domingo, 6 de julho de 2008

Madalena e Asa-Branca

A torcida do Atlético sempre foi uma das mais criativas e imitadas do país. A versão para The Wall, por exemplo, foi copiada em tudo quanto é estado do Brasil e tornou-se um clássico dos estádios.
Hoje, assistindo a Atlético-MG e Palmeiras na Globo, notei que a torcida do porco paulista ressuscitou e plagiou duas versões criadas há anos pelos Fanáticos: Madalena, de Martinho da Vila, e Asa-Branca, de Luiz Gonzaga. Ambas, aliás, ficaram paupérrimas na versão dos verdes.
Asa Branca ainda é cantada quando em vez na Baixada. Já a versão atleticana de Madalena está esquecida há anos.
Lembro-me como se fosse hoje a primeira vez que ela foi entoada num Atletiba, no Couto Pereira. Não me recordo exatamente o ano, mas foi mais ou menos na mesma época em que a torcida começou a cantar o Atirei o pau nos coxas - um pouco depois, talvez. Calculo que fosse 1991, 1992... por aí.
Intervalo de partida e a galera começou a cantar a música, sem instrumento nem nada, só no gogó - puxada pelo "Pedro Raspinha", um camarada da Fanáticos de quem eu nunca mais ouvi falar (e que tinha esse apelido porque trabalhava no Serlopar, o serviço de loterias do Paraná). E a coxarada olhando, ouvindo e xingando, boquiaberta e irritada com os versos.
Taí, seria uma boa a torcida atleticana começar a cantar novamente estas músicas - afinal, fomos nós quem adaptamos primeiro e estamos, novamente, sendo copiados na cara dura.
Pra quem não conhece ou não se lembra, seguem os vídeos com as versões originais e as letras das versões atleticanas:
Madalena


Rubro-negro, rubro-negro
Você é meu bem-querer
Eu vou falar pra todo mundo,
Vou falar pra todo mundo
Que eu amo você
Eu vou falar pra todo mundo,
Vou falar pra todo mundo
Que eu amo você
O Coxarada!
Coooxarada, coxarada
Vôce vai tomar no **
Eu vou falar pra todo mundo,
Vou falar pra todo mundo
Que eu comi o teu **
Eu vou falar pra todo mundo,
Vou falar pra todo mundo
Que eu comi o teu **
Asa-Branca


O meu sangue é rubro-negro

Atleticano de paixão
Mesmo ganhando, mesmo perdendo
Sou rubro-negro, de coração!
Eu vi o Caldeirão fervendo

E quase morri de tesão!
Eu eu falei, viva a Baixada,
E que se foda, o Pinheirão!
(bis)

9 comentários:

Anônimo disse...

EI GUERRILHEIRO, VOCE FALOU DO RASPINHA???? ENTRE NO SITE DA TOF E VEJA DE QUEM ELES TÃO DANDO OS PARABENS PELO ANIVERSARIO!!!!!


MICHAEL ROSA.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Que massa! Parabéns ao Raspinha! Acho que tá na hora de eu dar um pulo na sede da Fanáticos para reencontrar a velha guarda!

Valeu pelo toque, Michael!

Tawioska disse...

Eu me lembro bem quando foi que a torcida começou a cantar madalena, foi no primeiro Atletiba do brasileiro da 2ª divisão de 1990 logo após a nossa grande conquista!
Valeu guerreiro pela lembrança!!!

Fernando disse...

O certo não é "O meu coração é rubro-negro"?

marcus disse...

Caraca.. eu me lembro também do episódio.. nós não parávamos de cantar... eu ainda era pequeno, tinha 11 pra 12 anos, mas uma das lembranças que tenho dessa época é sem dúvida dos atletibas no coito porquera. Gol contra do Berg, atirei o pau nos coxas, as "olas" que iam e vinham quase semparar antes e durante os jogos os tres anéis da curva da igreja completamente tomados por nós atleticanos e a grande música madalena.. lembro que fiquei um tempinho prestando atenção pra conseguir decorar a letra, mas como não paravam de cantar um instante, alguns refrões depois já estava cantando e pulando sem parar também. Enfim, ontem fiquei de cara quando vi a torcida do time porco cantando asa branca e madalena... e o foda é que o narrador deu todo crédito para a torcidinha porca. Fico muito de cara com essas coisas.. primeiro atirei o pau nos coxas depois o orto mágiko, agora madalena e asa branca. Todas criacões fanaticanas, e que outras torcidas estão levando crédito. Temos que cantar mais alto e por muito tempo, sem parar. Mostrar a todos que somos a torcida mais criativa e vibrante do país.

Thiago Kaluy disse...

Esquecida nada, tenho cadeira na buenos aires superior, mas sempre escuto a ULTRAS cantar a tal madalena, alias a ULTRAS tem uma porrada de música legal, inclusive eles estão de parabéns, tão crescendo novamente e cantando pra cacete!

Jogo contra o santos, eles foram um show a parte!

Anônimo disse...

Tem varias musica que deveria sewr cantada ex:
Hoje eu vi um jogo
Foi o jogo mais bonito
Que já vi em toda minha vida
Eu vi a coxarada
Correndo assustada
Tentando encontrar uma saída
Foi quando a rede balançou
GOL
a galera todo delirou
o rubro-negro fez o gol
a coxarada se calou
e o couto pereira desabou

lalalaiala lalaialala lalaialaa Atléticoo
o time campeão é da baixada
lalaiala
enfia o pau no c* da coxarada
lalaiala
a terra toda extremeceu
furacão chegou ,chegou e venceu
eu te amo furacão eu te amo
é na baixada,pinheirão
é na puta que o pariu
eu te amo furacão eu te amo
niguém segura a caveira do brasil

Anônimo disse...

Por acaso esse caso da torcida Coxa ficar de boca aberta não foi no Atletiba que deu 5x1 pros Coxas?

Jenny disse...

Oi, tu sabe o nome dessa música ai em cima, to procurando ela, se puderem. me falem. :D