quarta-feira, 7 de maio de 2008

Essas pobres rádios que só pensam nos pobres ouvintes

Dia desses estava ouvindo um programa esportivo de final de tarde na Banda B. Eis que, durante o bate-papo sobre futebol, entra um diretor da rádio, ao vivo, para dar as "boas novas": a emissora acabara de adquirir um novo transmissor, já totalmente preparado para o sistema digital, "o que coloca a Rádio em excelente patamar tecnológico". Além disso, a potência da rádio foi dobrada, passando de 5 para 10 quilowatts.
De imediato, lembrei-me da choradeira de alguns radialistas para defender com unhas e dentes seus patrões, que recusam-se a pagar um vintém pelas transmissões de jogos de futebol.
Pois é. Utilizam-se do frágil argumento da "democratização" do veículo e da condição humilde dos ouvintes para defender sua tese, mas não abrem mão de vender suas polpudas cotas de patrocínio.
Pois bem, estamos no Brasil... Quem quiser ter uma emissora, ou precisa ter muita grana ou então participar do sujo jogo político dominante no país. Somente o governo Lula distribuiu pelo menos sete concessões de TV e 27 rádios educativas a fundações ligadas a políticos. Também foi generoso com igrejas: destinou pelo menos uma emissora de TV e dez rádios educativas a fundações ligadas a organizações religiosas.
Mas não é uma prática exclusiva do governo petista. Durante os oito anos do governo FHC, pelo menos 13 deputados federais - além de deputados estaduais, prefeitos, ex-deputados e candidatos a cargos eletivos - receberam concessões de rádios e TVs educativas.
No caso das emissoras comerciais, FHC pôs fim à distribuição política, tornando obrigatória a venda das concessões por licitação pública. Mas elas continuaram a ser motivo da cobiça dos políticos, encantados com o alto alcance das rádios sobre as massas. Os que não conseguiram ganhar concessões estatais, deram um jeito de comprar a sua própria rádio, muitas vezes na base da negociata.
Temos alguns exemplos aqui mesmo, em Curitiba. A Banda B pertence ao ex-deputado Luís Carlos Martins. A Rádio Mais pertence a Ricardo Chab - também ex-deputado, preso recentemente ao ser flagrado num esquema de extorsão a empresários. O atual deputado federal Ratinho Junior também tem a sua - se não me engano, é a Eldorado. E por aí vai.
Luis Carlos Martins foi candidato a deputado nas últimas eleições, em 2006. Não se elegeu. Em sua declaração de bens enviada ao TRE, o dono da Banda B afirma ser dono de 13 imóveis, além de duas rádios e uma empresa de publicidade. Mas ele não pode pagar ao Atlético pelos direitos de transmissão dos jogos, afinal, alega que a rádio faz este trabalho apenas pensando na população pobre e sofrida... É um serviço de, digamos, "entretenimento beneficente". Se a rádio lucra com isso? Ah, isso não importa.
Já a difusora 590 faz parte de um grupo denominado SIRA, que inclui a Ouro Verde (maior audiência classe A em Curitiba) e a Caiobá (maior audiência absoluta em Curitiba). Em seu site, a rádio diz que "a Difusora AM 590 se destaca pela sua qualidade de som, com grandes investimentos em equipamentos de ponta para as áreas de transmissão, áudio e informática". Mas não há como pagar aos clubes pelos direitos de transmissão, afinal tudo isso é feito em prol dos ouvintes mais humildes dos rincões da periferia.
Vamos falar um pouco das FMs que também transmitem futebol.
O proprietário da CBN Curitiba é um dos maiores milionários paranaenses: Joel Malucelli, do grupo J. Malucelli - que fatura quase R$ 1 bilhão por ano. Isso mesmo, um bi. Entre as empresas do grupo há construtoras, bancos, seguradoras, um time de futebol. E, é claro, uma TV e a rádio CBN. Mas estas, "como são empresas que têm a missão de informar aos pobres e sofridos do nosso Paranazão", por isso, apesar de terem uma receita altíssima com publicidade, julgam que não devem pagar um tostão aos clubes de futebol...
Já a rede Transamérica pertence a Aloysio de Andrade Faria - o segundo homem mais rico do país, segundo a revista Dinheiro. Mas o sr. Airton Lobo em Pele de Cordeiro acredita piamente que está cumprindo um trabalho de extrema relevância social ao vomitar asneiras no microfone, por isso a rádio não deve pagar nem um centavinho aos clubes de futebol pelas transmissões que faz e para as quais vende dezenas de cotas de publicidade...
Por enquanto, à base de decisões liminares, as rádios estão ganhando a queda-de-braço, e seguem a transmitir seus jogos sem pagar um tostão sequer aos clubes, mesmo utilizando de toda a estrutura fornecida - no caso do Atlético, no estádio mais moderno do país.
Mas não é possível que esta situação perdure pra sempre. E a hora que o Atlético conseguir ganhar definitivamente o direito de cobrar pelas transmissões de seus jogos - e vai ganhar, mais dia, menos dia - e todos os outros clubes forem atrás, aí eu vou rir muito, muitíssimo, de Cordeiros, Walmirs, Fernandos e Fachinellos que existem por aí.

54 comentários:

Anônimo disse...

Concordo guerrilheiro...á na hora de acabar com o oba-oba das rádios sobre os times... ou pelo menos vamos entrar nesse bolo e tirar a fatia que nos pertence...
Temos que parar com essa choradeira de que fulano não sei de onde só escuta jogo no radinho e blablabla... quando as liminares começarem a cair, esses senhores de conta gorda vão abrir os bolsos e pagar pela transmissão...ou será que a CBN só vai transmitir os jogos do jotinha?

CF

Anônimo disse...

Tem que entender a lógica do negócio... Não é que as radios não queiram pagar pelas transmissões dos jogos, elas não querem pagar pela transmissão dos jogos do Atlético. Se o Flamengo pedir a cobrança todo mundo no rio paga e não fala nada, pq? Pq tem audiência, agora o Atlético cobrar ninguém quer pagar, pois a audiência em jogos do Atlético geralmente é revertida pela torcida adversária, São Paulo, Palmeiras, Grêmio, etc. Essa é a pura verdade.

Infelizmente vemos um outro erro no seu incoerente texto, a Baixada como estádio mais moderno do Brasil? Creio que você tenha esquecido da existência do Engenhão no Rio de Janeiro.

Não adianta chorar, direitos de transmissão é pra quem vende, não pra quem pensa que vende.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Caro "anônimo", você não entendeu a lógica do negócio... o que eu quis dizer é que as rádios - todas elas - visam lucro com as transmissões e têm totais condições de pagar para transmitir as partidas. Além disso, se o Atlético não desse audiência elas simplesmente não pagavam e não transmitiam e ponto final, não precisariam brigar por isso na Justiça. Odeio analfabetismo funcional!

* Ah, é! Talvez haja UM estádio mais moderno do que a Baixada em todo o país... tem razão!

Anônimo disse...

Interessante, mesmo não sendo Atleticano consegui entender sua linha de raciocínio e sua articulação. Parabéns pela sua imparcialidade. Pena que uma frase ríspida destruiu suas boas intenções.

Anônimo disse...

Interessante, mesmo não sendo Atleticano consegui entender sua linha de raciocínio e sua articulação. Parabéns pela sua imparcialidade. Pena que uma frase ríspida destruiu suas boas intenções.

Anônimo disse...

ESTE CARA QUE ESCREVEU AÍ, OU MAMA NAS TETAS DAS RÁDIOS OU É UM CARIOCA DISSIMULADO QUE DIZ QUE O MELHOR TÁ LÁ, "MAIS MORA E GANHA A VIDA AQUI!!"
SAI FORA JAGUARÃO...

DINDO

Anônimo disse...

Realmente, passo minhas tardes em uma rádio no Rio de janeiro, ajudando administrativamente. E garanto, que não temos nenhum interesse em transmitir os jogos do Atlético, e sim dos grandes que participam do Campeonato Brasileiro de futebol, no qual, infelizmente, há mais de 20 anos aparecem diretorias de times desconhecidos tentando tirar proveito do sucesso dos times grandes do campeonato, mas geralmente acabam ficando pouco tempo e retornam as divisões inferiores.

Abraços.

Anônimo disse...

Guerrilheiro! Acho que você ainda não entendeu que as rádios não se negam a pagar. porém quem tem que cobrar não é o atlético e sim quem organiza a competição, neste caso a CBF. o atlético é apenas um participante do campeonato.ele não pode vender uma coisa que não é dele. o cap não da espetaculo sozinho,precisa de adversário. por isso não pode vender. Entendeu?

Anônimo disse...

Guerrilheiro! Acho que você ainda não entendeu que as rádios não se negam a pagar. porém quem tem que cobrar não é o atlético e sim quem organiza a competição, neste caso a CBF. o atlético é apenas um participante do campeonato.ele não pode vender uma coisa que não é dele. o cap não da espetaculo sozinho,precisa de adversário. por isso não pode vender. Entendeu?

Anônimo disse...

Guerrilheiro. Com todo respeito mas acho que você é um LARANJA desta diretoria que só engana os torcedores do FURACÃO. Olhe a quanto tempo o CAP não ganha nada... A diretoria fala que faz e alguns torcedores acreditam. esta história de cobrar das rádio foi para desviar o "foco" da má campanha que o time vem fazendo de novo este ano... Guerrilheiro pare de ser PAU MANDADO. Eu na verdade acho que você é alguem de dentro do atlético. Pare de enganar a torcida. pare de ser falso...
Ass. J.B Calderon

Anônimo disse...

Eu concordo. acho que quando a CBF cobrar nenhuma rádio vai se negar a pagar. o Atlético não tem direito legal de cobrar. quem tem é quem organiza.
DR Julio Cesar Teixeira

Anônimo disse...

Para isso existe o clube dos 13, para defender o interesse dos clubes, se o Atlético quer agir sozinho deveria pedir sua retirada da organização.

Anônimo disse...

Guerrilheiro. Quando for escrever alguma coisa aqui. não pense que todos são burros.fale a verdade... Eu também acho que você é laranja da diretoria. Eu não sou laranja, sou FANATICO até a morte. Ps. tem muita gente boa e que faz um bom trabalho em todas as rádios.
Alexandre Rocha

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Tem gente boa e gente ruim nas rádios, como em qualquer lugar. Só que elas lucram com o futebol e não querem repassar aos clubes. Esse é o ponto, e eu acho essa situação absurda. Assim como era quando as TVs transmitiam jogos sem desembolsar um totsão...

Aos que me julgam pelo que penso e escrevo, cago e ando. Não ganho nada de ninguém, faço o blog porque gosto. Aliás, ao contário: pago direitinho, mensalmente, há uns bons dois anos, para manter minhas 2 cadeiras na Baixada.

Muitos não ajudam o clube em nada e se julgam no direito de descer o cacete.

Cada qual com a sua consciência...

A minha é bem tranqüila.

SRN!

Anônimo disse...

Discordo de você guerrilheiro. Não devemos"cagar e andar" pelo que as pessoas pensam de nós. Poxa concordo que as rádios tem lucro... mas não é esse o caso. O que foi questionado é quem tem o direito do campeonato.e é a CBF. o nosso querido Atlético esta errado neste caso. tem que reconhecer. Quando a CBF cobrar todos vão pagar,é um negócio... Pare de defender esta diretoria fraca que temos. pare de ajudar a enganar os menos avisados.
Luciano Carlos Junqueira

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Luciano, não "tenho" que reconhecer, porque eu acho que a medida é acertada. Se você pensa de forma diferente, é um direito seu. E o blog está aí pra que todos os atleticanos manifestem sua opinião nos comentários, sem qualquer moderação. Mas não queira obrigar alguém a pensar da forma que você pensa.

SRN!

Anônimo disse...

Ps 1. Luiz Carlos Martins não é ex deputado.
É deputado estadual.

Um dos piores deputados não só do Brasil.

Talvez um dos piores do mundo.
------------------
Ps 2. Vocè é pau 'laranja da diretoria' ?????

De for não visito mais este blog.

pforano.

Fernanda disse...

Tópico polêmico Guerrilheiro, vai ter muita gente brava por aqui...

Eu como atleticana que sou e talvez até imparcial e pensando naquilo que desejamos para o nosso clube, penso que com legitimidade ou não o Atlético Paranaense visa lucrar com a sua marca e está no seu direito de brigar pelo que acredita. Sabe que travará uma batalha violenta com as rádios. Contudo, o direito à imagem está adquirindo extrema relevância neste país e se consolida através da jurisprudência. Acredito que em breve estas liminares irão por terra.
No que se refere às rádios elas promovem este "merchandinsing" de que o Atlético não pensa no pobre ouvinte, oras talvez a Rede Globo também venha a se valer deste ideal e queira não pagar pelos direitos de transmissão de jogos em sua telinha, alegando entretenimento barato para a grande massa que assiste ao futebol nas quartas e domingos...

E mais, eu odeio o Sr. Cordeiro, não posso nem ouvir a voz dele!

SRN!!!

Rafael disse...

tem que cOBRA MESMO TUDO MAFIA DO RADIO SE FAZENDO..........TIREM A MAO DO BOLSO SE RADIO NAO DESSE DINHEIRO O RENAN CALHEIROS NAO COMPRARIA AS DE ALAGOAS LOL ......... COMPRA MESMO ESSES PICARETA INVESTIDO DE JORNALISTA QUE MAIORIA NAO SAO NADA PARCIAIS E AGEM DE FORMA SOBRE SEUS INTERESSES..........E DALE ATLETICO ATE A MORTE.........SO TO TRISTE PQ O CRUZEIRO PERDEU PRO BOCA JR ONTEM NAO DEU PRA ELES...SERA QUE EH MAIS UM DO BOCA NA LIBER?? MELHOR QUE O SAO BAMBI NA MINHA OPNIAO ABRAÇOS..

Kane disse...

Meu camarada! Os comentários desse tópico só reforçam as consequencias dessa atitude para o Atlético. Temos que admitir que seria muito mais fácil debater o assunto com um time competitivo. Com esse time ridículo, vamos ficar ouvindo a imprensa de todo Brasil falar mal do Atlético. Muita besteira ala Milton Neves. E vamos responder como?? Deveria ser em campo. Parabéns Petraglia pelo seu ótimo marketing. É inegável que nacionalmente somos significantes apenas nas boas campanhas. Pq não costurar com outras equipes esse posicionamento??? Sempre sozinho o Atlético. E o que vale mais?? Dinheiro ou a imagem destruída pela imprensa corporativista?? Ou vc acha que o dono da rádio só mexe com isso..

Fernanda disse...

Acredito que o Atlético levante esta bandeira sozinho por talvez saber que nem o Clube dos 13 e nem a CBF vão se opor ao clube, tal qual nenhum dirigente o fez até agora(pelo menos até onde eu sei).
Está todo mundo quieto, esperando as conseqüências.
Afinal a CBF e o Clube dos 13 não têm nenhum interesse em se indispor politicamente.
Se o Atlético fizer este gol, outros times virão buscar o empate.

Anônimo disse...

Não tem gol nenhum, ninguém se manifestou pq o clube dos 13 ta ignorando o Atlético, como sempre fez... Aqueles merdas nunca deram valor pra nós, no Paraná eles só escutam os porcos verdes, são uns vendidos, não reconhecem a potência do maior do Paraná.

Fabricio disse...

O Atlético pode estar errado em comprar esta briga sozinho, pois dá munição a esta mídia medíocre que não perde oportunidade para nos bater... mas dizer que agora há uma revolta por motivo desta decisão, é simplesmente rídiculo, pois a nossa imprensa sempre foi, é e ainda será por algum tempo parcial em favor de nosso "pseudo" adversário (que ainda se constitui por que a imprensa assim o divulga), e para crescermos tivemos de caminhar pelas próprias pernas, pois deles não poderíamos esperar nada... ademais, contrariando o que disse nosso colega carioca, não acredito que se o Flamengo, ou outra potência do futebol brasileiro (em relação ao número de torcedores) tivesse levantado esta bandeira, a imprensa teria aceitado de bom grado, como prega o ilustre... independentemente disto, o fato é que encabeçamos a briga e estamos sozinhos, e neste momento sou totalmente favorável à cobrança! No entanto tenho de admitir que quem deveria encabeçar esta briga deveria ser o Clube dos 13.
Vamos então à luta que mais cedo ou mais tarde será vencida, e outros, que hoje se mantém na obscuridade afim de não se exporem à fúria da imprensa, quererão seu quinhão também e aí, com certeza, o Clube dos 13 virá à frente para garantir os direitos de seus associados, mas é claro, não antes que nós, ao termos dado nossa cara a tapa, conseguirmos de fato sucesso nesta empreitada!
SRN!

Anônimo disse...

Guerrilheiro! Eu não acredito que estamos discutindo isso de novo. o time esta prestes a estreiar no campeonato Brasileiro e sem fazer nenhuma contratação.um time que foi eliminado da Copa do Brasil e que perdeu o Paranaense em casa.com este time somos candidatos ao rebaixamento.e nós ao inves de estarmos aqui cobrando da nossa fraca diretoria, estamos discutindo um assunto antigo e que não cabe ao Furacão fazer cobrança e sim a CBF, que quem organiza o campeonato. Por favor gente não vamos fazer vistas grossas para as barbaridades que nossa fraca diretoria faz...
Saudações Rubronegras Somos a MAIOR torcida do sul do brasil.
João Antonio Gaetener

Anônimo disse...

Gente!!! Leiam o esta coluna. Sensacional.
Puxa a carroça, Petraglia


08/05/2008 por Pedro Ercole

Me surpreende como a esperança move a sociedade.

Muitos artigos aqui postados enaltecem a atual gestão pelo futuro brilhante que ainda está por vir.

Pelas conquistas do passado (?)

Por aquele quase título da libertadores.

Por aquele quase estádio acabado.

Por aquele time recordista que quase ganhou o campeonato.

Por aquela Copa Saprissa, que quase valia alguma coisa.

Por aquela escolinha na China, que quase deu resultado.

Por aquela eleição democrática, que quase aconteceu.

Por aquele brasileirão, que quase ganhamos ou um outro que quase fomos rebaixados.

Futuro que a dez ou doze anos atrás é hoje!

Não se deram conta que hoje é um dia a menos em nossas vidas.

E o tirano conseguiu mais sete meses à frente do Furacão.

Mais sete meses futuros para vingar suas mirabolantes idéias de construir um Atlético forte.

Tão forte que no passado recente sucumbiu a times como Volta Redonda, Adap, Galo, Corintians/AL, Coritiba...

Que passado brilhante!

Mas quem se importa com o passado?

O negócio é o futuro.

Puxa a carroça, Petraglia, teu futuro já é passado.
Quem escreveu esta coluna foi o DR Pedro Ercole. Parabéns Sr Pedro. Esta diretoria acha que somos burros.

Anônimo disse...

Não há o que questionar quanto ao dever das rádios de pagar pela transmissão dos espetáculos, é ponto pacífico.

Quanto ao Atlético reivindicar seu direito e a CBF (que organiza o campeonato, é verdade, mas que é somente uma associação representativa dos clubes) não fazê-lo, é ponto para o Atlético.

Quanto aos ditos "clubes grandes que revertem a audiência para o Atlético", que tomem no cu. São clubes arcaicos que deveriam, antes de criticar, copiar a postura vanguardista do Furacão. Independente de história e títulos, o Atlético trata bem seus torcedores, seus funcionários, sem tomar dinheiro público, e é isso que vale. Afinal, o Engenhão não foi construído também com NOSSO dinheiro? Não é estádio NOSSO?

Então VÁ TOMAR NO CU seu flamenguista de merda. É isso aí, salve o Furacão, clube modelo.

Anônimo disse...

Guerrilheiro> como o povo tem memoria curta. Lembra quando nossa diretoria cobraça um preço alto pela ingresso? Lembra quando os fanaticos foram proibidos de entrar na arena? Lembra quando dividiram a arena e os fanaticos ficaram na curva como um castigo da diretoria. Lembra que foi o Alex Mineiro que teve que pedir para reduzir o preço dos ingressos ano passado para que os torcedores fossem ao estádio? Então. Quem denunciou tudo isso? Foi a imprensa, Foram as rádios. Poxa! Não podemos ter memoria curta gente. Agora mesmo para desviar o foco de mais um vexame a lança idéia ridicula. Eu quero time competitivo. Perguntar não ofende O MCP é dono do "nosso"CAP?
Viva o Furacão.
DR Mauro Ricardo Schiavon

Anônimo disse...

Guerrilheiro. Eu tenho um amigo que tem um primo que trabalha numa rádio. ele me falou que as rádios tem gravação do Fleury e o MCP falando que não gostam da nossa torcida os FANATICOS(sou fanatico). Ele me contou que foi uma entrevista que o MCP falou que torcida organizada não ajuda em nada. que suga o clube. que vende produtos só deles. e mais umas babozeiras. Dizem que no momento certo vão reprisar a entrevista. Para mim o mais importante é a torcida. foda-se a diretoria.
Nos somos a maior do sul do brasil e quem duvidar vai para a puta que pariu. Fora diretoria de bosta.

Kleberson Luiz Farias

Anônimo disse...

Eu não estou preocupado com rádio. eu gosto do ET e vou continuar escutando a transamerica. Quero Time. quero gritar campeão. quero ver craques. quero presidente que seja sincero e respeite a nossa torcida e não busque apoio só quando a agua bate na bunda.

Alberto Jorge do Santos

Anônimo disse...

SE AS RADIOS TEM QUE PAGAR OU NÃO, A JUSTIÇA VAI DECIDIR... AGORA, A DIRETORIA TEM QUE CONTRATAR URGENTE. SE NÃO EU VOU BOICOTAR A NOSSA DIRETIRA.
Pede o bone e vai embora Petralia.

Luiz Fernado Lima

Anônimo disse...

O tempo do Petralia, teu tempo já passou. Deixe nosso Atlético em paz.

juliano ribas disse...

Guerrilheiro. É isso aí, todo apoio a você. Você está aqui dando a cara pra bater, defendendo o nosso clube. É incrível com tem atleticanos que não ficam ao lado do Atlético nessa questão das rádios. É justo e legal o que o CAP reinvindica e ponto final. Agora, esses que vêem desgraça em tudo, por que não estavam na assembléia de sócios e se opuseram a prorrogacão do mandato da diretoria? A prorrogação foi decidida na maior Assembléia de Sócios feita até hoje no CAP. Tem gente que adora ficar falando e falando, xingando e reclamando atrás de um teclado. Fazer, ninguém faz. Não entendem patavinas da realidade do futebol. Estou contigo nessa Guerilheiro, continue com a luta. Abraços, Juliano Ribas.

Anônimo disse...

PQP! Os verdes acabaram de anunciar um argentino, vi os videos do cara e o FDP joga pra kcete, e nós??????? Anunciamos os dispensados pelo Vitória? Pelo amor de deus, vamos protesta antes que uma desgraça aconteça.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Sou mais o Wally do que esse argentino de segunda classe.

juliano ribas disse...

Em vídeo qualquer um joga, até o Dinei.
É incrível com tem atleticanos que só valorizam o que os outros têm.
já o coxinha burro que disse que as verbas estão diminuindo para as rádios, isso é de maneira geral, na média, porque as grandes rádios ganham cada vez mais com publicidade. E são elas que têm que pagar pelo espetáculo futebol, que é caro pra cacete. Os coxa-branca além de burros estão se achando a última bolacha do pacote. Vão cair com esse argentino-VHS e tudo.

Anônimo disse...

PQP! Tem torcedor que quer que o time ganhe todos os jogos, seja campeão invicto em todos os campeonatos que participa, como é facil pedir. As radios tem mais é que pagar, elas faturam emcima dos times.

Anônimo disse...

Só quero ver quando os clubes começar afazer isso ai todo mundo vai a ceitar mais quando só um time fazer um monte de gente critica ha muito boa a materia

Anônimo disse...

Prezado Guerrilheiro. Obrigado por divulgar as informações que eu havia postado nos comentários de seu post sobre a Banda B.

Fiquei literalmente p*to da cara com o choro da transamérica, quando sabia que o seu dono era nada menos que o ex-dono do banco REAL.

No mais, é incrível como o pessoal confunde as coisas, o fato da gente querer um time melhor não significa que a gente deva discordar de tudo que a diretoria faz.

Por outro lado, falar que competiria à CBF cobrar esses direitos é uma %$Q¨$@#¨@#$ sem tamanho, pois o direito de transmissão pertence aos clubes e não à entidade que organiza o campeonato.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Valeu, não citei que algumas informações foram repassadas por você porque você tinha postado anonimamente. Mas valeu, as usei para fazer este post.

Anônimo disse...

As rádios são medíocres. O maior exemplo de mediocridade é a Transamérica. Rádio medíocre, com comentaristas totalmente parciais. Não perdem oportunidade de criticar nosso Atlético. E o problema não é a crítica, que é livre, mas sim a forma como é feita, ou seja, com total parcialidade e pessoalidade. Pior é que determinados jornalistas sempre se escoram no escudo da "liberdade de imprensa" para falar suas asneiras.

rever disse...

até concordo que as rádios devem pagar pelos direitos, mas o valor que o atlético pediu, foi meio fora da realidade... pega o ibope da rádio e faz um valor simbólico por ouvinte, fechou.,..

Anônimo disse...

Guerrilheiro com todo respeito, mas acho que você é um LARANJA desta diretoria midiocre do nosso querido Furacao. O tal do Juliano Ribas este eu sei que é pau mandado do petralia. Alias acho que o guerrilheiro é alguem da diretoria fraca do CAP. Viva o CAP e fora diretoria.
Dr Jair dos Santos Bitencurt

Anônimo disse...

Eu não vou deixar de ouvir as rádios por causa de paus mandados como o guerrilheiro e Juliano Ribas. se não fosse as rádios a nossa diretoria não tinha baixado o preço do ingresso. CAP até a morte. porém sem ser submisso a diretoria.

Carlos Eduardo Almeida

Zezo disse...

eu acho que os dois babacas acima são é coxinhas....

Zezo disse...

aliás, acho que são é a mesma pessoa, porque sempre escrevem um logo atrás do outro...

Anônimo disse...

Com certeza são coxinhas pois é típico de coxinha um atrás do outro...

Anônimo disse...

Coxa o caralho. todos que não são paus mandado iguais a vocês são coxas? vão se fuder seus LARANJAS. VIVA O FURACAO. FORA LARANJAS. FORAS DIRETORIA MEDIOCRE.
Dr Jair dos Santos Bitencurt

Anônimo disse...

hahaha muito revoltado para um "Dr"

zezo disse...

é o "doutor corneta" hahahahahaha

buenooo disse...

Meo deos. Como existe gente ignorante. como foi dito anteriormente, não é porque desejamos um time mais competitivo que devemos discordar de todas as ações da diretoria. É evidente que já foram feitas muitas cagadas por essa diretoria, baseado quase sempre na soberba, porém é óbvio que as atitudes estão mudando. Sinceramente, esse pessoal que fica agredindo os outros e chamando de laranja pra mim é burro e sem visão de futebol moderno.

Anônimo disse...

O Doutor se estressou ahahahahaha

Anônimo disse...

A diretoria do Atlético alega direitos sobre as imagens e transmissões dos jogos, porém permitiu a transmissão das imagens da decisão do paranaense pela internet, "esquecendo-se" que os direitos eram da RPC e também do Coritiba, que "em tese" seria dono de 50% dessas imagens. Com isso deixou de proporcionar a ambas as torcidas o prazer de ver o jogo ao vivo, que, por sua vez, ouviram o jogo no rádio, ou seja, justamente nas rádios que eram alvo da discussão. Creio que o mérito da questão é que a diretoria do atlético não pensa democraticamente, nem em relação aos outros clubes, nem com a federação e também, como aqui declarado por alguns, nem com sua própria torcida. Se fosse uma outra diretoria acredito que tudo seria diferente. E no final, não deixou sua torcida cair em pé, ao não permitir a entrega dos troféus após o jogo, num ato de puro revanchismo e falta de espírito desportivo, ridicularizando mundialmente um clube que tem seu valor.

Anônimo disse...

O Anonimo acima tem medo de perder a boquinha na radio

Luiz Andrade disse...

Eu só admitiria que uma rádio estatal, que não faturasse, transmitisse os jogos de grátis.
Por que nosso clube, têm que ceder cabines, e estrutura pros caras faturarem, poq que Tv paga e rádio não?
Não se trata de ser laranja, ou defender A ou B diretor mas é uma questão de princípios.
Eu tenho certeza, que mais dia menos dia, todos os clubes cobrarão...