quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Infelizmente, João Henrique não resistiu

Da Gazeta do Povo:

O estudante de direito, João Henrique Viana, vítima de atropelamento após o clássico Atletiba do último domingo, teve morte cerebral confirmada na tarde desta quinta-feira. O torcedor do Atlético estava internado na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital do Trabalhador, em Curitiba.

Leia na íntegra a nota divulgada pelo hospital na internet:

"O Hospital do Trabalhador informa que o paciente João Henrique Viana, vítima de atropelamento e com lesão traumática cerebral grave e que estava internado na Unidade de Terapia Intensiva deste hospital desde o dia 25 de outubro, apresentou morte encefálica na tarde desta quinta-feira. A confirmação veio à tarde após a equipe médica do Hospital do Trabalhador realizar a repetição do protocolo de investigação para morte cerebral, tendo como resultado dos testes a ausência de fluxo cerebral, o que comprova a morte cerebral."

17 comentários:

JMK disse...

Engolindo maior Repúdio pelo causador deste verdadeiro assassinato, deixo aqui os meus Pêsames aos familiares do jovem Atleticano João Henrique.

Ciro disse...

O babaca assassino que matou este pobre rapaz merece uma pena de verdade, não cumprir apenas dois anos de cadeia e depois sair por bom comportamento. Como um cara bebe e sai correndo em alta velocidade, ainda mais num carro num bairro residencial como é o Água Verde? Poderia ter matado mais de uma pessoa.

Deve ser um daqueles filhinho de papai que todos já conhecemos, e não foi a primeira vez que um inocente é morto por um deles. Tomara que receba um belo presente dos colegas de cadeia que estão loucos por uma carne nova no pedaço.

Ciro disse...

O babaca assassino que matou este pobre rapaz merece uma pena de verdade, não cumprir apenas dois anos de cadeia e depois sair por bom comportamento. Como um cara bebe e sai correndo em alta velocidade, ainda mais num carro num bairro residencial como é o Água Verde? Poderia ter matado mais de uma pessoa.

Deve ser um daqueles filhinho de papai que todos já conhecemos, e não foi a primeira vez que um inocente é morto por um deles. Tomara que receba um belo presente dos colegas de cadeia que estão loucos por uma carne nova no pedaço.

esou disse...

João Henrique sai desta vida, mas viverá sempre no coração dos Atleticanos.
Vá com Deus Irmão!
Minhas emocionadas e sentidas Condolências às suas famílias!

Aqui na Terra, que a justiça seja feita e que a Paz volte dentro e fora dos Estádios.
Como se adiantasse, mas vou gritar:

BASTA DE VIOLÊNCIA!

KLEBER PEREIRA JÁ disse...

CHEGA DE VIOLENCIA!!!!!
O Jogo acaba as 18:00 e apartir dai a vida continua.... Segunda todos tem que trabalhar...produzir e viver....

BASTA!

Vi no site da Nadja Mauad, que o Kleber Pereira estara livre no fim do ano... Seria um cara bom para o time em 2010?
O BAIER servindo um atacante nato? é de se pensar. Kleber centralizado, Wesley pela direita, Marcinho pela esquerda e o Maestro no meio com o Predador. Ai eu saberia que entrariamos nas disputas pelos titulos sempre!

Terreiro Pai Maneco disse...

MANIFESTO PELA PAZ E PELA CIDADANIA

Nós Umbandistas queremos um Brasil de paz. Que nossa constituição seja respeitada. Que a declaração dos Direitos Humanos seja respeitada. Que as leis sejam respeitadas e cumpridas. No ultimo domingo, foi atropelado um jovem de nome João Henrique Mendes Xavier Viana por que vestia a camisa de um time de futebol. Neste ano ocorreram casos semelhantes. Sem falar nos casos de homofobia, intolerância religiosa, preconceito étnico, repressão ideológica, desvalorização profissional, estética e artística. Sem, falar dos assaltos, roubos e do trafico de drogas e armas.

Somos cidadãos que pagam seus impostos e cumprem suas obrigações. Amamos o Brasil, o Paraná e Curitiba e não permitiremos que tirem esse orgulho de nós. Não se pode aceitar que a violência, o preconceito e a intolerância triunfem. Nossa maior riqueza é nossa diversidade, nossa família e nosso amor e não vamos permitir que isso nos seja tomado.

Queremos um estado que seja belo, fraterno e de uma convivência pacífica e democrática. Queremos um estado que seja organizado e desenvolvido para todos. Um estado que planeja seu amanhã sem descuidar das necessidades do presente. Queremos um Paraná e um Brasil de Oxalá.

Queremos um estado vencedor e guerreiro por seus filhos e por seus ideais. Um estado que ensine a seus filhos o orgulho e a honra de ser brasileiro. Queremos um estado soberano e independente. Um Paraná e um Brasil de Ogum.

Queremos um estado acolhedor e carinhoso com seus filhos e que lhes ensine a responsabilidade e a cidadania. Queremos um estado que cuide do seu mar e de seus habitantes e que seja digno de possuir esse litoral belo e imenso. Queremos um Paraná e um Brasil de Yemanjá.

Queremos um estado que cuide de suas matas, de seus índios e de seus animais. Queremos um estado que preserve a natureza e ofereça uma educação de qualidade para todos e gere desenvolvimento da ciência e da tecnologia. Um estado que cuide de suas escolas e universidades. Queremos um Paraná e um Brasil de Oxossi.

Queremos um estado justo e ético. Um estado que respeite suas leis e as cumpra igualmente para todos. Queremos um estado seguro e firme em seus princípios, em suas ações e em suas metas. Um estado sem corrupção e sem impunidade. Queremos um Paraná e um Brasil de Xangô.

Queremos um estado que respeite o meio ambiente, que cuide dos seus rios e cachoeiras, que cuide de seus filhos com responsabilidade, cidadania e devoção. Queremos um desenvolvimento sustentável que nos recoloque na natureza. Queremos um Paraná e um Brasil de Oxum.

Queremos um estado alegre e feliz. Um estado bonito em sua riqueza e diversidade. Queremos um estado sem preconceito e sem intolerância. Queremos um estado que tenha coragem para resolver seus problemas e não tenha medo de enfrentar seus obstáculos. Queremos um Paraná e um Brasil de Iansã.

Por isso pedimos aos nossos representantes, aos líderes, aos intelectuais e a todos os cidadãos de bem nesta cidade e neste estado que estejam conosco nessa luta. SOLICITAMOS AOS NOSSOS GOVERNANTES, LEGISLADORES E DEMAIS AUTORIDADES QUE TOMEM PROVIDENCIAS E COLOQUE NA ORDEM DE DISCUSSÃO a violência em nossa cidade e em nosso estado. O Paraná tem que cuidar dos seus filhos e dos que vivem nesta terra. Há uma resposta a ser dada a uma família e a todos os cidadãos de bem.

TERREIRO DO PAI MANECO
SOCIEDADE ESPIRITUALISTA EDMUNDO RODRIGUES FERRO
(texto de Sidney Oliveira)

Contatos:

Estrada Nova de Colombo, 5487
Santa Cândida
Fone: 3356-7660

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Soube que a mãe e a tia de João são frequentadoras do terreiro do Pai Maneco. Nosso sentimento a ambas e a toda a comunidade umbandista.

Anônimo disse...

Sem palavras, que acontecimento fatídico, sem dúvida um crime.
Prenderam só o motorista? deveriam enquadrar todos do carro, depoimento por depoimento.
Enéas, cansado desta gente medíocre

Bruno disse...

Meus sinceros sentimentos à familia!
A justiça humana pode até falhar (infelizmente!), mas a justiça Divina não falha!!
Fique em paz João!

Fran disse...

João Henrique se foi para sempre. Mais um alteticano que fará muita falta pra nossa torcida. A justiça terrestre será feita João.
Meus sinceros sentimentos.
Que Deus conforte o coração dos familiares.
Fica na paz e que a Luz Divina seja o seu eterno caminho. Descanse em paz colega Rubro Negro.

rory disse...

Lamento profundamente o ocorrido, meus sentimentos à família. Meu filho o conhecia da escola de inglês onde estudavam. Quando vejo a foto dele lembro de meu filho, que poderia estar lá junto e de muitos filhos que poderiam estar lá também. Isto não tem nada a haver com futebol, isto é um crime comum, e portanto o criminoso deve ser punido - uma punição exemplar.

Anônimo disse...

Sou torcedora Coxa Branca e amo meu time, mas nao concordo com o q os torcedores fazem nos atletibas...no compo é uma festa tão bonita de ambos os lados, por que tudo tem que acabar assim...acredito que pessoas que cometem esse tipo e outros mais de barbarides não amam seu time, amam a violencia, o vandalismo...são seres que deveriam ser vaporizados da terra...

Lamento muito essa perda, e meus sentimentos para a familia, pois imagino o que devem estar passando nesse momento.

EMILIO disse...

Depois do desmentido do falecimento, acreditva que ele iria sobreviver.

Estamos todos sofrendo junto com a família.

Destaque-se a manifestação da torcedora koxa. Além de muito lúcida, demonstra a grande audiência koxa-branca desse grande Blog.

Abraço a todos, inclusive aos koxas!!!

Anônimo disse...

Por favor alguém sabe aonde está sendo velado ou aonde será o enterro do nosso colega rubro negro?

E triste pedir isso, mas de agora em diante precisamos dar força para a família.
Obrigado

GVSUP disse...

Esse caso foi muito triste, mas no final de semana do atletiba tivemos 22 homicidios em Curitiba e Região. Chegou a hora de dar um basta a violencia, mas teria que ser algo inovador e que servisse de exemplo para o mundo todo. Talvez uma passeata entre todas as torcidas locais pedindo um fim a violencia. Rubro-Negros, Alvi-verdes e Tricolores todos andando juntos em prol do fim da violencia. Pegue um grupo de 10 amigos, tem torcidores de todos os times e nem por isso um briga com o outro. Vamos levar esse sentido para todos!

esou disse...

Pelo que eu soube,
O nosso colega João Henrique foi ao encontro de Deus no Crematório Perpétuo Socorro no Bairro Bom Retiro ontem 30/10 por volta das 16:00 horas.

esou disse...

Lamentavelmente, conversando a poucos instantes com pessoas da lei, parece que o autor do atropelamento do Jovem João Henrique vai depender apenas de testemunho do agente de trânsito que o deteve e vai a princípio responder somente por dirigir embriagado; nem vai ser enquadrado na omissão de socorro, dolo ou tentativa de evasão.
O que é a nossa lei...!