sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Regra do futebol pode ter mudanças

Do Globoesporte.com:

O jogador do seu time comete uma falta mais dura no adversário. O árbitro se aproxima dele e se prepara para mostrar o cartão. A partir deste ano, essa história poderá ter um final a mais. Além do amarelo e do vermelho, entra em cena o cartão laranja - que não apenas adverte nem expulsa definitivamente.

A novidade, que excluiria o jogador da partida por alguns minutos, será votada neste sábado pela International Board, na Irlanda do Norte, em reunião a partir de 6h30m (de Brasília). Se for aprovada, será a primeira grande mudança nas regras do futebol depois de nove anos. Outras propostas serão votadas. O intervalo de 20 minutos, a quarta substituição em caso de prorrogação e o direito do treinador de permanecer na área técnica são outros destaques.

Arnaldo Cézar Coelho, comentarista da TV Globo, diz que as principais mudanças em pauta receberão o aval da International Board. Ele gosta das novidades e elege o cartão laranja como a mais curiosa. Mas é justamente a que promete causar mais polêmica entre os jogadores.

As outras modificações nas regras são menos polêmicas e, em alguns casos, servem apenas para oficializar uma situação que já acontece com frequência. Permanecer na área técnica, por exemplo, já é uma realidade para o palmeirense Vanderlei Luxemburgo ou o atleticano Emerson Leão. Se a mudança vier, os treinadores agradecerão, e os juízes também. Seria o fim de um estresse para o quarto árbitro, que atualmente tem de pedir a toda hora para o treinador retornar para o banco de reservas.

A International Board é a entidade que cuida das regras do futebol e suas mudanças. É formada por quatro integrantes da Fifa e um de cada uma das federações britânicas: Inglesa, Escocesa, Irlandesa e Galesa. Para que uma mudança seja aprovada, a proposta deve ter os quatro votos da Fifa, mais dois dos outros quatro integrantes.

A reunião inaugural da International Board foi realizada em 1886, 18 anos antes da fundação da Fifa. A cada ano, são realizados dois encontros. O primeiro, entre fevereiro e março, discute as regras do futebol. O segundo, entre setembro e outubro, trata apenas de questões internas.

Veja quais são as mudanças propostas:

Clique para ampliar
As mudanças me soam interessnates, menos com o tal do cartão laranja. Se a juizada não sabe nem aplicar direito os cartões amarelo e vermelho, imaginem botar mais uma corzinha aí. Vai ser aquela confusão. E mais polêmica.
  • E você, o que acha das mudanças? Palpite!

2 comentários:

Anônimo disse...

"Se a juizada não sabe nem aplicar direito os cartões amarelo e vermelho, imaginem botar mais uma corzinha aí."

Faço das suas as minhas palavras.

Aurélio disse...

1ª: téoricamente, é uma boa idéia (Escreverei com acento mesmo, foda-se essa reforma ortográfica!), mas, na prática, só vai servir pra dar ainda mais briga;
2ª: acho que deveriam ser 5, uma seria apenas no caso de jogador cuntundido;
3ª: essa até que é boa;
4ª: só agora mudaram essa merda?! Ridícul;
5ª: o chip é melhor, o auxiliar está sujeito à uma chance maior de erros em relação ao chip, fora o fato de que é muito fácil "comprar" um árbitro.