quinta-feira, 19 de março de 2009

Cunha Pereira, um atleticano

Do site oficial do CAP:
O Atlético Paranaense e toda a nação atleticana estão de luto pela morte do jornalista Francisco Cunha Pereira Filho, diretor-presidente do Grupo RPC. A diretoria e manifesta em nome do Clube, lamentando profundamente a perda do ilustre torcedor e conselheiro por vários anos do Atlético Paranaense.
Estamos todos sentidos. Lamentamos, pois todo o Estado perde com a morte de Francisco Cunha. Nós atleticanos nos solidarizamos com a dor pelo falecimento da pessoa do doutor Francisco, que acima de tudo era um torcedor do Atlético Paranaense. Uma pessoa que sempre defendeu os interesses do nosso Estado, declarou o presidente do Conselho Deliberativo, Gláucio José Geara.

“O Paraná perde um ferrenho defensor dos interesses paranaense e nós, do Atlético, perdemos um ilustre torcedor que até há pouco tempo integrava o Conselho Deliberativo do Clube”, disse o presidente do Conselho Administrativo, Marcos Malucelli.

•••

Em entrevista à Gazeta do Povo Online, outros atleticanos lamentaram a morte de Cunha Pereira. “Eu convivi de várias formas com Dr. Francisco. Era um atleticano, parceiro e correto. Sinto que o Paraná perdeu uma liderança. Ele abriu muitas portas para o crescimento do esporte. Uma pessoa capacitada e amiga como poucas. Lamento muito”, disse o ex-presidente do CAP, Mario Celso Petraglia.

O jornalista Carneiro Neto também deu seu depoimento: “Eu fui convidado pelo Dr. Francisco, há 25 anos, para escrever no jornal. Tenho boas lembranças dele. Ele era uma pessoa muito educada, mas muito enérgico. Foi com essa energia que ele construiu o maior grupo de comunicação do Paraná. De um jornal ele criou um império de comunicação. Era atleticano sempre muito bem informado. Ele sempre me perguntava as coisas do Atlético. O Dr. Francisco foi uma personalidade marcante, uma pessoa muito agradável”.

Nenhum comentário: