segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Racismo coxa


Como não fui ao jogo, eu não sabia dessa. O colunista da Furacao.com Juarez Villela Filho comenta sobre o racismo praticado por torcedores dos coxas, novamente, ao xingar os atleticanos de “torcida de crioulos” e negrada”. Ano passado, o jogador Carlos Alberto já havia sofrido com a mesma discriminação. Lamentável. É bem a cara da coxadada isso. Confira o texto de Juarez:
Pouco antes do intervalo da partida, na divisa das torcidas no anel inferior, entre as sociais do Couto Pereira e a massa atleticana uma cena bizarra aconteceu. Pior de tudo, mais uma vez com vistas grossas e conivência da Polícia Militar do Paraná. Um torcedor do Coritiba, bem aquele estereótipo de torcedor alviverde, gordo rosado, tipo o Presuntinho do Tiny Toon, ofendeu atleticanos com provocações racistas. Não satisfeito apontava para a sua pele alva e chamou claramente para quem quisesse ouvir, em especial os policiais que estavam na divisa de torcida que nós atleticanos éramos “uma torcida de merda, de crioulos, macacada que tinha que voltar pra jaula, negrada FDP”. Claro e cristalino. Havia três atleticanos negros por ali e um deles pelo jeito já deve ter sofrido alguma discriminação com relação a sua cor da pele e saiu indignado, quase chorando principalmente em perceber que logo após os rubro-NEGROS que estavam por perto se revoltaram, exigiam a pronta prisão do infrator que ainda ficou um bom tempo fazendo ofensas gratuitas até que um policial chegou para conversar com ele.

Semi satisfeitos achamos que no mínimo o boçal torcedor iria para a triagem. Que nada! Sorridente e ainda ofendendo a raça negra foi levado pelo policial para o mesmo setor do estádio, mas longe da divisa. A Lei 7.716 de 1989 é clara em seu artigo 20, copiado integralmente abaixo:

Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional. (Redação dada pela Lei nº 9.459, de 15/05/97)
Pena: reclusão de um a três anos e multa.


Havia o flagrante, havia testemunhas e o imbecil ficou vendo o jogo e hoje está livre, talvez se vangloriando para as amigos do feito de ontem. Uma pena. Assim como é uma pena que nossa imprensa se cale com coisas assim, como se calou ano passado quando o jogador vascaíno Carlos Alberto, então no Botafogo foi vítima de preconceito racial também nas sociais do Couto ao ser substituído e chegou a prestar queixa em delegacia de nossa capital. Curioso que menos de 20 dias depois houve um problema semelhante com jogadores negros do Corinthians em Caxias do Sul contra o Juventude e os maiores veículos de comunicação do Paraná deram destaque.

O que aconteceu ontem foge da esfera desportiva, está relacionado à esfera criminal. Assim como torcedores, quer sejam atleticanos ou coxas que brigam e depredam o patrimônio público a quilômetros de distancia dos estádios sendo que muitos deles sequer vão aos jogos não podem ser considerados infratores na esfera desportiva e sim na criminal.

Odiosa a ação do racista torcedor ontem dentro do estádio e reprovável a omissão da polícia militar. Em dias em que a humanidade festeja e torce pelo sucesso de um negro que se tornou o homem mais poderoso do planeta e que sabe que suas decisões podem mudar o rumo do mundo moderno, vermos dentro de nosso quintal tamanha baixaria, tamanha falta de noção, tamanho preconceito explícito e que não foi devidamente combatido é demais.

Um clube centenário e que teve alguns de seus ídolos e jogadores importantes negros torcedores um pouco mais civilizados e que saibam que as diferenças existem sim, mas devem no mínimo ser respeitadas. Me orgulho mais ainda em pertencer a uma torcida livre desse tipo de gente, a verdadeira torcida do povão, a torcida de um clube que nasceu aristocrata, mas forjou sua história de lutas, dificuldades e glórias com o sangue e o suor de negros, brancos, índios, orientais, polacos e tudo mais.
O Atlético e seu povo mostram sua grandeza mesmo em pequenos atos.

16 comentários:

João Pedro disse...

A PM paranaense é uma falácia!!!Lamentavel.

Anônimo disse...

Quem não lembra daquele Atletiba do ano passado em que um cocôxa esvaziou um extintor de incêndio na divisa das torcidas, em frente à polícia, que nada fez.

Torcidinha abaixo da crítica, assim como seu estádio. E, infelizmente, assim como a polícia...

Anônimo disse...

E a importancia que a midia local deu quando um "zé ruela" jogou uma bala no jogador do paranazinho, ficou uns 15 dias como manchete nos jornais.

Anônimo disse...

falando em 'festa da uva' (pedindo perdão por utilizar o nome de tão conceituada festa típica) e aquela historia dos ingressos que eram falsificados DENTRO do pinga mijo? nada mais né =)



SRN

Anônimo disse...

Testemunhei o infame episódio. me deu vontade de vomitar. Muita gente filmou e fotografou com o telefone. Tomara que apareça a triste figura do nazipaquita. Realmente escroto. Até algunns coxas - idiotas mas não tanto, se constrangeram.

Polaco

Anônimo disse...

... já vi a torcida atleticana jogar pão para a torcida colorada e gritar "pão para o favelado" infelizmente, existe ignorancia em todas as torcidas, inclusive na nossa!

Anônimo disse...

Prova do crime...
Apesar de o primeiro estar aparecendo na foto imitando um macaco, quem foi visto no estádio xingando é a nazipaquita que está meio que de costas, atrás, de camisa listrada e sorrindo.

Anônimo disse...

http://img523.imageshack.us/img523/1992/paquitaqq4.jpg

Anônimo disse...

Mais precisamente, este:

http://img142.imageshack.us/img142/9213/paquita2vs9.jpg

Anônimo disse...

Gostei da parte: "gordo rosado, tipo o Presuntinho do Tiny Toon..."
Hahahahaha

Fernanda disse...

Não dá pra generalizar a torcida por causa desses escrotos, mas não me surpreende que seja justamente um torcedor coxa branca a manifestar-se de forma racista.
Convivo com coxas e já presenciei um monte de atos estúpidos como este de ontem, que só não dá merda pq estes manés têm mais sorte que juízo, acho que as pessoas ofendidas não querem esquentar a cabeça e perder tempo com um otário desses... Agora da PM espera-se ação. Nesse caso, se existisse do outro lado um grupo disposto a fazer esse imbecil calar a boca, o episódio não acabaria bem. A omissão da PM nos estádios, por muitas vezes, chega às vias da irresponsabilidade.

Anônimo disse...

ISSO NÃO PODE FICAR ASSIM, BORA ESPALHAR ISSO PELOS ORKUTS DA VIDA, VAMOS AVACALHAR COM ESSE PORCO RASCISTA FDP !!!

Anônimo disse...

CÁ ENTRE NÓS, XOXA BRANCA NAZISTA NÃO TEM TUDO CARA DE MANÉ? COMO SÃO TROUXAS ESSES CARAS, SÓ POR DEUS, SINCERAMENTE, NÃO SEI O QUE LEVA UM ESCROTO DESSE TORCER PRA UM TIMECO DESSES, PENSANDO BEM, TEM QUE SER UM TROUXA DESSE MESMO PRA TORCER PRA UM TIMINHO VAGABUNDO QUE NEM ESSE.
BANDO DE OTÁRIOS.
SRN

Anônimo disse...

o chefe da PM só pode ser xoxa..

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

◘◘◘ PAQUITA DETECTED ◘◘◘