quinta-feira, 5 de março de 2009

O fim do sócio-ausente

A probabilidade de algo que começa errado terminar errado é sempre muito grande.
Quando o Sócio-Furacão foi lançado, houve muita polêmica acerca do plano de sócio-ausente. Principalmente pelo fato deste associado, por morar em outra cidade, poder pagar apenas a metade do preço do que um torcedor de Curitiba paga para se associar, mesmo que consiga assistir a todas as partidas na Baixada; mas também porque a Baixada não se sustenta com uma cadeira rendendo apenas R$ 25 ao mês (sendo que um único ingresso para uma partida custa R$ 30).
Fui um dos que questionou a modalidade quando ela foi anunciada.
Mas o fato é que o plano foi implantado e, aparentemente, tornou-se um sucesso. Não sei quantos são os sócios-ausentes, mas conheço vários felizardos nesta situação.
Agora, tudo indica que o clube resolveu acabar de vez com esta modalidade, mantendo apenas as opções de sócio-titular e sócio-menor de 18 anos. Pelo menos é o que anuncia o site do clube (imagem acima).
Uma quarta modalidade, na qual o torcedor pagava R$ 25 por mês e tinha direito a pagar meio-ingresso nas partidas que quisesse assistir, também foi extinta. Corretamente, porque era a mais esquisita das opções e porque, com os sócios proprietários de cadeiras ocupando praticamente todo o estádio, não conseguiriam nunca comprar a sua meia-entrada.
Uma necessidade financeira, aliada à grande demanda por parte dos torcedores moradores de Curitiba, pode até justificar a decisão de acabar com o sócio-ausente.
O que não justifica é não dar uma ampla divulgação ao fato, avisando ao sócio sobre o fim do plano e o consequente aumento na mensalidade apenas no momento da renovação anual, como aconteceu com alguns usuários do Fórum furacao.com. Um prazo de carência - uns seis meses estariam de bom tamanho - também deveria ter sido oferecido.
Realmente, futebol é caro e R$ 25 por mês por um lugar cativo na Baixada é um valor irrisório, praticamente simbólico, fora da realidade.
Por outro lado, achar soluções para aumentar a arrecadação, como um sistema que permitisse a venda da cadeira cujo sócio-ausente não pudesse comparecer à partida, ajudariam a arrecadar mais e a manter os valores das mensalidades um pouco mais baratos.
  • E você, o que acha? Comente!

25 comentários:

Sabine Klimt disse...

Foi bem engracado que eu renovei o meu antes desta noticia sair. E ainda comprei uma outra cadeira como socio ausente! Se nao tiver aquele plano de colocar a cadeira a venda nos jogos que eu nao for terei de abrir mao de um, mas nao me importo de pagar 50 reais pelo meu titulo. Escolho uma e pronto. O que eu acho injusto e que a gente mal pode ir a Arena e e quando pode os custos de viagem sao altissimos, teriamos de ter pelo menos um desconto ou algum beneficio, nao sei.

Anônimo disse...

deveria continuar os R% 25,00 reais, porem a possibilidade da venda dos ingressos em partidas que o sócio-ausente não esteja, deveria ser disponibilizada para não sócios. mesmo pq(no meu caso) os R$ que pago não é para ir em jogos, memso pq moro muito longe, e sim um valor que eu pago para ajudar o clube, que agora não irei mais ajudar.

estou a 6 meses de sócio e fui em uma partida

acho q eu contribui alguma coisa não acham?!?

é ridículo eu saber dessa noticia por aqui, eu deveria ser informado pelo clube, é o mínimo

Sabine Klimt disse...

posso falar REALMENTE o que eu acho???? UMA PUTA DUMA SACANAGEM!!!!! E eu ainda liguei esta semana pro espaco SF e alguem poderia ter avisado ne? Mas parece que foi da noite pro dia! Eu ja paguei tudo, mas da vontade de estornar o pagamento, isso da!

Anônimo disse...

Sabine, infelizmente tenho que descordar de vc... É uma pena vc morar longe e ter que pagar um custo alto de deslocamento para ver o Furacão, mas acho errado distinguir o torcedor pela distancia que mora.

Assim, o atleticano que mora em São José dos Pinhais ou Campo Largo teriam que ter um desconto com relação ao torcedor que mora no bairro do Agua Verde, pois no Agua Verde as pessoas vão a Arena a pé, enquanto os outros vão de onibus ou carro, gastando com gasolina e estacionamento.

Seria válido um desconto para a gasolina dos torcedores que moram na RMC? Creio que não.

O unico erro na verdade foi terminar o plano sem avisar os socios torcedores, mas acho que esse pacote eh desonesto com quem vai a todos os jogos, assim como eu!

SRN

Anônimo disse...

Deveria haver um sistema em q o sócio avise , antes dos jogos, q não vai comparecer, assim o clube pode colocar aquele lugar a venda pelo ingresso normal. Isto da uma chance d quem não é sócio continuar podendo ir à baixada!!

Anônimo disse...

esse esquema de ligarem e pedirem se a pessoa vai no jogo acontece com o internacional em poa, sao 70 mil socios, e o estadio cabe 55, meu sogro e colorado e socio, toda vez que tem jogo, 2 dias antes ele recebe um e-mail ou uma ligacao, mas parece que no cap ainda falta um pouco de vontade, e sim, acho que esta certo haver um plano para que a pessoa que nao pode ir em todos os jogos, seja um socio, ajude o clube, mesmo que seja a metade do valor, ele esta ajudando nas financas do clube, e dando uma mao...

srn

Anônimo disse...

esse esquema de ligarem e pedirem se a pessoa vai no jogo acontece com o internacional em poa, sao 70 mil socios, e o estadio cabe 55, meu sogro e colorado e socio, toda vez que tem jogo, 2 dias antes ele recebe um e-mail ou uma ligacao, mas parece que no cap ainda falta um pouco de vontade, e sim, acho que esta certo haver um plano para que a pessoa que nao pode ir em todos os jogos, seja um socio, ajude o clube, mesmo que seja a metade do valor, ele esta ajudando nas financas do clube, e dando uma mao...


temos que mandar um e-mail para o CAP com essa sujestao

Anônimo disse...

acabei de ouvir na resenha esportiva..programa do nelson santos!
que o marlos akele mala que ta encostado nos alface...ta acertando com o atletico e não nada de contrato com os bambi!!
o que acham disso?

Sabine Klimt disse...

O que digo e que nao e pelo valor! Pago ate 100 paus pra ter minha cadeira, mas o jeito que tudo isso foi feito, querendo praticamente tirar a cadeira da gente sabe. E este plano de vender a cadeira quando o socio nao fosse, ja foi um milhao de vezes proposto, mas segundo o Atletico, eles nao tem estrutura para tal.
Eu vejo um jogo por mes e disponibilizaria minha cadeira tranquilamente, mas o que eles querem fazer e que o socio ausente nao tenha mais direito a cadeira.

Anônimo disse...

Caros amigos torcedores do Atlético, vi uma reportagem na Gazeta do Povo de hoje e o Sr. MC Petraglia está armando de novo. Não sei a opinião de vcs, mas se esta pessoa voltar ao Atlético como mandatário, a torcida terá que fazer uma revolução, pois, pelo jeito ele retornando, os primeiros a cair fora serão: Geninho, Karam e Dr. Edilson Thiele, ou seja, voltará a turminha de ovelhas deste Sr., além de outras coisas, né ???

Anônimo disse...

Ainda há resquícios de um longo período de ditadura. Nada que não possa e vá ser contornado pelos nosso atuais mandatários.

profano.

Anônimo disse...

SE ELE VOLTAR SERA DAQUI 3 ANOS, SO QUANDO ACABAR O MANDATO ATUAL, E SO ENTRARA DE NOVO, SE O POVAO ATLETICANO VOTAR NA CHAPA DELE, COISA QUE EU DUVIDO MUITO, POIS DO JEITO QUE ESSA CHAPA ESTA AGRADANDO O POVAO, NAO SEI SE O MALUCELLI E O GEARA SAEM DA ARENA TAO CEDO, E SOBRE O MARLOS, NAO SEI NAO, ACHO QUE E MAIS UM " DAGOBERTO "

Anônimo disse...

O GRANDE PROBLEMA DO PETRAGLIA É QUE ELE SE ACHA O DONO DO CLUBE,QUER PASSAR POR CIMA DA TORCIDA É UM LUNATICO MESMO, SEM TORCIDA ACABA O CLUBE,DEIXE A DIRETORIA TRABALHAR E TORÇA PELO BEM DO ATLETICO PETRAGLIA AI SIM VOÇE VAI PROVAR QUE TORÇE PELO ATLETICO E NÃO PELO SEUS INTERRESES PESSOAIS.

Anônimo disse...

Geninho soltou os cachorro pra cima do Petraglia . vamos repercutir aqui no pinga-fogo guerrilheiro:
Eugenio X Mario Celso

Anônimo disse...

Geninho soltou os cachorro pra cima do Petraglia . vamos repercutir aqui no pinga-fogo guerrilheiro:
Eugenio X Mario Celso

Anônimo disse...

Se o Petraglia voltar a mandar, eu deixo de ser sócio furacão e não assisto mais jogo do Atlético, vou sofrer com isso, mas, não vou concordar nunca com este absurdo.

Anônimo disse...

Geninho falou que o Pet entra por uma porta e ele sai por outra.

E essa do Marlos.

Anônimo disse...

esse negocio do marlons é verdade ao menos era a um tempo atras ele sempre foi atleticano, familia inteira é co cap e ele semore teve vontade de joga no nosso time, e joga muito se vier sera um bom reforço, ele sempre foi atleticano isso é serio... conheço alguns familiares dele e confirmaram a historia que ele sempre quiz joga no furacao...

Anônimo disse...

a respeito do MCP ele so volta se ganha uma eleicao, coisa que eu acho que nunca mais acontecera na minha opiniao.

sobre o marlos, de 10 jogos que vi dele, apenas 1 ou 2 me agradaram, se falam que esta certo mesmo, pode ser uma boa, pq no comeco do ano ouvi que os bambis e o colorado queria ele, sera que eles estao tao errados, se vier pra somar e ajudar, seja bem vindo, nunca e tarde para escolher o lado certo, mas se quiser vir pra ca pra sugar dinheiro e nao fazer nada, se suma pra sp rj ou pra pqp...

SRN
NIKOLAS P.

Anônimo disse...

e ai guerrilheiro, vc nao sabe nada sobre esse assunto do marlos?

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Nada, ainda, sobre o Marlos. Só sei mesmo é dessa desconfiança por parte de alguns torcedores.

Sobre o e-mail do Petraglia e as declarações do Geninho, comentarei na sequência.

Anônimo disse...

Acho deveriam criar uma categoria nova de associado.
Uma categoria para aqueles que não vão a todos os jogos e/ou moram longe.
pagariam R$ 10,00 mensalmente e teriam PREFERÊNCIA na hora de comprar os ingressos RESTANTES dos jogos do Furacão.
Ou seja, Se a futura Arena tiver 42 mil cadeiras e 35 mil sócios/cadeiras, o restante deveria ser vendido à essa categoria de sócios e se sobrar à não sócios. Ocorreria um fenômeno igual a torcida colorada. Vendo que corriam o risco de não poder ver mais um jogo do seu time, eles se associaram na categoria mais simples mesmo. Abraço.

Anônimo disse...

A modalidade do socio torcedor ausente é mais do que válida. Afinal, uma das justificativas da medida não era tornar o Atlético um clube mais "interiorizado"?
Com esses novos valores, quem mora fora da região de Curitiba não terá interesse em renovar o plano.
Como já foi dito, o mais correto seria criar uma maneira de vender o ingresso da cadeira desse sócio toda vez que ele não pudesse estar presente na Baxada.

Anônimo disse...

Ah, e outra coisa, Guerrilheiro. Felizardo é quem mora na região de Curitiba e pode assistir a todos os jogos do Atlético.

Anônimo disse...

Sou sócio meio-ingresso. Não sou de ir muito ao estádio. Optei no meio-ingresso (mesmo sem ir ao jogos) para ajudar financeiramente o clube. Se realmente acabar o sócio MEIO-INGRESSO o clube deveria abrir um canal para aqueles que como eu queiram contribuir espontaneamente, com o valor que quiser R$5,00 R$10,00 R$15,00 R$20,00. É uma contribuição mensal espontanea (um DÍZIMO). Imaginem 50.000 mil atleticanos doando R$10,00 por mês, daria R$500.000,00. Nada mal. Seria uma espécie de DIZIMO DO ATLETICANISMO. É só viabilizar a ideia. Fanáticos seguidores é o que não falta.