 2009

O dia em que Alberto chorou

”Jogadores vêm e passam.
Mas atleticano deixa um pouquinho de si,
fortalecendo o nosso Furacão.”

Texto escrito em homenagem a Alberto em troféu
entregue pelo Atlético.
Ao falar como, mesmo lá da Itália, fez seu filho se tornar um atleticano, Alberto foi às lágrimas. Depois da coletiva, foi ovacionado pela torcida na Baixada. Veja com foi a despedida do lateral do Furacão:


Leia também: Alberto Valentim do Carmo, um atleticano.

6 comentários:

Bruno disse...

Vai na fé campeão!!!
Quem viu vc jogar no auge sabe da sua qualidade e do seu atleticanismo!!!
O CAP perde um grande lateral direito, ms ganha um ídolo p sempre!!

Rafael disse...

Fantástico.
Atleticano como poucos.
Injustiçado e mesmo assim,doente.
Estava na arquibancada do pinga mijo,torcendo.E tem torcedor de "verdade" q diz q lá não vai...

blogdorogerio disse...

Obrigado por tudo Alberto!!!

Anônimo disse...

valeu alberto!!

Geraaaaaaaldo disse...

Grande Alberto! Homenagem merecida.

Anônimo disse...

Alberto,o cara que em meus pensamentos ouvia: vaí lá Alberto,com açucar...
E dá-lhe o Oéias e o Paulo Rink metendo gol de cabeça.
SRN
Enéas