quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Enfim, uma atitude!

Da Gazeta do Povo Online:

Torcedores do Atlético que se envolveram em briga, antes do clássico Atletiba, que causou danos ao terminal do transporte coletivo de Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, vão ficar bem longe dos estádios até final do Campeonato Paranaense. A decisão inédita no Paraná, tomada em audiência preliminar do Juizado Especial Criminal de Pinhais, já vale para o próximo jogo do Furacão - o clássico diante do Paraná Clube, domingo, na Arena.
Os 25 torcedores detidos em flagrante na confusão terão de se apresentar ao Batalhão da Polícia Militar de Pinhais meia hora antes dos jogos do Rubro-Negro no Paranaense e lá devem permanecer até 15 minutos após o apito final. "Foi um acordo que fizemos com todos os torcedores envolvidos na confusão e vale até final do campeonato", disse, por telefone, à Gazeta do Povo Online, a Promotora de Justiça Cláudia Regina de Paula e Silva.
A punição aos vândalos foi confirmada 17 dias depois da partida realizada no Couto Pereira, no dia 1º de fevereiro e, de acordo com a promotora, terá um efeito moral e impedirá que as mesmas pessoas se envolvam em confusão antes dos jogos.
"Não é uma prisão. Essas pessoas poderão ouvir rádio ou assistir o jogo pela televisão no Batalhão da PM. Em outros casos, quem se envolvia em confusão pagava uma cesta básica ou prestava um serviço à comunidade, mas no jogo seguinte já estava envolvido em briga. Queremos acabar com isso", explica.
A promotora explica que a base legal para a "troca" de punição é o Estatuto do Torcedor, no artigo 39. "Temos de fazer valer o que diz o Estatuto. Lá encontramos punições morais para coibir a violência nos estádios e fora deles", explicou. Quem não comparecer voltará a responder por crime contra o patrimônio público.
A briga de 1º de fevereiro causou danos parciais em catracas, vidros de ônibus e lojas que ficam dentro do terminal de ônibus de Pinhais.

6 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns à procuradoria de Pinhais. A solução para o problema é essa, sem dúvida. Quem apronta em um jogo fica fora dos próximos. Até do campeonato inteiro. Quando sentirem na pele vão parar de bagunçar.

Anônimo disse...

De acordo, chega de violência, covardia e quebra quebra em terminal e ônibus. Tá no hora de parar com essa bagunça. Futebol é diversão e não essa babaquice toda de malária que se acha, mas só apronta em turma, os covardes nunca agem sózinhos !!!! Tá na hora de mudar a música dos fanáticos "acabou a paz, seja no campo, no terminal, fanaticos vai descer o pau !!! O julião deve assumir a responsa que ele tem agora e acabar com essa merda. Ficar orgulhoso de "malária" que só faz merda, é o fim da picada !!!

Anônimo disse...

Antes tarde do que nunca, tem mais e que tomar uma atitude rigorosa com esses maloqueiros.
É muita babaquice mesmo...
Papo de malaria e de não ir ao estadio por ter ficado elitizado, essa gente não gosta de futebol, gosta é de andar em gangue, gosta de maloqueragem, veste a camisa do clube como pretexto pra arrumar encrenca e vive de 'dar porrada' e fazer merda o tempo todo!
Isso não tem nada de 'cool' é uma puta caretice, coisa dos anos 80.

Anônimo disse...

É mas no post anterior, todo mundo tava orgulhoso do malária !!!

Anônimo disse...

Claro a malária é a nata da sociedade atleticana!!


Que orgulho da malaria!!

Anônimo disse...

A parada é assim mesmo, brigas vão rolar sempre. Fora que na Fanáticos existe muito esta política de violência.