sexta-feira, 27 de março de 2009

Diário da Fundação - 27 de março de 1924

Já passam das onze horas da manhã e acabei de acordar. Perdi a roda de conversa no Café do Commercio, mas a ocasião mereceu. Varamos a noite em meio aos festejos da criação do Athletico. Em candentes palavras, Arcésio Guimarães proferiu um discurso emocionado. Recordo-me especialmente de uma passagem: “Como rebento pleno de vida, deverá continuar trajetória dos antigos rivais, rivalizando-se com seus adversários e com eles nivelar-se” . Foi aplaudido em pé, por todos os presentes. Todos estamos conscientes de que o Athletico poderá fazer frente a qualquer agremiação esportiva do Estado e é para isso que trabalharemos a partir de agora.

3 comentários:

Anônimo disse...

Agora também lembrei de uma coisa.

Há quanto tempo a diretoria do CAP não comemorava um aniversário?
Uma lembrança sequer era feita.

Também, o clube tava na mão de quem um dia queria fazer fusão. Lembra?

Parabém ao CAP e à nova Diretoria. Meus parabéns de coração.
_____________
profano

Anônimo disse...

Profano ou burro?
Não teve risoto para o povo, mas sempre foi comemorado o aniversário sim senhor.

Anônimo disse...

Anônimo ou cego.

Cite como e quando, zé mané. Só se foi na sala da tua casa, com o coronel.

Seu bunda mole.

___________________
profano.