terça-feira, 17 de março de 2009

A alma do povo

Carneiro Neto e a equipe da Rádio Globo na Copa
de 82, na Espanha: esse narrava de verdade!
Às vezes, quando os jogos do Furacão não estão sendo transmitidos na TV ou mesmo quando vou à Baixada, gosto de escutar os jogos do Atlético no radinho. Meus amigos, que tédio! Narrações insossas, algumas até medíocres. Narradores pasteurizados, todos iguais, mantendo todos o mesmíssmo padrão. A Transamérica e a Rádio Rock tentando ser moderninhas, com musiquinhas bacaninhas enfeitando as transmissões, piadinhas sem graça e até um mosquito falante. Algumas AM's sem qualquer padrão de qualidade. A Banda B até engana, quando Marcelo Ortiz está a narrar. Talvez o melhor nome atual seja o Luiz Augusto Xavier, da CBN e da RPC. Isso que só estou falando em rádio; portanto nem vou levar em consideração a tristeza que é ouvir o Jason Goulart.
Sempre bate uma saudade dos grandes narradores de outrora. Os mais novos talvez nunca nem tenham ouvido falar de Lombardi Junior, um papa da narração futebolística. Dizem que era coxa. Mas seu grito de "Atleticoooooooooooooooooooooooooooooooooooolaaaaço! Alegria, alegria, alegria, alegria, alegriiiiiia do meu povão rubro-negro!" era algo emocionante.
Ou então Jair Junior: "Eeeeeeeeeeeeeeeeeeeee queeeeeeeeeeeeeeeeee goooooooooooooool rubro-negroooooooooo!".
Ah, que saudades. Eu realmente gostava bastante destes dois.
Mas sinto falta mesmo é do Carneiro Neto. Seu bordão da hora do gol era o indefectível "É diiiiiiisso que o povo gosta!".
Ele não se destacava apenas pela narração, mas também pelos comentários.
Sagaz, com humor ácido, de raciocínio rápido e um grande frasista.
A comunidade do Carneiro Neto no Orkut reúne uma coletânea de algumas de suas frases mais célebres, escolhidas por seus ouvintes-fãs.
A mais fantástica de todas, representa bem o que é o Clube Atlético Paranaense, neste mês em que o clube completa 85 anos de vida:
"Um pouco de teatro, um pouco de religião.
O Atlético faz bem à alma do povo
".

Genial.
Quer mais? Veja aí algumas pérolas do Carneiro:
Atlético x Figueirense, Brasileirão 2004:
- Acaba a partida, vence o Figueirense aqui em plena Baixada. E agora os jogadores do Figueirense começam a se abraçar e a se beijar no meio de campo. A catarinada está ouriçada aqui. E pensei que isto só fosse coisa de gaúcho!
Treze-PB x Atlético, Copa do Brasil 2002:
- Estamos aqui na cidade de Campina Grande, na Paraíba. Cidade medíocre, aliás!
Na mesma partida, no meio do jogo:
- Bola com Val Baiano, que passa para Val Pilar... Já me perdi, Remy!
Brasil x Holanda, Copa do Mundo de 1998, dialogando com o comentarista Capitão Hidalgo:
- Argentina e Holanda, vai torcer para quem, Hidalgo?
- Olha Carneiro, minha gente, diante da rivalidade sou mais Holanda, viu? E você, Carneiro?

- Olha aqui, eu sou sul-americano. Vou a Buenos Aires todo ano e sou muito bem tratado. Vou torcer pra holandês que eu dou bom dia e o sujeito late pra mim? Evidente que não, quero que a Argentina ensacole essa gente!
Atlético x Vasco, Brasileirão de 1999:
- Estamos aqui nesse puleiro chamado São Januário . Aliás, todos os times cariocas estão sediados na Zona Sul, o Vasco é o único na Zona Norte. Quer dizer, é um time varzeano por excelência...
Atlético x Londrina, Campeonato Paranaense de 2001:
- Agora vamos à nota do camisa 9 rubro-negro, Alex Mineiro, o popular "Alex Abraço". Isso porque a única coisa que faz em campo ultimamente é ir abraçar quem faz gol. Hoje ele ganhou um abraço do Kléber e um do Donizete Amorim, vai feliz da vida pra casa.
Transmissão de Atlético x América de Cáli, pela Libertadores 2002, e chama o plantão esportivo:
- Carneiro?
- Sim, a informação.

- Em mossoró, gol do Guaraúna, agora Guaraúna 2, Vasco 1.
- Esses cariocas apanham em cada lugar hein? Hoje é o Vasco em Mossoró; ontem o Flamengo no Ceará...
- Não Carneiro, foi no Mato Grosso.
- Pois é. No Mato Grosso. Daqui a pouco essa gente vai apanhar é na luuuua.
Atlético e Juventude, pelo Brasileirão, o repórter Remy Tissot estava falando que fulano, beltrano etc estavam contundidos e que o pessoal noco contratado pelo CAP também estava. Carneiro entra cortando:
- É, o Atlético é o verdadeiro INSS do povão!
Também CAP x Juventude. Alan Bahia sofre falta violenta e Bruno Lança, ex-jogador do Furacão, agride o jogador do Juventude (seu companheiro de time).
- Olha lá o Bruno lança dando um sopapo no seu companheiro de time. Deve ter dito: "não faça isso com o meu amigo, seu palhaço!"
Vitória x Atlético no Barradão, Brasileirao de 2001, dialogando com Remy Tissot:
- Oooo Remy, é impressionante o cheiro horroroso que tem este estádio. Parece até que há um lixão aqui por perto, confirma Remy?
- Não, Carneiro.
- Bom... a baianada também não é fraca, hein!

Atlético x Santos na Baixada, e os visitantes entram em campo:
- Lá vem o Santos, todo de branco, parece uma noiva!
Uma partida qualquer na antiga Baixada, e a PM estréia um novo uniforme:
- Mas que uniforme horroroooooso, parece que é ocre!

Carneiro Neto (dir) acompanha Anfrísio Siqueira, presidente da Boca Maldita, e o jornalista
João Saldanha, dois ilustres atleticanos já falecidos, ao antigo Parque Aquático (PAVOC)
É, que tempo bom que não volta nunca mais. Tempo desses narradores que, como o Atlético, faziam bem à alma do povo.
• • •
Baixe as narrações de Lombardi Jr.
Bem, falei sobre o Lombardi Junior e suas narrações espetaculares e incomparáveis. Quem ouviu, pode matar a saudade. Quem nunca teve o prazer de ouvi-lo, pode conhecer suas narrações agora. É só baixar os três discos do Atlético Campeão gravados pela equipe da Rádio Clube Paranaense - B2 em 1982, 1983 e 1985, transformados agora em arquivos de MP3 pelo atleticano Maurício Simões:
Obs: Para baixar os arquivos, clique no link, escolha FREE e aguarde a contagem regressiva. Baixe um arquivo de cada vez. O Rapidshare não deixa baixar dois ao mesmo tempo, nem um em seguida do outro. É preciso reiniciar o computador e tentyar baixar o segundo. Se não der, terá que esperar cerca de uma hora entre um arquivo e outro. Mas vale muito a pena!

21 comentários:

thyago disse...

Uma pena que eu não peguei a época do Lombardi Jr. Tenho o vinil do título de 85 e sempre me emociono com suas narrações (ESTREMECE O GIGANTE DE CIMENTO ARMADO).


Tbm gostava das narrações do Carneiro Neto, quem tem mais ou menos o estilo dele é o Sidney Campos da Rádio Difusora, nunca me esqueço de um jogo em que ele falou que o Alan Bahia parecia pai de santo iniciante, pois só dava passe errado kkkkk.

Anônimo disse...

Bons tempos de Sony Walkman (aquele amarelão)!
E Deus abençoe a conta premium do rapid share!

_Madroxx_ disse...

Ótimo tópico, Guerrilheiro...
Carneiro Neto. pra mim, é simplesmente o melhor narrador que vi narrar jogos do Rubro-Negro. Ele e o Remy Tissot, que dupla! Bons tempos, pena que agora o Carneiro só escreve... não narra... Um dos meus bordões prediletos era:
"Chutou... MAAAAL!... Loooonge do gol... Assim, não vai... "
O Xavier é ótimo, mas ele é mais imparcial, embora digam que ele seja atleticano. Carneiro era mais emoção. O Lombardi Jr. também era ótimo. O Linhares Jr. é bom também, mas não está narrando aqui ultimamente.
O Jasson Goulart deve ser casado com alguma filha de algum diretor da RPC, por que não é possível um cara narrar daquele jeito e se manter na globo... Acho que só perdemos o jogo pro Cianorte porque ele narrou, essa é a verdade! rs...
Abraços!

Anônimo disse...

hahaha muito bom mesmo...
falando de outra coisa, e muito assustadora... diz a lenda que galatto pede uma chance para geninho e e negada...

TA CHERANDO TRANSFERENCIA!!!

Anônimo disse...

EEEEEEEEEEEI EU TENHO ESSES VINILS!!!!!!!!! MEU PAI TEM FAZ UNS 15 ANOS JAH!!!!

NELSON.

Anônimo disse...

AGORA O JASON GOULART...ESSE É O PIOR QUE EU JA VI, JUNTO COM O FERNANDO GOMES, SÃO AS 2 PIORES PESSOAS QUE ESTÃO NO MEIO DO FUTEBOL, A NÍVEL DE RÁDIO E TELEVISÃO, AQUI NO NOSSO ESTADO...

PFC disse...

Jason Goulart narrando...
Lá vai o número 6, passa para o Valência que toca para o número 2.... KKKK Piada.
Vergonha.

Anônimo disse...

Parabéns Guerrilheiro!!!!!!

Mto bom!!!

SRN

Gustavo

Anônimo disse...

Lembro da narração do gol contra do China , no infame atletiba:

e lá vem de novo o ... ( adversário) bola na area chegou o China e ... Conseguiu

Marcio disse...

Muito bom o assunto do tópico, realmente é triste ouvir futebol pelo rádio hj em dia. Quem ouviu Lombardi JR, Carneiro Neto, Durval Leal sabe a falta que faz. Talvez o Edgard Felipe que é contemporâneo das pessoas acima chegue perto, pena que sua preferência clubística(só narra o jogo dos porcoxas) fique acima de seu talento profissional...

Anônimo disse...

Como era bom poder ouvir Lombardi JR na Rádio Clube Paranaense B-2 uma "potência radiofônica".
Gostava muito também do "Timaço de Carneiro Neto" na Rádio Cidade AM 670, composta por Carneiro Neto, Augusto Mafuz, Remy Tissot (melhor repórter de campo de todos os tempos), Mário Henrique, etc.
Atualmente só escuto a Difusora 590 com Sidney Campos e o brilhante Remy Tissot.

Anônimo disse...

O Carneiro era bom mesmo...
Quem lembra quando levamos uma sapatada do Corinthians no Pinheirão pela Copa do Brasil?
Lá vem o Corinthias.... Meu Deus.... gol do Corinthians...
rsss
triste lembrança....
Mas vamos dar um voto de confiança para o Marcelo Ortiz, ele também é bom.
Foda é ouvir a Transamérica que fica lendo emails dos ouvintes ao invés de narrar o jogo.

Anônimo disse...

Cara, se você pegar a coluna do Carneiro neto, escrita no dia da volta para a Baixada (a do Farinhaque), na Tribuna, você irá se arrepiar. Pena que não tenho como resgatá-la. É simplesmente excepcional.

_
pfano

Anônimo disse...

Carneiro eu arquivei no tempo do "Alex Abraço", depois veio sem graça dizendo que era só uma brincadeira...
Remy tinha meus respeitos até o dia que voltou a trabalhar com o cara que mandou ele embora no ar (Durval Monteiro), quando Remy comentou o caso proibido (a gravação do goleiro do Iraty em 98 quando o tal do Vialle aparecia oferencoi dinheiro para que vendessem o jogo, uma vergonha).
Como não paga as contas dele não posso julgar, mas perdeu a credibilidade e vive querendo agradar o "chefe" ervilhático.

christian disse...

Nossaaaa, voltei no tempo fechei os olhos em um breve momento estava tomando chuva após comer um pão com bife e preocupado se as pilhas do meu radinho aguentariam ouvir mas um "É disso que o povo gosta"
Maravilhosa matéria.

Anônimo disse...

tem que ser agooooora minha nega, tem que ser agora...autoriza o arbitro, correu pra bola e...xibuuuuummmmmm nelaaaa. rsrsrs d++++

Mylla disse...

As narrações do Lombardi deixavam qualquer um no chinelo, eram arrepiantes. Toda vez que ouço ou lembro chego a me emocionar. Meu pai era amigo dele, uma vez me levou à cabine na Baixada, durante a transmissão de um jogo pra eu falar com ele.

Só uma correção, Guerilheiro, quem passou pro MP3 não foi o Maurício (meu amigo, por sinal) e sim os irmãos Rogério e Sandro Michailev que tem ido aos encontros do Círculo de História.

Mylla disse...

Essa do Carneiro falando que o time do Santos parecia uma noiva eu lembro bem.

Ele tinha várias boas tiradas quando narrava.

mauricioschultz disse...

Tenho este vinil, de vez em quando boto na vitrola no último volume e faço estremecer a Cruz do Pilarzinho, a última vez que finquei a agulha no sulco dele foi no 5x2 contra o Flamengo, hoje prefiro acompanhar a Difusora pelos profissionais que ali se encontram, principalmente Edgar Felipe e o Sidney Campos, e também pelos mesmos motivos dos outros comentários, a concorrência é horrorosa.

kulikowskimarcelo disse...

cresci e me emociono ao ouvir a narração do lombardi e uma volta ao passado!!!

Júlio disse...

Lombardi Junior era Coxa , Edgard Felipe é Coxa , não houve e não havera ninguem melhor que eles.