sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Por uma vitória salvadora

Do Paraná-Online:
Das sete equipes que brigam contra o rebaixamento, o Atlético é a única que pode nesta rodada atingir o número mágico de 44 pontos, que segundo os matemáticos é o suficiente para se manter na primeira divisão ado no que vem. O técnico Geninho irá repetir a mesma escalação que venceu o Figueirense e o Vitória para o jogo contra o Botafogo, neste sábado, no Engenhão.
A equipe carioca convive com muitos problemas internos. O mais grave deles é que os atletas não recebem os salários há mais de três meses. Alheio aos problemas do adversário, o pensamento do grupo rubro-negro é um só: vencer e espantar qualquer perigo de descenso. "Nós temos que jogar bem e fazer por merecer a vitória. Temos que estar tranqüilos, focados, porque não tem nada definido e ainda não tiramos o Atlético dessa situação delicada no Brasileiro", afirmou Rafael Moura, um dos destaques da equipe, ao site oficial do Atlético.
Quem está envolvido com o mundo do futebol certamente já ouviu falar na famosa "mala branca". Sobre a possibilidade de o Botafogo estar recebendo algum incentivo extra de equipes interessadas na derrota do Atlético, o He-Man acredita que jogadores profissionais não precisam de incentivo para exercer seu trabalho. "Eu prefiro acreditar que a hombridade e a vontade de jogar futebol é maior e por isso,
vamos com tudo para tentar antecipar nossa permanência na Série A", relatou Moura.
Para o volante Alan Bahia, artilheiro do Furacão com oito gols no campeonato, a equipe está crescendo de produção e o objetivo é a vitória, mesmo jogando longe de casa. "Temos a responsabilidade de ganhar. A gente sabe que será um jogo difícil, mas temos nosso objetivo que são os três pontos", destacou Alan. Segundo ele, o astral do grupo é bom e os jogadores estão passando por um bom momento dentro da competição. "Vamos repetir o time, vamos pegando entrosamento, está no final do campeonato, mas vamos pegando ritmo", analisou.
"O grupo está consciente. O time deles tem jogadores com muita qualidade, será um jogo dificil. Falta pouco para conseguir nosso objetivo", finalizou o volante.
Botafogo x Atlético. Sábado, 18h30. Ao vivo no SpotTV.

10 comentários:

Anônimo disse...

botafogo 1 x 2 furacão.

rafael moura e julio cezar.

escrevam...

peterson

roderley disse...

No coração e na raça: Furacão 3 x 0 bostafogo.

roderley disse...

3 X 0, contra o Juliano Bozzano também.

Anônimo disse...

Este juliano Bostano gosta de cumplicar contra nós

Anônimo disse...

Com Bozzano não ganhamos de jeito nenhum

Anônimo disse...

O arbitro não será o Bozzano.


Botafogo x Atlético Paranaense – 22/11/2008, às 18h30

Estádio: João Havelange (Engenhão), no Rio de Janeiro (RJ) Árbitro: Antônio Hora Filho (SE) Auxiliares: Cleriston Clay Barreto (SE) Ivaney Alves de Lima (SE).

Saulo disse...

Do jeito que o Botafogo está, vocês vão conseguir ganhar fácil da gente.

Anônimo disse...

É Saulo infelismente não foi nada facil, o Atletico pecou mais uma vez e as lamentaveis atuações de Julio Cesar e Ferreira.
Todos pensavamos que os tres pontos viria pra Baixada, mas jogamos muito mal e o empate caiu como vitoria.
Vamos pra batalha nos Aflitos.

roderley disse...

Desculpem a gafe, o árbitro era o Antonio Hora Filho que por sinal apitou bem a partida, o problema na verdade foi o P. Oldoni que tá loco como pode ser tão ruim de bola, perder aqueles gols num momento decisivo desses é foda, mas ainda vamos sair dessa com os gols salvadores de Alan Bahia.

Anônimo disse...

QUE MERDA!!! Perdemos a chance de ganhar hoje por falta de qualidade outra vez!! O Julio Cesar conseguiu, de novo, perder um gol depois de driblar o goleiro e o PO, outra vez, perdeu gol dentro da pequena area!!!
Assim fica difícil... não pode perder gols assim!!