sexta-feira, 13 de março de 2009

Sem acordo, 2ª fase vai mesmo para o tapetão

Hélio "Onaireves" Cury transformou o
campeonato numa confusão dos diabos.

Fracassou a tentativa de alguns clubes, entre eles o Atlético, em mudar a bisonha tabela que a Federação Paranaense de Futebol anunciou para a segunda fase do campeonato estadual - tabela esta que vai contra o próprio regulamento da competição.

Sete membros da Futpar, entidade que representa 14 dos 15 clubes participantes, se reunam e elaboraram uma proposta, mas a Federação Paranaense de Futebol (FPF) já adiantou que nenhuma mudança acontecerá sem o aval de todos os clubes participantes. E os coxas, por sua vez, já adiantaram que não aceitam.

A proposta elaborada pela Futpar previa a manutenção do critério para que os quatro primeiros colocados na primeira fase mandassem quatro partidas em casa e três fora. Mas a mudança seria levar o critério técnico em conta, ou seja, o primeiro enfrentaria o 2.º, 3.º, 4.º e 5.º em casa, o segundo teria o mando diante do 3.º, 4.º, 5.º e 6.º, e assim sucessivamente. Além disso, independente de posições, o mando dos clássicos entre Atlético Paranaense, Coritiba e Paraná Clube (se classificados) seriam revertidos, levando em conta a fase inicial.

Esta proposição foi referendada pelo presidente do Furacão, Marcos Malucelli, pelo presidente do Paraná, Aurival Correia, além dos mandatários de J. Malucelli (Juarez Malucelli), Iraty (Sérgio Malucelli) e Rio Branco (João Carlos Frumento). Cascavel e Toledo participaram por intermédio de uma procuração e foram representados pelo presidente da Futpar, Joel Malucelli. Mas antes mesmo da proposta chegar à FPF ela já foi rechaçada.

“A FPF não se envolve com a Futpar, é um direito dos clubes se reunirem e formalizarem uma proposta. Me chamaram na última hora, mas eu disse que não iria. De qualquer forma, esta proposta só tem metade dos clubes (representados pela Futpar). O arbitral já foi feito, o campeonato está em andamento e eu entendo que qualquer mudança pediria unanimidade. Da forma com que as coisas estão colocadas tudo continua como está”, afirmou o presidente da FPF, Hélio Cury, à Gazeta do Povo Online.

A posição do mandatário da federação é deixar o caso nas mãos do STJD, e cumprir o que for decidido pelo tribunal. “Já nos pronunciamos sobre o assunto e a procuradoria está notificando os clubes. Se todos os clubes entendessem por uma mudança, levaríamos em conta, mas não é o caso”, completou. A posição é a parecida com a do Coritiba, único clube dos 15 participantes do Estadual que não faz parte da Futpar.

Caso pode terminar com sete jogos sob o mando do primeiro colocado

Diante deste fato, segundo adiantou o advogado do Atlético no caso Domingos Moro, a situação deve acabar nas mãos dos auditores do STJD. “Acho a proposição da Futpar justa. Se fosse aceita pela FPF, o Atlético aceitaria retirar a ação no STJD, mas se for negada, tudo segue lá no Rio de Janeiro. O processo está bem instruído e pode resultar em vários resultados”, avaliou.

Esta opinião de Moro é corroborada pelo procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt. “(Sem um acordo) se corre um risco maior porque o STJD pode decidir, por exemplo, que a redação atual vale em sua íntegra e o Atlético, caso fique em primeiro nesta fase, poderá sim mandar os sete jogos dentro da Arena. É algo possível. Se criaria uma celeuma no campeonato, por isso uma definição local teria sido melhor”, explicou Schmitt. Sobre a posição da procuradoria no caso, o procurador deu mostras de que existem diversos pontos a serem discutidos e levados em conta no julgamento.

“É possível que o julgamento ocorra em caráter extraordinário no próximo dia 19, mas depende do presidente (Rubens) Approbatto. Não posso opinar sobre o processo neste momento, mas a FPF se manifestou e enviou aos autos manifestações de oito ou dez clubes, todas com redações praticamente iguais. Isto nos chamou a atenção e será levado para os auditores, já que nos parece que há uma situação dirigida, uma ingerência da federação. Além disso, a redação do artigo e a tabela divulgada levam em conta o equilíbrio? Creio que não, então é algo que caberá aos auditores decidirem”, finalizou.
•••
Regulamento do Campeonato Paranaense de 2009
:
Art. 9º
- Na segunda fase do CAMPEONATO, as 8 (oito) EPD classificadas se enfrentam em turno único, com mando de campo da EPD que teve melhor classificação geral na fase anterior do CAMPEONATO.
Alguém aí pode fazer o favor me dizer onde é que está a dúvida na interpretação deste artigo?

19 comentários:

Anônimo disse...

Pelo jeito, o campeão 2009 será definido apenas depois da Copa no Brasil.

O Onaireves saiu, mas a putaria generalizada continua. Esse Cury não tem a menor idéia nem do que comeu no café da manhã.

Anônimo disse...

Eu não diria que isso tudo é pra facilitar pros xoxas...mas é uma bagunça sem tamanho! VERGONHA!!!!

Anônimo disse...

Eu, sinceramente, já esperava que a palhaçada fosse mantida como foi. Se eles querem que a gente pegue as paquitas lá no chiqueirão, que seja!

Anônimo disse...

É claro que o coxinha quer a manutenção do que aí se apresenta, pois, no momento, ele é o maior favorecido( pegar o 1º lugar da primeira fase em casa), a não ser que ele termine em uma colocação diferente do 2º ou 4º colocado desta fase.

Anônimo disse...

O supermando deve ser mantido.
Não se muda as regras no meio da competição!
SRN - Gustavo

Anônimo disse...

Tb acho q não se muda as regras no meio do campeonato!! se foi aprovado é porque todos concordam em enfrentar o lider na casa dele!!! o texto não dá margem q outra interpretação q não esta!!

FILIPE disse...

O MCP PODERIA SE CANDIDATAR A PRESIDENTE DA FPF, QUEM SABE O HOMEM NAO FAZ UMA REVOLUÇAO NESSA PORRA DE FEDERAÇAO SEM RESPEITO NENHUM, NEM NOSSO NEM A NIVEL NACIONAL

Anônimo disse...

Não é mole não, Hélio Cury se confundiu com o próprio regulamento da Federação.

Anônimo disse...

Uma pergunta, não podemos entrar na justiça comum, nós torcedores?? não tem nada no estatuto do torcedor que previna este tipo de mudança???

Diovane disse...

"O Onaireves saiu, mas a putaria generalizada continua. Esse Cury não tem a menor idéia nem do que comeu no café da manhã." (2)

TUDO FICOU COMO SEMPRE FOI... mudasse os palhaços, mas o circo é o mesmo!

fRAN disse...

VERGONHA

christian disse...

Ai, pessoal acho que temos que tomar atitude em relação a ésta palhaçada, justo não é más se assim esta escrito que se cumpra já estou vendo com um advogado que é sócio para darmos entrada em uma ação caso o CAP abra as pernas, vamos analizar serão 7 jogos em casa valendo o titulo no centenário dos coxa quem quizer embarcar nesta pedirei autorização ao dono do blog (aquele que levou borracha no pinheirão) para divulgar um email.

Mylla disse...

O Cury consegue a proeza de ser pior que o Onaireves. A diferença é que o Severiano não era burro.

Anônimo disse...

TEM Q ENTRAR NA JUSTIÇA COMUM ESSE CURY É NUITO BURRO MUDARAM DE MOSCA MAS AS MERDAS CONTINUAM

Fernanda disse...

Isso é uma quadrilha... junta esta FPF, mais a coxarada e não dá um porco doente que preste...

Anônimo disse...

Repito um questionamento:
Ninguém questionou ainda o prejuízo financeiro do CAP em aceitar mudança de regra agora.
Seu MM irá pagar os 300mil líquidos dos três jogos decisivos a menos em casa, de seu próprio bolso?
Se estiver sobrando grana manda um pouco para cá, ou então guarda para reforçar o plantel para o brasileiro, chora de um lado e quer dar uma de altruísta por outro?
Vamos melhorar a coerência entre discurso e ações, futebol é coisa séria...
Quero continuar sendo visto como antipático, risadinha não ganha jogo e nem título!!

Anônimo disse...

Hélio Cury: você é uma falácia!!!
Verdinho podre.

Anônimo disse...

As regras são claras.

Não falam em 4 mandos em casa e 3 fora.

Falam em mandar todas em casa se for o melhor que os outros.

O oitavo lugar dança nessa regra, mas está expressamente escrito dessa forma.

O que mais há para interpretar?

Se não seguirem essa regra, os torcedores que entrem logo NA JUSTIÇA, para fazer valer a regra escrita e não o que sairá da cabeça do ONAIREVES 2.

Anônimo disse...

Como não temos imprensa séria por aqui tentam nos enrolar.
Tente mudar o campeonato dos paulistas para ver o que dá...
Infelizmente ainda temos muitos elementos que não merecem ser mais que a velha quinta comarca...
Pior que até agora nem humildade de dizer "cagamos no pau", eles tiveram, arrotam cebola como se tudo estivesse certo e claro, bando de incompetentes.