sexta-feira, 11 de julho de 2008

Exagero

Minha opinião eu já dei: site oficial de uma instituição octogenária, séria e respeitosa como é o Clube Atlético Paranaense não deve publicar textos com ironias, ofensas ou gracinhas demasiadas, sejam eles escritos pelo presidente, por um diretor, torcedor ou pelo massagista. Mas também, por outro lado, usar a coluna escrita pelo Juliano Ribas para fazer um carnaval, como fez o presidente do Fluminense, é ridículo. Uma reação pra lá de desmedida - ainda mais vindo do Fluminense, um time considerado a vergonha do Brasil. Por isso, posto abaixo a opinião de Jones Rossi, publicada originalmente no blog De Primeira:
Como funciona o pensamento canalha

Ontem o Fluminense venceu o Atlético por 3 a 0. No final do jogo, a torcida gritou, "Palhaço, palhaço, time de palhaço", fazendo uma alusão à coluna escrita por Juliano Ribas no site oficial do Furacão. Roberto Fernandes, técnico do Atlético, falou na coletiva que o colunista deveria estar em casa dando risada do que escreveu. E a diretoria do Fluminense chegou a se manifestar em nota oficial sobre a coluna.

Pois bem, cliquem nos links acima e terão um retrato fiel da canalhice imperante no país. Embora tomado da paixão do torcedor, nada do Juliano Ribas escreveu é mentira. Talvez o site oficial do Atlético não fosse mesmo, como argumentou o Leonardo, o melhor lugar para o texto ser publicado, até para preservar o Atlético e o próprio Juliano Ribas.

Conheço o Juliano Ribas, é meu amigo. Não ficou em casa rindo do que escreveu, como insinuou Roberto Fernandes. Pelo contrário, ficou transtornado por mais uma derrota rubro-negra. Aliás, a declaração de RF é um primor. Dada no final da coletiva, é o tipo de desculpa velada, típica de técnicos perdedores. Como aquele sujeito que diz que o juiz não foi o culpado pela derrota, mas...

Já do lado do Fluminense não se poderia esperar coisa melhor do que foi publicado na nota oficial. Faz parte da "tradição que não se compra" que o clube tem. Notem para a obra-prima da canalhice que é este trecho: "Nos tempos em que a banalização da violência impera nas grandes metrópoles do Brasil e imploramos cada vez mais por consciências pacíficas, é no mínimo ardilosa, maquiavélica e inconseqüente a maneira com que este colunista (sic) se refere à instituição Fluminense". É como se dissessem, "somos da Paz, mas mexeu com a gente vai levar porrada".

A diretoria pitbull do tricolor ainda cometeu outra pérola. "Ao compactuar com a vil atitude de time e torcida torcerem para ver o Fluminense rebaixado no passado, os votos de desportividade foram exilados". Queriam o quê? Que a torcida atleticana fosse de mãos dadas à do Fluminense ao estádio, depois de tudo o que ocorreu com Ricardo Pinto nas Laranjeiras em 1996?

Em tempo: jamais a diretoria do Fluminense emitiu uma nota oficial se desculpando dos fatos hediondos ocorridos em seu "tradicional" estádio naquele dia. Tradição e história não se compram. Mas também não se constroem com mau-caratismo, violência e cinismo.

16 comentários:

Anônimo disse...

Tem uma parte da nota que diz que o Fluminense "pagou caro" pelos erros do passado... Quanto será que pagou pra voltar direto pra 1ª divisão???

SRN
CF

Anônimo disse...

Deve ter pago um pouco mais do que vocês pagaram pra voltar pra primeira divisão do PARANAENSE.

Anônimo disse...

haja cotovelo prá vc coçar,hem?? coxa porcooo.
vc do comentário acima.

dindo

Anônimo disse...

Foi só elogiar a postura...

Esqueceram-se que o então presidente do Fluminense foi a Curitiba visitar o goleiro e prestar solidariedade?

Ricardo Pinto, ídolo de vocês, começou a carreira no Fluminense e foi um dos piores goleiros de nossa história. Saiu do Fluminense pela porta dos fundos e encontrou abrigo num timeco de Curitiba. Foi insano ao passar o tempo todo de um jogo obviamente nervoso PROVOCANDO A TORCIDA DO FLU COM GESTOS OBSCENOS E GESTOS DE 2 (em alusão à 2 divisão). Nada justifica a violência, mas se deve ter bom senso para não provocar reações.

Ou algum atleticano sai desfilando no meio da torcida do Coritiba?

Anônimo disse...

lol assino em baixo o que o Juliano disse tem toda razão e foda-se quem nao quer ler saia no ''x'' no canto superior direito da tela........! time de serie c sim voltam pra 1 direto pq ? ahahah comedia tradiçao ......lol vcs sao motivo de risada libertadores botam 90 mil e nao sei oq dia de jogo normal 11 mil meia duzia .....lol tipico time de turistas flw bokao

Anônimo disse...

A renda foi pro Branco, pois estão devendo até as calças pro cara!!!
O time na verdade é da UNIMED, porque alguem acha que essa merda chamada Flumerdense tem grana para pagar algum daqueles jogadores...

Anônimo disse...

Esses canalhas do Fluminense, que destroçaram a dignidade do futebol brasileiro com duas viradas de mesa, não tem um pingo de moral para falar mal de uma simples coluna. Digo simples, porque a coluna não disse uma inverdade sequer. No máximo um trocadilho com o termo "palhaços", na esteira da "brincadeira" do prepotente Renato Gaúcho. De resto, a coluna retratou bem o espírito arrogante do time das laranjeiras, assim como seu recente histórico de corrupção e maracutaias em prejuízo da credibilidade e seriedade do futebol brasileiro.

Uma pena a Globo, pousando de paladina da ética, tornar-se caixa de ressonância para que os diretores do fluminense descontem suas recentes frustrações no jornalista atleticano.

Anônimo disse...

Cambada de filhos da puta.
Eu não esqueço até hoje do Ricardo Pinto voltando para Curitiba de avião e em coma e dos jogadores do Atlético encurralados no vestiário daquela pocilga das Laranjeiras sem segurança nenhuma.
E o que é que vem fazer um coxa porco por aqui?
VTC seu vagabundo. Vá cuidsar daquele timinho insignificante.
Florminense é um time nojento e só sobreviveu porque a mídia carioca ainda manda na Casa Bandida do Futebol.
Carlos

Anônimo disse...

HEY FLORMINENSE VTNC ...AQUI EH ATLETICO-PR TIME INDEPENDENTE DE PATROCINADOR SEUS MERDINHAS......

Anônimo disse...

depois da cagada feita, "prestar solidariedade" só pode ser piada...

Luiz Andrade disse...

na minha opinião, os colunistas atleticanos andam escrevendo textos para lá de infelizes.
Depois do J.R. nos expor a chacota nacional, agora vêm o Rafael Lemos tratar o GENINHO, como "mais um" (artigo Manchetes). nem o Vinicius Coelho conseguiu escrever tanta m...., em um único artigo.
Geninho mudava o panorama do jogo, c/ as substituições, qtos jogos perdidos foram rever5tidos por ele? Ah entendi o colunista concorda c/ o Tio Pet que não gosta do Geninho

Anônimo disse...

O fluminense sempre teve o pensamento de evangelino da cosa neves, tudo vale para levar vantagem. Mas esses times acabam sem estrutura e esses falsos espertos acabam se prejudicando a si mesmos. Velam o time do evangelino, deve ate para ex presidentes, e o fluminense se entregou para uma corporacao, que amanha saira do futebol e acabara o tambem falido fluminense

Anônimo disse...

O fluminense sempre teve o pensamento de evangelino da cosa neves, tudo vale para levar vantagem. Mas esses times acabam sem estrutura e esses falsos espertos acabam se prejudicando a si mesmos. Vejam o time do evangelino, deve ate para ex presidentes, e o fluminense se entregou para uma corporacao, que amanha saira do futebol e acabara o tambem falido fluminense

Anônimo disse...

O fluminense sempre teve o pensamento de evangelino da cosa neves, tudo vale para levar vantagem. Mas esses times acabam sem estrutura e esses falsos espertos acabam se prejudicando a si mesmos. Vejam o time do evangelino, deve ate para ex presidentes, e o fluminense se entregou para uma corporacao, que amanha saira do futebol e acabara o tambem falido fluminense

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Geninho teve é uma sorte do cacete aqui no Atlético: pegou um time azeitadinho, não predeu nenhum jogador durante o campeonato... Tanto que nunca mais teve sucesso em lugar algum... Escrevo sobre isso em breve...

Anônimo disse...

Concordo com vc Guerrilheiro, no Furacão existem umas viúvas, que até parecem aquelas verdes que não se esquecem do "Sal Diana Beiçudo", vamos virar o disco esse troço já encheu o saco é toda hora "Geninho, Geninho" ou "Ei Petralia vai toma no c..."
Parece coisa de biba: um é amado outro odiado...
Vão se f...