quinta-feira, 11 de setembro de 2008

PVC, a Copa e os políticos

Deu no Blog do PVC: Curitiba quase fora da Copa de 2014.
Segundo o jornalista Paulo Vinícius Coelho, da ESPN Brasil, o motivo seria "a crise que já se criou ano passado entre o governador paranaense, Roberto Requião, e o presidente da CBF, Ricardo Teixeira". De acordo com PVC, a Fifa provavelmente só autorizará 10 sub-sedes no país e, devido à citada rusga entre o governador e o cartola-mor do futebol nacional, a capital paranaense ficaria de fora, em detrimento de... Cuiabá!!! "Se a relação da CBF com o governador paranaense é ruim, com o governador do Mato Grosso, Blairo Maggi, é bom. Maggi promete dar estrutura que a CBF quiser, construir estádio e levar a Copa para Cuiabá", diz o blog.
Bem, Coelho é um jornalista confiável. Mas não me lembro de ter havido alguma "crise" entre Requião e Teixeira. Houve, sim, uma demora absurda do poder público estadual em entrar na disputa e oficializar a candidatura da cidade, apesar de o Atlético ter sido o primeiro a levantar a bandeira e colocar a Baixada como a opção mais viável, moderna e barata.
Mas, vá lá. Digamos que PVC tenha entendido isso como uma crise. Mesmo assim, ainda seria um absurdo. Curitiba tem o estádio mais viável para a Copa, além de ser uma das principais cidades do país em termos de infra-estrutura de transportes, hoteleira, turística e de eventos. Uma cidade-modelo, cujos programas e soluções urbanas todos os prefeitos de todas essas outras cidades que querem sediar o Mundial procuram copiar.
Porém, como estamos no Brasil, não é mesmo difícil crer que PVC esteja certo e esse toma-lá-dá-cá político se sobreponha à questão técnica. É aí que eu quero chegar.
Requião até foi, meio que forçado pela opinião pública e por alguns políticos que se sentiram incomodados com a letargia oficial, até a CBF para lançar a candidatura de Curitiba. E, a partir daí, acabou-se o esforço do estado. Requião está mais preocupado com a aposentadoria de seus irmãos e outras brigas políticas lamentáveis.
E o resto dos políticos, onde está? Dia desses, o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Nelson Justus, saiu a opinar, pela imprensa, sobre questões internas do Atlético - aliás, de forma extremamente inoportuna, dando munição para que os setores mais podres da imprensa voltassem a falar bobagens sobre o clube. Mas, além de dar palpite furado, o que ele está fazendo para cumprir o seu papel de representante da sociedade, trabalho aliás para o qual é muito bem pago, e batalhar para a vinda do Mundial para o Paraná? Quais são os esforços do presidente da Assembléia no sentido de trazer a Curitiba o maior evento do mundo, capaz de proporcionar uma injeção de recursos jamais vista na infra-estrutura da cidade e que vai gerar centenas de empregos? Nenhum! Esforço nenhum! Ou seja, o mesmo esforço que ele tem feito para dar transparência ao Legislativo estadual e eliminar os funcionários fantasmas que são pagos com a nossa grana suada: zero!!!
E o que falar, então, dos candidatos à Prefeitura de Curitiba? O secretário estadual de Esportes licenciado, o coxinha Ricardo Gomyde, na verdade só trabalhou para atrapalhar a vinda da Copa, quando se uniu a Onaireves Moura e a Giovani Gionédis em torno da "brilhante" idéia de apresentar o elefante branco do Pinheirão como estádio-candidato. Mas, depois de oficializada a candidatura de Curitiba e da Baixada, saiu de cena, nunca mais falou no assunto. Abandonou o barco, de forma vexatória.
Beto Richa, Gleisi, Reitor Moreira, nenhum destes candidatos citou sequer um possível esforço do município para garantir a vinda da Copa. Especialmente Beto Richa, o prefeito atual, que já deveria ter tomado esta iniciativa há muito tempo. Se bem que ele, assim como a Gleisi, já garantiu o metrô para a cidade nos próximos anos, o que a gabarita ainda mais para ser uma das sedes. De qualquer maneira, espera-se que todos esses candidatos manifestem-se sobre a candidatura de Curitiba de forma veemente (menos o Bruno Meirinho, que vai exigir um estádio sem catracas...).
Bem... a situação ainda pode ser contornada. Segundo o Blog do PVC, o anúncio das sedes, que seria feito em novembro, foi adiado para março de 2009. Até lá, há bastante tempo para convencer o governo federal, a CBF, a Fifa, o raio que o parta. Motivos não faltam. O que uma cidade como Cuiabá vai fazer com um estádio moderníssimo, de primeiro mundo, caríssimo de ser construído, se o futebol do estado é medíocre? Qual é o parceiro privado que vai colocar dinheiro num estádio que, passada a Copa, vai ficar às moscas? Ou vão plantar soja no gramado? O mesmo pode se aplicar, por exemplo, a outras cidades concorrentes, como Belém.
E qual cidade, dentre todas as concorrentes, tem infra-estrutura de transporte, hoteleira e de eventos para abrigar milhares de turistas e centenas de jornalistas melhor do que Curitiba? São Paulo, Rio, Belo Horizonte, talvez Salvador. E olhe lá.
Ainda acho que Curitiba está firme na briga. Desde que essa politicalha faça jus ao salário que recebe, tire a bunda da cadeira e se mexa.

29 comentários:

Caue disse...

O problema é que neste caso (Copa de 2014) a politicagem é maior que a racionalidade. Pelo bom senso as 10 cidades seriam: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, CURITIBA, Salvador, Goiânia, Belém e Recife (ou Fortaleza). São os grandes centros do futebol no Brasil (por mais que os times do Pará estejam cambaleando pela terceirona atualmente) ou as cidades mais importantes (caso de Brasília com um futebol insignificante, porém capital federal). Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Natal, Maceió e Florianópolis seriam brincadeira de mal gosto. Mas...

ricardo disse...

Com relação a Natal, Maceió e, principalmente, Floripa o fator turístico é forte, pois as paisagens são realmente fabulosas. Mas deixam a desejar em outros quesitos, por isso, concordo com as 10 do anônimo.
Cuiabá tem metrô? Se tem, acredito que a "amizade" prevalece. Mas e os outros, quesitos, além da rede de transportes urbanos? Não conheço a cidade. Mas acredito que Curitiba atende, com folga sobre várias outras capitais, o caderno de encargos.

Anônimo disse...

Infelizmente o tempo está se estogando. Não é a primeira vez que falam sobre a possibilidade de Curitiba não ser cidade sede na Copa de 2014, e simplesmente não foi feito nada pela parte do governo estadual.
Gosto do seu otimismo Guerrilheiro, mas com um governador como Requião e esse outro políticos que vc citou, acho que a copa vai para Cuiabá mesmo. O negócio do Requião é pedágio, trangênicos, MST e nomear parentes para cargos públicos.

Anônimo disse...

Vocês não entenderam nada. O problema de Curitiba é justamente este. O estádio ficará pronto com recursos absolutamente privados, ou seja do Furacão e a cidade precisará de menos obras de infra-estrutura que outras.
O negócio é construir estádios com recursos públicos, que segundo a imprensa, no caso se não me engano do Engenhão, custou mais caro, que alguns construídos para a Copa da Alemanha. Parece que os Srs. não conhecem os cartolas e políticos brasileiros. Mais fácil sair uma "Nova Fonte Nova", (pois o governador de lá é do partido do presidente) do que trazerem a Copa para cá com pouco ônus aos cofres públicos!

Anônimo disse...

ISTO JA SE TORNOU COMEDIA PVC UM VERDADEIRO CUZAO QUE NAO PUBLICA AS VERDADES NOS COMENTARIOS...LOL .. BOKAO

Anônimo disse...

Ricardo moro em MT e conheço bem Cuiabá, uma cidade em franco desenvolvimento mas tem inúmeras dificuldades de infra-estrutura acho que poderá ser uma boa e bela cidade no futuro isso não tenho dúvida mas existe muitas outras coisas que precisam ser construidas antes de um estadio para receber jogos da copa do mundo. Mesmo que o governador Blairo Maggi quiser trazer esta copa pra Cuiabá logo haveria muitos questionamento de melhorias e não se consegue isso da noite para o dia. Cuiabá sofre e muito com transportes coletivos, não há bons hoteis, o transito é um dos piores do mundo, e aí segue o bonde....No meu ponto de vista seria muito dificil mas na visão política....

Anônimo disse...

hehehe... agora a culpa é do PVC....

Anônimo disse...

Como os politicos e cartolas vão conseguir desviar milhões só na construção da reta superior da Brasilio Itibere, porque o resto do estádio já estará construido com recursos do CAP.

"Obras maiores, desvios maiores"

buenooo disse...

Seria uma palhaçada se não viesse. Mas vamos ver...

Boa a do bruno meirinho. foi engraçada...

Anônimo disse...

NAO DISSE CULPA DO PVC E DISSE SIM POIS O MESMO NAO PUBLICOU MEUS COMENTARIOS.

Anônimo disse...

Quanta merda vocês escrevem neste blog. Concordo que a copa tem que ser aqui. Mas agora falar que Curitiba é cidade-modelo vocês forçaram hein. Modelo de que seus playboy do caralho. Vocês não andam nas favelas da cidade. Atualmente mais 10 mil crianças não vao pra creches porque não tem vagas. O transporte coletivo da cidade é um caos. Vocês como playboys não vêem isso porque vivem na área nobre. Pra copa ser aqui terá que mudar muita coisa se enxerguem. Não fiquem iludidos com Metralha e cia.

Anônimo disse...

É que vc não conhece as outras cidades sr. anonimo, se conhece-se acharia Curitiba um paraiso.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Sr. anônimo analfabeto-funcional... Curitiba é modelo em soluções urbanas, não em questões sociais. Pra receber uma Copa do Mundo, que é o assunto em questão, a cidade não precisa ter 100% das crianças em creches, mas tem que ter uma boa estrutura hoteleira, de transporte coletivo, aeroportuária. Se problemas sociais fossem quesito pra algum país sediar um evento desportivo, a Olimpíada nunca teria sido na China. Não seja assim, tão rebelde sem causa. Lutar por igualdade social é uma causa nobre sim, mas isso não tem, meu caro, porra nenhuma a ver com a Copa ou com o fato de Curitiba ser um exemplo em Planejamento Urbano.

Anônimo disse...

Pelo BOM senso as 10 cidades seriam: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, CURITIBA, Salvador, Goiânia, Florianópolis e Recife (ou Fortaleza).

Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Natal, Maceió e BELÉM é sacanagem, não é preconceito nenhum, mas o problema é que estes citados não usariam o estádio pra outra coisa a não ser a copa... ou seja, dinheiro publico iria ser gasto com estes supostos estadios...
fora que eles naum tem nenhuma importancia no futebol... outro amigo aí disse que florianópolis não poderia ser... eu axo totalmente o contrario! lá temos figueirense e avai (não são de grande importancia mas estão aí nas séries A e B.) fora que é uma cidade linda...

ABRAÇOS.

P.S: espero a compreensao de todos.

Cauê disse...

Sou geógrafo e conheço 25 capitais brasileiras. Em termos de infra-estrutura urbana Curitiba é modelo SIM, por mais que tenha problemas (pô, Paris, Londres, Munique e Barcelona têm seus problemas e não seria Curitiba, no Brasil, que não teria) nossa cidade. Com alguns pequenos ajustes como um maior número de leitos em hotéis e retoques no transporte público nossa cidade estará pronta para receber 3 ou 4 jogos da Copa. Pessoal, não é uma Olimpíada. Não precisa mudar a cidade inteira.

Aos ANÔNIMOS pessimistas de plantão, conheçam outras cidades além do mundinho em torno do umbigo.

Anônimo disse...

"Pelo BOM senso as 10 cidades seriam: São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Brasília, CURITIBA, Salvador, Goiânia, Florianópolis e Recife (ou Fortaleza).

Campo Grande, Cuiabá, Rio Branco, Natal, Maceió e BELÉM é sacanagem, não é preconceito nenhum, mas o problema é que estes citados não usariam o estádio pra outra coisa a não ser a copa... ou seja, dinheiro publico iria ser gasto com estes supostos estadios...
fora que eles naum tem nenhuma importancia no futebol... outro amigo aí disse que florianópolis não poderia ser... eu axo totalmente o contrario! lá temos figueirense e avai (não são de grande importancia mas estão aí nas séries A e B.) fora que é uma cidade linda...

ABRAÇOS.

P.S: espero a compreensao de todos."

CONCORDO PLENAMENTE COM VC AMIGO...FLW

Gregório disse...

O candidato Bruno Meirinho deu uma entrevista sobre a Copa do Mundo no Brasil. Quem quiser conferir, basta entrar no site www.brunomeirinho50.can.br e clicar no link "entrevistas".

Abraços!

andré disse...

Galatto; Rhodolfo, Antonio Carlos e Danilo; Alberto, Valencia, Fernando e Netinho; Ferreira, Júlio César e Rafael Moura no esquema 3-4-3.
Time de Geninho pro jogo de amanha!!!
tirando o Danilo , o time tá bom!! ofensivo
GOSTEI!!!

Anônimo disse...

Todas as crianças estão na creche lá na Africa do Sul, por isso a Copa será realizada lá, então vamos construir mais creches que Curitiba será uma das sedes. Tá loko é cada um que me aparece.

Anônimo disse...

Gostei dessa escalação. Numa possivel mudanças eu colocaria o Alan do lugar do Danilo para ajudar a marcação no meio ou entraria o Julio dos Santos e aí melhoria o passe.

FURACONICO disse...

MALUCO EU MORO NO JAPAO E AQUI TEM OS MESMOS PROBLEMAS QUE CURITIBA E ELES FIZERAM A COPA SEM PROBLEMA NENHUM E DETALHE YOKOHAMA NAO E NEM UM EXEMPLO SOCIAL PELO CONTRARIO SEI PORQUE VI E VIVI

Anônimo disse...

Não discuto a qualidade da cidade de Curitiba para ser uma das sedes na copa do mundo de 2014. Infelizmente fatores politicos envolvem essa escolha. E até agora o empenho do nosso governo estadual e municipal foi mínimo.
E se não mudarmos logo isso, podem ter certeza que ficaremos de fora, pouco importando se tem uma ótima rede hoteleria ou um bom transporte público.

Camila disse...

Ninguém está interessado em escolher a cidade com mais infra-estrutura. O que está em jogo são as possibilidades de desvio de verbas públicas e lavagem de dinheiro que acontecerão nas obras de adequação para a Copa. No caso de Curitiba, a roubalheira não ocorreria, pois, como já disseram aqui, a Arena será ampliada somente com recursos do próprio clube e de alguns investidores privados.

"Há algo de podre no reino da Dinamarca".

Christiano Ferreira disse...

Escutar certas merdas é melhor que ser surdo. Cacete, qual a relação das criancinhas na creche (ou fora dela) com a Copa em Curitiba? E qual a relação em reconhecer as vantagens de Curitiba em relação ao resto das cidades e ser "playboy"? Quanto mais eu rezo...
Esse discurso dos paladinos da coitadice é uma das coisas mais idiotas que já ouvi sobre a Copa. Puta merda, então vamos ficar esperando o governo resolver TODOS os problemas pra então almejar algo que saia da mesmice? É tão difícil enxergar que quatro jogos de Copa aqui movimentarão uma quantidade de dinheiro que acaba beneficiando INÚMEROS setores, e não só os podres poderes? Ganha o flanelinha, ganha o malaco, ganha o playboy e ganha o Furacão...
Mas não, isso é papo de playboy. Vamos deixar a Copa em Cuiabá e ficar aqui, curtindo essa vidinha oprimida...

Rui disse...

Faço minhas as palavras da Camila, o que essa classe política quer é desviar, e aqui não tem sobrefaturação, ou se tiver, é uma mega-piada perto dos bilhões do RIo2007.
Por isso, termos o melhor estádio do Brasil não é vantagem, pelo contrário, é veto. Com esta classe política, é o que temos.
Fdp do requeijão, só se preocupa com o irmão, e que se dane o povo que lhe paga o ordenado, a ele e à família toda.

Ciuabá é o FIM DA PICADA!!!

Rui disse...

Ontem (11/09), Mixto-MT 3x2 Guaratinguetá-SP. Ingresso a cincão e 4 mil pagantes.
E isto que o bagulho foi a p*t* da loucura, tipo semi-final da Champions.
Agora imagina um Engenhão, 500 milhões de doletas "investidos", para suportar os 4 mil ensandecidos mato-grossenses. E imagina a final do matogrossensão, um Mixto-Operário. Chegava nuns 4.500 pagantes tranquilo, o Estado parava... Ui, arrepiei.....

Anônimo disse...

TO ACHANDO QUE A COPA VAI SER NO ACRE, E NOS AMAZONAS...RSRSRSRS

Anônimo disse...

Esses caras tãso afim mesmo é de mandar essa merda dessa Copa pra essas bostas de estados, pois ai eles tem que contruir (roubar) tudo, mesmo que não tenham nenhum histórico no futebol ou vcs acham que Brasília deve ter um estádio (pra que não existe clube lá) o mesmo acontece com Manaus, Campo Grande, Cuiabá entre outros todos torcedores (paga pau) de paulistas e cariocas.
Se não vier para Curitiba devemos boicotar essa merda que servirá somente para esses políticos de merda roubarem nosso suado dinheirinho.
Se não vier para Curitiba, fora Copa!!!

Anônimo disse...

Moscas com baratas brincam de pira atrás de fezes de mendigos e lixos nas ruas de Manaus.