segunda-feira, 4 de maio de 2009

A faixa de campeão

Por Juliano Ribas, na Furacao.com:
A vergonha de perder um clássico dura uma segunda-feira. São segundas-feiras difíceis. Você não quer passar na frente de bancas de jornal, nem ir para o trabalho, nem mesmo sair na rua. Mas a cabeça vai desinchando com o passar dos dias, até o próximo jogo.

A alegria de um título, seja ele qual for, dura muito mais. Entra para a história. Fica registrada na galeria de feitos de uma nação.

Para os coxinhas, essa vergonha não dura uma segunda-feira. Dura um século. Não se faz cem anos todo o dia. O tão alardeado centenário, em que investiram o que tinham e o que não tinham, já tem um carimbaço Rubro-negro. O vovô coxa caiu e quebrou a bacia.

A torcida do Coritiba “Foot Ball Club” sabia que esta era a verdadeira chance de ter um título no ano dos cem anos. Nas outras três competições que disputarão, sabem que beira o devaneio.

Com o carimbaço rubro-negro, sobrou aos pequenos duendes verdes acreditar que a vitória que obtiveram na Baixada vale mais do que a faixa de campeão.

Nada mais natural. Algo totalmente enquadrado na filosofia da escola coxiana de pensamento. Vencer o Atlético Paranaense é como um título para eles. O ponto alto da triste vida verde é nos derrotar. Uma vitória verde sobre o Rubro-negro ganha contornos épicos, quadros na parede, faixas cruzando o peito.

A diretoria verde deveria mandar fazer faixas sobre este auspicioso feito: “3º lugar. Mas ganhamos do A. Paranaense”.

Faz 14 anos que o Atlético Paranaense resolveu quebrar as barreiras da aldeia e se tornar o time paranaense com maior reconhecimento internacional. O vovô coxa só definhou, as juntas foram enferrujando, a artrite tomando conta, a esclerose causando delírios e a catarata turvando a visão. Ficou na lembrança verde o tempo em que mandavam no estado e que nós considerávamos as vitórias nos clássicos dignas da faixa. Hoje, quebrado financeiramente e com a estrutura física deteriorada, vê nos trunfos contra o Atlético Paranaense a real chance de enaltecer sua honra.

É muito bom ganhar títulos, qualquer um. Ainda mais um campeonato paranaense que era ponto de honra para o povo verde. Mas nossas aspirações têm que ser maiores, como foram nos últimos 14 anos.

Como será o nosso centenário? Daqui a 15 anos, será a conquista de um campeonato da aldeia a defesa da nossa honra? Estaremos do mesmo tamanho que agora ou nosso projeto de crescimento, de valorização da nossa marca e de inovações no mundo do futebol nos terá feito uma grande potência do nosso futebol?

Ou nos vamos nos apequenar e nosso centenário será como o dos coxas, em que a vitória contra o rival local é considerada uma conquista extraordinária.

Porque, no final das contas, tudo o que se faz na vida de um clube, é para ostentar faixas de campeão no peito.

Mas os verdes tentam hoje nos convencer do contrário. Título é ter vencido o Atlético.

Bem, por respeito aos mais velhos, não vamos contrariar o vovô.

Parabéns nação Rubro-negra, que hoje marcha cantando o hino do furacão e no peito ostenta a faixa de campeão.

15 comentários:

DINDO MAIS FELIZ QUE PINTO NO LIXO disse...

mesmo sem a "permissão" do Juliano, todos os coxinhas que tenho o endereço eletrônico receberam graciosamente esta coluna, com um grande abraço rubro negro. Afinal todos são meus amigos. Os amigos nós escolhemos, porém o timeco que eles torcem é problema deles.

Anônimo disse...

HEI, COXA
VAI TOMAR NO CÚ!

ATIREI O PAU
NOS COXAS...

COXARADA...
FILHA DA PUTA,

CHUPA ROLA...
E DÁ O CÚ...

Foi a cachaça.




É CAMPEÃO!!!!!

Flavio disse...

Sem mais perguntas , meritíssimo

esou disse...

Do jeito que as coisas caminham a cada ano vai ficando mais fácil vestirmos a faixa de Campeão.
Os coxas em 100 anos ainda não descobriram com quantas Vitórias se conquista um Título.
Pelo menos já sabem o Poderio Atleticano, pois para eles a glória maior é vencer uma única vez o Poderoso Furacão pena que esse último Atletiba ficou maculado com erro da árbitragem...
A nossa Vitória vai ficar marcada para sempre no Livro dos Feitos a dos coxas no Livro dos Lamentos.
É o "Presente" que lhe demos no seu badalado centenário.
Parabéns!

Anônimo disse...

Se esse fulano escrevesse sempre assim, sem puxar o saco do Mário e sem agredir quem não gosta dele, seria bem melhor e ocorreriam menos atritos entre os torcedores. Parece que torce mais pro Mário do que pro CAP.

Aliás, o dito cujo foi detonado no último programa de rádio da tof (de retardado prá cima), o que adorei.

Adorei o texto também. Juízo rapaz.
___________
profano (campeão do PR)

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Astronauta disse...

Viiixe não tem supermando no Brasileiro? Então os coxinhas cai esse ano!

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

◘ ABUNDANCIA DE PORCOS DETECTED ◘

Anônimo disse...

Isso Guerrilheiro, espante essa "vara" de porcos, porque a gripe suina, esta a solta!!! todo cuidado eh pouco!

Parabens Guerrilheiro!!! Atletico Campeao!!!

Anônimo disse...

NÃO GOSTO DESSE CARA...ELE É TORÇEDOR DO PETRAGLIA, E NÃO DO FURACÃO...


ACDC.

Anônimo disse...

pode ate ser, mas o texto ficou animal

Anônimo disse...

Assino embaixo.

Rico

O ATLÉTICO NOS UNE
A UNIÃO NOS FORTALECE!

Anônimo disse...

pois eu adorei ter ganho o atletiba. a cara de vcs na segunda feira nao teve preço

Anônimo disse...

Mas se vc diz que eles só falam da gente porque vc dedicou uma coluna inteira aos Coxinhas?