domingo, 4 de outubro de 2009

Para nunca esquecer

Torcida faz a festa na antiga Baixada, em tempos de vacas magras: Atlético não morrerá jamais.
Orgulho do passado.
Um passado que já foi rico e já foi pobre, mas cheio de glórias, histórias, tradições, personagens, fábulas, dramas e alegrias.
Esse é o Atlético.
Enquanto uns evoluem, outros apodrecem...

15 comentários:

Anônimo disse...

ô pessoa, não seria recém-inaugurado???

Anônimo disse...

quem estiver na foto se pronuncie

Anônimo disse...

Titio Enéas estava lá...mas não saiu na foto, hehe.
daqui a pouco chegam uns sobrinhos corinthianos para ver o titio e a titia, já estou "deviamente fardado", hehe, afinal domingo é dia de roupa bonita!
SRN
Titio Enéas

Anônimo disse...

Esse é o ATLÉTICO QUE NÃO PODE E NÃO VAI MORRER!



"ô pessoa, não seria recém-inaugurado???"[2]

SRN!

rory disse...

Uma coisa não consigo entender, ainda, tenho duas cadeiras na BI, por que será que temos que assistir os jogos de pé e no intervalo nós sentamos? Não deveria ser ao contrário? Depois nós chamamos os portugueses de burros!

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Arrumado o recéM-inaugurado, "pessoas".

Anônimo disse...

Temos que ficar em pé na hr do jogo para empurrar o time, gritar e mostrar que somos apaixonados pelo nosso rubro-negro. Temos que ser o camisa 12 e junto com a fanáticos fazer tremer o caldeirão. Também tenho 2 cadeiras na BI e quando tomei a decissão de comprá-las, foi com o único intuíto: sair todos os jogos sem voz mais com a sensação de dever cumprido. Mesmo que na vitória ou na derrota.Por isso sou rubro-negro, torcedor apaixonado e com orgulho de poder vestir o manto sagrado.
Junior zona sul

rory disse...

Junior,concordo com você, temos que realmente ser o 12.º jogador do time, quando saio do estádio minha voz parece de cantor de boate. Matei muita aula no Politécnico para assistir (sentado) e na chuva os jogos da quarta-feira na antiga Baixada e nem por isso éramos menos fanáticos. O meu questionamento é que se queremos ter o estádio mais moderno do Brasil, alguns procedimentos são básicos, como sentar para ver o jogo - isto não quer dizer passividade. E, além disso, não se pode alegar que a torcida dos andares superiores é menos fanática que nós. Creio que não esteja sozinho nesta luta, pois durante os jogos na BI, até vejo alguns torcedores "tentando" assistir sentado.

JMK disse...

O pior é que os da primeira fileira, não só ficam de pé mas sobre a cadeira obrigando os da sequência fazerem o mesmo. Por isso o lugar que ocupei foi na GV na última fileira, mesmo assim... É o "preço" para ver o nosso Time "in loco".

roderley disse...

Na verdade todos no estádio tem que assistir ao jogo em pé, incentivar o Furacão os 90min.

Tem um detalhe, no novo setor BI quem tem cadeira no primeiro degrau tem de ficar em pé mesmo porque se sentar não ve o jogo porque as placas de publicidade impedem totalmente a visão do campo.

Anônimo disse...

Guerrileiro,

Essa foto não é na BrI. É na Buenos Aires, com o ginásio atrás.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Achei que fosse o muro do colégio. Por via das dúvidas, tirei a informação da legenda. Valeus!

Anônimo disse...

Olha eu atras daquela bandeira!

Fernanda disse...

"Enquanto uns evoluem, outros apodrecem..."

Bem observado, rss

Anônimo disse...

90 minutos em pé por semana pelo furacão não é nada...
Vibração é tudo!
Amanhã tem mais...
Enéas