segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Um Atletiba no interior para abrir a temporada

Da Gazeta do Povo:
Clássico mais tradicional do futebol paranaense, o Atletiba pode pavimentar uma nova investida de Atlético e Coritiba ao interior do estado, dominado por torcedores de times paulistas, cariocas e gaúchos. Os departamentos de marketing dos dois rivais estão negociando a realização de um clássico amistoso para abrir a temporada 2010, em local a ser definido. Se a proposta vingar, um Atletiba no interior pode marcar o começo de cada ano no futebol do estado.

“Tudo ainda está em um estágio embrionário eu diria. Os nossos departamentos de marketing estão conversando, estão tendo ideias e tudo está sendo discutido. Por ora não temos nada assegurado ou definido, mas realmente pode acontecer e ser no interior do estado. Esperamos poder anunciar algo mais adiante”, disse o presidente do Furacão, Marcos Malucelli.

Do lado alviverde, o coordenador das festividades do centenário, Gustavo Hauer, já havia antecipado na semana passada, em entrevista à Rádio CBN, a possibilidade de um Atletiba abrir o ano de 2010. O dirigente arriscou até falar em um possível local para esta primeira “experiência”.

“A discussão (sobre a pouca força dos clubes de Curitiba no interior) vai um pouco além do marketing, é um problema até de divulgação, de transmissão dos jogos. Porém, estamos fechando uma parceria com o Atlético e tentaremos abrir o Paranaense com um Atletiba amistoso em uma cidade do interior, provavelmente em Foz do Iguaçu”, afirmou Hauer.

  • E aí, o que você acha da ideia? Palpite!

13 comentários:

JMK disse...

Só fiquei duas noites fora e quanto assunto que rolou!

Não achei muito produtivo essa idéia. Vejam só, poderemos conquistar a preferência de "torcedores indecisos" e os que ainda não optaram. Além de Atletiba ser desgastante, como os times de maior rivalidade do Estado farão para conquistar a simpatia da gente que já torce para o time de sua cidade? Não é evidente que não vai ser torcedor de outra cidade do Estado renegando a sua?

Mais que tudo, creio ser necessário o Clube despontar e bem no cenário nacional e internacional; tornando-se orgulho dos paranaenses, aí sim, haverá resultado.

Hélio Rubens Godoy disse...

Acho válida a idéia, não se trata de consquistar o coração dos atuais torcedores, mas sim das novas gerações de apreciadores do futebol. O atual povo que torce para times de SP, RS ou RJ no interior do Paraná o fazem não porque vieram destes Estados, mas sim porque seus pais ou avós migraram destes lugares ou porque há uma evidente falta de opção no interior, com times fraquíssimos, por isto acabam por torcer para times com quem tem mais familiaridade, ou seja, times do eixo SP e RJ, porque dominam o noticiário nacional.

Na medida que se ocupa o espaço da mídia esportiva do interior com times da capital, há a opção de que os potenciais torcedores que são "orfãos" passem a simpatizar, senão a torcer para os grandes times paranaenses. Podem falar o pessoal do interior torce para times de outro Estado por um fator cultural, mas a cultura não é monolítica ela muda, e certamente está mudando neste momento.

Creio que o atlético tem de fazer sim um atletiba no interior, isto ajudará a conquistar novos torcedores e fazer da maior torcida da RMC a maior do Paraná também. Porém, nenhuma medida de marketing supera os resultados provenientes de títulos conquistados.

Bora Furacão, vamo ser campeão, e dominar ainda mais o Paraná, o Sul, o Brasil, a América, o Mundo!!

Hahahaha!

SRN

Julio disse...

Concordo que precisa ganhar títulos nacionais e internacionais para aumentar a torcida. Existe ai um outro fator. Os transmissores das antenas das tvs do Paraná são muito fracos. No interior o pessoal usa muito a parabólica e quase não tem notícias do Paraná. Como o Paraná não possui uma identidade, não assumiu o Fandango, Pinheiro, Cataratas, Taça de Vila Velha, Serra do Mar, Barreado, sei lá, um símbolo paranaense, o povo não é unido pelos seus ideais como os gaúchos, paulistas, pernambucanos, cariocas e baianos.

esou disse...

As pessoas são a princípio regionalista e é natural torcer pelo clube da sua cidade. Como brasileiro torce pela seleção nacional como se fosse seu time do coração. Um pontepretano dificilmente irá torcer pelo time da capital.
Desta premissa podemos deduzir que um Atletiba no interior irá entusiasmar os que já são coxas ou Atleticanos, mas trazer novos adeptos serão meras exceções.
Na minha opinião, não servirá nem para compensar a despesa. Fico com os que disseram: Buscar projeção através de boas campanhas nas competições oficiais.
Por isso não me canso de agradecer aos Céus por existir Clube Atlético Paranaense.

Anônimo disse...

É, não adianta conquistar o Brasil e não mandar no quintal de casa. Laboratório isso aí, tomara que dê certo.

Anônimo disse...

títulos conquista novos torcedores. o resto é blá blá blá e mkt.

Flávio Jacobsen disse...

Eu voto Joinville, Itajaí ou Floripa!

Anônimo disse...

Títulos e sequência de boas campanhas conquistam novos torcedores.

Anônimo disse...

Eu acho que a melhor maneira de fazer o pessoal do interior gostar da dupla atletiba, é fazer como os clubes paulistas faziam na década de 60, albuns de figurinhas premiados, poderia ser album de todo os clubes do Paraná, com figurinhas de atletas, e dos premios, poderia com bom marketing virar febre

Ciro disse...

Deviam ter feito isso há muito tempo. Morei oito anos em Londrina, saí de lá há dois anos, e devo ter conhecido uns 3 atleticanos. Lá nem se fala de clubes de Curitiba, só dá Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Até Santos! As rádios não transmitem jogos de clubes do PR no Brasileirão, saem apenas notas pequenas no jornais. É como você estivesse em SP. Eu sentia vergonha de do Paraná ser assim, mas entendo porque são todos filhos e netos de paulistas, que colonizaram a região norte. Fazer o que... tem que divulgar em massa para conseguir aumentar a torcida, atraindo os pequenos, porque os adultos não mudam de time nunca.

Luiz Andrade disse...

Injustiça:
enquanto Paraíba, deita, rola, canta e dança (literalmente) p/ meia dúzia de gatos pingados, o cidadão que mais decidiu partidas à favor do cocôxa dentro das 4 linhas nos útinos anos, foi totalmente esquecido, nas comemorações do centernádario. Trata-se de Héber Roberto Lopes, atual representante de uma dinastia de árbitros paranaenses que sempre roubaram à favor dos xoxas..

rory disse...

Lembra-se quando o Coxa foi jogar em Maringá. Fez o maior marketing, tentou motivar a torcida local, distribuiu camisas, etc. Resultado, nos dias de jogos a esmagadora maioria dos torcedores era a favor o adversário, ou pior ainda, contra o Coritiba. Algo semelhante aconteceu com o Atlético quando jogou em Londrina, após uma perda de mando. Estádio praticamente vazio, somente uma molecada que ganhou um pacote de pipoca e um refri estava lá. Não adianta fazer marketing de algo que não existe, quero dizer qualidade. O Flamengo não tem a maior torcida do Brasil somente devido ao marketing, tinha qualidade, muita qualidade. Atlé-tiba no interior, servirá somente para privar os torcedores da capital de ver seus times.

Fernanda disse...

Concordo com o pessoal, títulos e belas campanhas trazem mais torcedores.