segunda-feira, 29 de setembro de 2008

A carta de Roberto Requião ao jornalista Paulo Vinícius Coelho

"Caríssimo sr. Paulo Vinícius Coelho.
Primeiramente, gostaria de cumprimentar-lhe e parabenizar-lhe. Como amante do esporte, sou um telespectador assíduo dos programas de televisão dos quais você participa e um leitor voraz de suas colunas de jornal e de seu blog.

Mas no domingo li, estarrecido, sua coluna no respeitado jornal
Folha de S. Paulo cogitando a possibilidade de Curitiba ficar de fora da Copa do Mundo de 2014 por falta de força política.
Segundo as informações divulgadas, obtidas junto a suas fontes, um suposto desintendimento entre esferas governamentais estaria prejudicando o pleito da candidatura paranaense junto à Confederação Brasileira de Futebol. O sr. é um jornalista respeitável, e não duvido de que a informação tenha lhe sido passada por fontes que você considera confiáveis. Mas gostaria de lhe explicar melhor a situação para deixá-lo a par dos fatos verdadeiros.

Não há, em nosso entendimento, a menor hipótese de Curitiba ficar fora de um evento fantástico como a Copa do Mundo do Brasil. Seria uma aberração. Um absurdo. Uma traição.

A Copa em Curitiba não é um pleito do governador Roberto Requião, ou do prefeito Beto Richa, ou de qualquer político. É uma vontade do povo paranaense. Um povo guerreiro e trabalhador, que fez do Paraná o quinto estado mais rico do país, que transformou Curitiba numa das melhores cidades do mundo para se viver, que construiu estradas, portos, aeroportos, hotéis, estádios, centros de convenções, equipamentos, enfim, que capacitam a capital paranaense a abrigar qualquer evento de porte internacional com um investimento muito inferior do que em qualquer outra cidade brasileira.

Um povo em boa parte formado por migrantes de várias partes do mundo e descendentes de diversas etnias.

Um povo que adora o futebol e que torce para três dos maiores times de futebol do país. Todos os três, aliás, com estádios próprios, construídos com o suor de sua gente, sem um mísero centavo de dinheiro público envolvido. Três clubes que transformaram o futebol paranaense na quinta maior força do esporte no país, atrás somente de Rio, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.

É esse povo que exige, até como uma prova de respeito e consideração, a realização da Copa de 2014 em Curitiba.

Esta correspondência, caro Paulo Vinícius, está sendo copiada também para o meu colega Ricardo Teixeira - a quem já tive a oportunidade de dizer tudo isso pessoalmente.

Não há, caro Paulo, desentendimento político dentro do Paraná, nem força política fora dele, que sejam capazes de tirar a Copa de Curitiba.

Esta é a nossa convicção.

Atenciosamente,
Roberto Requião de Mello e Silva
Governador do Estado do Paraná"

Infelizmente, o texto acima é uma obra de ficção. O autor sou eu mesmo, este pobre guerrilheiro. Mas diz um pouco do que esperávamos que nosso governante dissesse numa hora dessas. Fica como dica aos assessores do governador. Quem sabe, aproveitam a idéia na próxima oportunidade.

14 comentários:

Anônimo disse...

Guerrilheiro, parabens, fantastico este texto. Obviamente, como anda a politica em nosso Estado, era de se duvidar que poderia ser verdade.
Infelizmente.

O conflito politico nos tirara a Copa.
Espero estar errado.

andré disse...

caraca bicho!! eu ja tava falando bem dele...que é isso!
depois que vi que foi vc que escreveu fiquei de cara..hehhee
muito boa a carta hein
parabens...pena que nao seja dele mesmo!!
abraçoss

DINDO disse...

NÃO ME F...GUERRILHEIRO. JÁ ESTAVA
ACHANDO QUE O "REQUEIJÃO" ERA O CARA. MESMO FRUSTRADO AO FINAL DA CARTA, PARABÉNS PELA MATÉRIA.

Anônimo disse...

heheheh... pegadinha do guerrilheiro então é? =P

será que ele tem a capacidade de escrever algo assim? não sei tb =\ ainda temos cerca de 5, 6 meses nessa novela.

SRN

Anônimo disse...

Eu estava mesmo estranhando que a carta estava muito educada para o estilo Requião.

Anônimo disse...

Em tempo: olha só um bunitão aqui se achando o tal por causa da faixa...

http://www.coxanautas.com.br/noticia.phtml?id=23168&t=TIBA

Anônimo disse...

AHAHHA BEM CAPAZ QUE ELE IRIA RESPONDER A UM JORNALISTA.....AHHAH COMEDIA....BOKAO

thyago disse...

Pô Guerrilheiro eu tinha achado que o Melo e Silva tinha se invocado de verdade.


Já tava até imaginando o PVC levando um papo com o Ferreirinha hahahahaha.

João Pedro disse...

Guerrilheiro para governador hehehe

Luiz Andrade disse...

Enquanto lia eu pensava que pelo estilo cordial, conciliador e educado, a carta havia sido escrita por um assessor. Nem com dose dobrada de Gardenal o "ómi" escreveria um testo deste teor.

Anônimo disse...

Este texto até poderia passar por verdadeiro , quando comecei a ler duvidei logo da veracidade do texto pois BOB REQ nunca diria: "...respeitado jornal Folha de S. Paulo ..." hahaha!

valeu a intensão!

Anônimo disse...

Este texto até poderia passar por verdadeiro , quando comecei a ler duvidei logo da veracidade do texto pois BOB REQ nunca diria: "...respeitado jornal Folha de S. Paulo ..." hahaha!

valeu a intensão!

Curitibano disse...

Ótimo texto, "pena" que foi seu!!! e não do gorvernador.
Sou COXA, mas quero a copa em Curitiba, não importa se na baixada ou no couto, o mérito tem de ser dos paranaenses de todos os clubes!!!
Temos que alimentar a rivalidade sadia! Num clássico lógico que vou torcer para o meu time, mas teríamos que defender o Estado do Paraná para ganharmos força no cenário nacional!! No RS vc pergunta pra um gremista sobre o inter e ele responde: "os colorado" tão bem esse ano!! ou seja, mesmo sendo rival, ele valoriza por ser gaúcho.

Anônimo disse...

Ja no começo ja se percebe não é da rainha louca das araucarias, parabéns guerrilheiro!