terça-feira, 27 de outubro de 2009

João Henrique segue em estado gravíssimo

O site da Gazeta do Povo informa um desmentido: o Hospital do Trabalhador não confirmou a morte cerebral do atleticano João Henrique Mendes Xavier Vianna, de 21 anos, sócio do CAP e que foi atropelado após o clássico de domingo por um veículo ocupado por seis torcedores do Coritiba - inclusive o motorista. Mas a situação não é nada boa: João segue em coma profundo e, segundo nota divulgada pelo hospital, seu estado é gravíssimo.
Como ainda há esperança, resta-nos torcer para que João consiga sair dessa.

6 comentários:

Claudio disse...

Dizem que nossa torcida jogava pedras nos coxas..., mas, me digam: O que a coxarada foi fazer nas proximidades da sede da TOF e da baixada logo após o jogo?!...
E ainda tem gente que tenta defender esses FDP...!

JMK disse...

Eu me junto aos torcedores que oram pelo restabelecimento do João Henrique.

Ninguém merece um atentado à vida como sofreu este jovem!

Fran disse...

Neste momento o mínimo que podemos fazer é orar pelo João Henrique. E que Deus o ajude.

esou disse...

Pois, vamos unir as nossas energias nas orações e tentar passá-las ao nosso colega de CAP se recuperar.

Guilherme disse...

Forca Joaooo!!!

Hélio Rubens Godoy disse...

No domingo na volta para a baixada, cruzamos com vários carros com coxas dentro. A torcida zoava, mas em nenhum momento vi alguém arremessando algum objeto ou agredindo física ou patrimonialmente nossos adversários, isto ocorreu, mesmo com pouco policiamento. Aliás, na minha opinião, a ida e o retorno da nossa torcida não contou com uma organização adequada da PM, que em muitos momentos recorreu à força, simplismente para fazer os torcedores andarem mais rápido, um abuso.

Quanto ao João Henrique nossos sentimentos à família e nossa oração para que ele se recupere.

SRN