sábado, 11 de abril de 2009

Uma zaga de responsa

Como a foto do Manguinha publicada no post sobre os gols mais esquisitos já marcados pelo Furacão tem uma péssima qualidade, a Mylla, do Círculo de História Atleticana, mui gentilmente nos enviou algumas outras imagens do atacante campeão de 1988.
Numa delas, que imagino ser datada de 88/89, Manguinha posa com todo o time, já com o uniforme de listas verticais, fabricado pela Adidas - para muitos, a mais bela camisa que o Furacão já teve.
Detalhe para os primeiros na foto, em pé: Odemílson, Fião, Miranda e o então jovem Adilson Batista. E o quarteto de zaga ainda era protegido por dois verdadeiros leões: Cacau e Roberto Cavalo. Era realmente um sistema defensivo fantástico! Coitados dos atacantes adversários.
A segunda foto mostra Manguinha na final do estadual de 88 contra o Pinheiros, na terceira partida, onde ele marcou o gol do título:
Imagens que trazem boas lembranças a toda a Nação Atleticana. Obrigado, Mylla!

15 comentários:

Rafael disse...

O Marquinhos ali, era auxiliar do Ituano até esses tempos e já treinou a Categoria de Base do CAP...tinha um chute muito forte de esquerda...

Anônimo disse...

E o melhor: calções e meias BRANCAS! O verdadeiro Atlético!

Anônimo disse...

Calções e meias brancas: o verdadeiro Atlético?
Essa saudades escondemo fato de que nauqela época nossas meias eram furadas... Nunca mais!!! A saudade não dura mais que 2 segundos...

Anônimo disse...

O Marquinhos Benato é de Bocaiúva do Sul esse jogava muito.

Anônimo disse...

eu ganhei a camisa da coca quando tinha uns 10 anos... dae quando tinha uns 15 anos, ela jah não servia direito, dei para um amigo paranista, que mudou de time na hora! esses dias tive o prazer de ver ele com a filhinha dele de 1 ano jah rubro-negra!!
simples gestos mudam tudo!
SRN
Gustavo

roderley disse...

Eu ainda tenho entre outras aquela camisa de 88, realmente uma das mais bonitas que tenho, com a marca da adidas. Mas claro que as da umbro todas sao bonitas ainda mais se tratando de Atletico.
O time realmente era muito bom, unia a vontade e habilidade de grandes jogadores como Carlinhos Sabia e Marquinhos Benatto.

christian disse...

realmente a camisa traz saudade más prefiro o CAP de calção e meias pretas do que o atletico de não ter papel higienico para os diretores e aquele ginasio que cheirava urina e diretores como farinhaque e onaireves.

Mylla disse...

De nada, Guerrilheiro!!!

Abraços

Anônimo disse...

não seja injusto com o Farinhaque Christian - ele é um grande rubro-negro. pensemos no futuro sem esquecer o nosso passado.

Anônimo disse...

Não sei o que tem a ver uma coisa com a outra. Para crescermos e nos modernizarmos, precisamos deixar calção e meia branca de lado?

geraaaaaldo disse...

Não precisa.

Mas o uniforme com calção preto e meia preta fica muito mais tesão.

christian disse...

Farinhaque part2: Me referi oa Farinhaque para citar uma época em que não passavamos dos limites de Curitiba, tempo que o CAP só éra campeão em titulos protestados nosso maior orgulho foi o tobogã nosso pior adversário éra o temido mogi-mirin,Barra do Garça,Central de caruaru entre outros, claro que não devemos esquecer das nossas glorias do passado mas resaltar os feitos do presente.

Anônimo disse...

Pergunta para a direotira se alguém quer o Farinhaqui por lá "ajudando"...

Anônimo disse...

tenho também essa camisa de 88 da adidas. é minha reliquia.

Mujique disse...

Eu estava nesse jogo. Ah, que saudades do Pinheirão. hahahha