segunda-feira, 19 de maio de 2008

Vida de técnico

Lendo o noticiário da noite, vejo na Furacao.com dois dados interessantes: Ney Franco deixa Atlético com um aproveitamento de 66% - nada mau - e já chegou a ter, no final do ano passado, 95% de aprovação entre a torcida rubro-negra.
Realmente, o mineirinho se sobressaiu ao tirar o time do abismo no Brasileirão de 2007 e conseguir uma invencibilidade de 9 partidas no Caldeirão, que garantiu a classificação à Copa Sul-Americana. Este ano, de lambuja, levou o Atlético a bater o recorde de vitórias do Furacão de 1949.
Mas vida de treinador é assim.
O vento pode virar de lado de uma hora pra outra, sem aviso prévio.
As saídas de Ferreira e Claiton colaboram bastante para a queda de rendimento do time, é claro. Mas o principal problema, mais ainda do que a ausência destes dois jogadores, foi que a partir de então Ney Franco se perdeu. O time não mais encontrou um padrão de jogo; não se sabe até hoje quem é o meio-de-campo titular; Marcelo Ramos aguarda até agora que um companheiro de ataque jogue pelo menos duas partidas seguidas.
Algumas escolhas de Ney também foram fundamentais para que caísse no conceito da galera. Como, por exemplo, escalar o até então afastado Michel para ser titular no primeiro jogo da decisão contra os coxas. Ninguém entendeu aquilo.
Pegou mal também a indicação de vários jogadores originários de Minas Gerais - a "Turma da Inconfidência". Até agora, nenhum deles convenceu.
E, por último, a "mineirice generalizada" que tomou conta do time, que ultimamente tem disputado as partidas com mesma a vontade de um matuto pitando um fumo sentado na porta de casa. Falta brio, vibração.
Resumindo, foi isso tudo que resultou na queda de Ney.
Não digo que fez um mal trabalho. No cômputo geral, sai do clube com mais prós do que contras.
Infelizmente, o futebol não perdoa os contras.

Um comentário:

Luiz Andrade disse...

Creio que a diretoria procura um técnico para revelar jogadores para serem vendidos na próxima "janela" em agosto.
Títulos? Isso é coisa de torcedor...