domingo, 25 de maio de 2008

Joel, um grande atleticano

Acabo de ver uma reportagem no programa Balanço Esportivo, da CNT, com o atacante Joel (foto), carrasco dos coxas e herói do bicampeonato paranaense de 1983.
Joel se emocionou ao lembrar das dificuldades de início de carreira, quando tinha que ir treinar a pé porque seus pais não tinham dinheiro para o ônibus, e comentou um episódio do qual eu não me lembrava: uma briga que ele teve com o técnico Nelsinho Batista quando retornou ao clube, em 1988, e que acabou selando o seu afastamento definitivo do Furacão. Mesmo com a mágoa, Joel cravou: "Apesar de tudo, é o time que eu amo, sempre foi".
Grande Joel, você está pra sempre na galeria dos Heróis Rubro-Negros!
Aliás, fica aqui uma sugestão ao pessoal da Diretoria de Relacionamento do CAP: os craques do passado que moram em Curitiba deveriam ser agraciados com um título de Sócio-Furacão. Além de terem feito por merecer, o contato desses ídolos com os torcedores da nova geração é extremamente importante para que nosso passado e nossos feitos sejam sempre reverenciados.
Poderia até reuni-los num camarote, mas seria bacana mesmo é se eles ficassem nas cadeiras, junto com o povão atleticano.

4 comentários:

Anônimo disse...

Eu também vi. concordo com você guerrilheiro. Alias o pessoal da banda b que faz este programa esta de parabéns, pois só assim os mais novos podem saber dos jogadores que fizeram história no Furacão.

Anônimo disse...

Concordo. Muita gente senta ao lado de ex-ídolos e nem sabe. Várias vezes vi Altevir sentando na curva da MAdre Maria. Assim como ele, quantos jogadores carregam o furacão no coração e nem são reconhecidos.
Abs
Carlos

Anônimo disse...

O-T-I-M-A IDÉIA!!!! ELES FAZEM PARTE DA HISTÓRIA DO NOSSO AMADO CLUBE. GRAÇAS A MUITOS DELES, NOS TORNAMOS ATLETICANOS, POR ADIMIRAR ESSE MONSTROS QUE PASSARAM EM NOSSO CLUBE...NADA MAIS JUSTO DO QUE FAZER TODOS SER TORNAREM SÓCIOS SEM PAGAR NADA!!!! MAS VOCÊS ACHAM QUE A DIRETORIA VAI FAZER ISSO??? ÓBVIO QUE NÃO....


MICHAEL ROSA.

Hélio Rubens Godoy disse...

Grande idéia Guerrilheiro, espero que ela chegue até nossa diretoria e que seja implementada. Porém, nestes tempos de marketing e negociatas a memória do Furacão parece ficar a cargo somente da torcida...