terça-feira, 8 de abril de 2008

Wally pode ganhar uma vaga

A Tribuna do Paraná desta terça traz uma entrevista com o atacante Wallyson (foto), que estreou oficialmente no Atlético na partida de domingo contra o Iraty. Segundo a reportagem, o "Possesso" pode ganhar uma vaga de titular ao lado de Marcelo Ramos. Confira:

Wallyson estreou e reforça o ataque do Furacão

Ídolo em Natal, principalmente para os torcedores do ABC, Wallyson chegou com um grande cartaz no Atlético pelos feitos no Rio Grande do Norte. Na final do estadual potiguar de 2007, ele desequilibrou e deu o título para o ABC. Em dois jogos, contra o América, deixou sua marca. No empate em 1 a 1 foi dele o gol salvador e na vitória por 5 a 2, o atacante marcou quatro vezes.

Wallyson terminou como o goleador do campeonato potiguar e na competição seguinte (Série C) foi um dos principais artilheiros - 15 gols. De personalidade tímida, o garoto que saiu das dificuldades de Macaíba (RN) para brilhar em Natal, afirmou que agora quer fazer boas apresentações no Furacão (tem contrato até 2010) e trabalhar para uma futura convocação para a seleção brasileira.

Assim como todo o garoto de origem humilde, o atacante tem no futebol a esperança de melhorar de vida, ajudar a família e principalmente sua mãe, a quem credita sua carreira.

Ontem foi dia de folga para os jogadores atleticanos, mas o atacante conversou com a Tribuna, por telefone, do CT do Caju - local que reside atualmente.

Gostou da estréia diante do Iraty?

Foi muito boa, deu para movimentar, mas falta ritmo de jogo. O importante dessa partida foi garantir a classificação.

O que a torcida pode esperar de você? Dá pra virar ídolo no Atlético também?

Dá sim. Vou trabalhar forte para isso e para ajudar o Atlético. Fui muito feliz lá em Natal, mas agora é pensar no Atlético.

Como está fisicamente? As dores no púbis ainda incomodam?

Não. Já estou bem agora. O departamento médico do Atlético está de parabéns. Estava jogando machucado lá em Natal (RN). Mas 100% só vou conseguir com seqüência (de partidas).

Você foi artilheiro no ABC e um jogador decisivo na final potiguar em 2007. Pretende repetir esse feito aqui nas fases decisivas do Paranaense?

Vou trabalhar forte para isso. Mas preciso ganhar mais ritmo de jogo.

Está ansioso em ser titular e marcar seu primeiro gol no Atlético?

Estou tranqüilo. Importante é quando entrar ajudar a equipe a conquistar os três pontos. O gol vai sair naturalmente.

Você dedica a carreira à sua mãe (Maria das Dores). Ela foi e é sua maior incentivadora?

Com certeza. Tudo que eu sou devo à minha mãe. Quando não tinha dinheiro para ir treinar, ela fazia favor nas casas vizinhas e conseguia. Agora trabalho para ajudar minha família para ter uma vida melhor.

Atacante pode ser titular contra o Toledo

No 2.º tempo da partida contra o Iraty, o atacante Wallyson, 19 anos, fez sua estréia oficial na Arena e também com a camisa atleticana. O jogador substituiu o volante Zé Antônio e teve cerca de 35 minutos para mostrar seu futebol. Foi o suficiente para que o técnico Ney Franco comemorasse a possibilidade de ter mais opções para montar a dupla de ataque com o artilheiro Marcelo Ramos.

Wallyson ainda busca um melhor preparo físico depois de permanecer três meses parado, tratando de uma pubalgia no CT do Caju. Com a boa estréia - movimentação e entusiasmo demonstrados em campo -, o atacante deve ganhar chance na equipe titular nesta fase decisiva do Estadual. O treinador, no entanto, já adiantou que o jovem potiguar não tem preparo para agüentar os 90 minutos de uma partida e caberá à comissão técnica decidir se é mais produtivo ele entrar jogando ou atuar no decorrer da partida.

Histórico

Mas afinal quem é o garoto considerado a grande revelação do futebol do Rio Grande do Norte? Natural de Macaíba (RN), Wallyson chegou ao Atlético no início deste ano, porém foi contratado pelo clube paranaense, junto ao ABC de Natal, em 2007. Em maio do ano passado, o atleta treinou por um curto período no CT do Caju, mas retornou ao time potiguar por problemas com seu procurador. Em setembro, já em Natal (RN), Atlético, ABC e os responsáveis pelo jogador voltaram a negociar e acertaram os ponteiros. O atacante foi contratado mas permaneceu defendendo o ABC durante a Série C, tornando-se artilheiro da equipe na competição e principal nome na conquista de uma das vagas de ascensão à Série B.

Em janeiro deste ano, Wallyson retornou ao Furacão para a pré-temporada. No entanto, se apresentou machucado, com problemas no púbis, diagnosticado em exames no CT do Caju. Fez tratamento e retornou gradativamente ao treinos com bola. Sua primeira aparição foi no amistoso contra a seleção jamaicana (13/3).

5 comentários:

Anônimo disse...

VINICIUS; RODOLPHO, ANTONIO CARLOS E DANILO; NEI, ZE ANTONIO, VALENCIA, PIMBA , NETINHO E PIAUÍ; WALLISON E RAMOS...UM BOM TIME NEH???


MICHAEL ROSA.

Lucas disse...

acho muito bom o atletico apostar num cara desses

mas vcs nao acham que demasiada expectativa no garoto pode ser ruim? ele eh um garoto.. nao o atacante que nos sempre quisemos.. pelo menos ainda.. ele mostrou que sabe jogar mas está longe de ser craque.. ainda..

vamos com calma ai pessoal..

Otávio disse...

Falo com o conhecimento de quem viu todos os jogos deste garoto ano passado (sou torcedor do ABC). Se ele aguenta a pressão? A torcida do ABC colocou nele toda a esperança e responsabilidade de classificar o time no ultimo jogo da série C contra o Bragantino. Quando o jogo estava 1x1, 30 min. do segundo tempo e o ABC precisava ganhar ele foi lá e vez este golaço ! http://video.globo.com/Videos/Player/Esportes/0,,GIM760070-7824-ABC+VENCE+BRAGANTINO+EM+NATAL+E+TODO+MUNDO+FICA+FELIZ,00.html

Podem confiar, o garoto vai dar muitas alegrias ao CAP.

Paulo R. disse...

esse promete...

Anônimo disse...

Não devemos depositar toda nossa esperança nele, mas temos que confiar no potencial do garoto.