sexta-feira, 16 de maio de 2008

Dez atleticanas: compre na web

Atenção, internautas e vidrados em e-commerce: o livro Dez atleticanas e uma fanática agora já pode ser comprado também pela web. Está à disposição nos sites Livros de Futebol (em promoção por R$ 36) e das Livrarias Curitiba (R$ 40).
Para quem ainda não leu a obra, segue mais um trechinho - desta vez retirado do capítulo "De boca cheia", que trata dos palavrões nos estádios de futebol:
No jogo contra o Grêmio Foot-ball Porto Alegrense (31 de outubro/07), um dos seus jogadores ouviu dos mais de 20 mil torcedores atleticanos - incluindo "famílias, mulheres e crianças" - durante aproximadamente cinco minutos um coro ritmado e uníssono de "vá-toma-no-cu" - que o Dicionário de Palavrão e Termos Afins, de Mário Souto Maior, traz assim grafado: "Vai-tomar-no-cu!".
Neste time de torcedoras, há controvérsias. Valéria é das que xingam: "Como é que você vai assistir a um jogo de futebol sem falar um palavrão? Não tem como, você acaba xingando. É o juiz, é o técnico do outro time, é o jogador, aquela estrelinha do outro clube, como é que você não vai xingar? Não agüenta, não agüenta... Até minha mãe, que nunca fala palavrão, num jogo desses, ficou tão louca que mandou ver um. Quase engasguei. Eu brinco que o jogo é também uma espécie de terapia. Tinha uma época que eu andava bem estressada, ia pro jogo e botava tudo pra fora, berrava, xingava. Me fazia muito bem."

As bisavós deste livro - Dona Luzita e Dona Gessy - xingam, e muito. Para Dona Gessy, é simples: "Não tenho esse negócio de preconceito de não falar palavrão. E, quem tem, está errado se vai lá, porque sabe que tem palavrão. Eu grito, xingo mesmo. Ainda mais quando o juiz rouba, daí eu fico louca!"

Nenhum comentário: