terça-feira, 1 de abril de 2008

Manifesto da manguaça

"Futebol é como um jogo de xadrez", já dizia Valmir Gomes.

Em novembro do ano passado, este blog protestou contra o Projeto de Lei 103/07, que proíbe o porte, a distribuição e a venda de qualquer bebida alcoólica nos estádios de todo o país em dias de jogos.
Pois bem... o projeto segue tramitando no Congresso. Mas, em alguns estados, a medida começa a sair do papel. Já é assim em São Paulo e em Minas Gerais. Agora é a vez do Rio Grande do Sul: ontem, o governador em exercício, Paulo Afonso Feijó, sancionou a lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas em estádios de futebol e ginásios com capacidade maior que 5 mil pessoas.
Pior que tudo isso foi a censura imposta ao Blog do Santinha, que foi tirado do ar por firmar um contrato de parceria com uma cervejaria... Segundo o blog Torcedor Coral, o responsável pelo servidor que hospeda o Santinha "não concorda, por motivos religiosos, com a apologia às bebidas alcoólicas". Faltou bom senso.
Minha opinião eu já deixei aqui. Muita coisa afasta as pessoas dos estádios. E a proibição da cervejinha pode ser mais uma delas. Afinal, a medida fere o direito constitucional de manguaçar onde, como e quanto cada um quiser.
Quem é que nunca afogou as mágoas de uma derrota ou comemorou as glórias de um título com litros de cerveja? Quem é que não precisa de um bom trago, no estádio, quando vê o centroavante de seu time perder um gol incrível na pequena área, ou depois de o adversário virar o placar no último minuto, ou ainda no momento em que o juiz deixa de marcar aquele pênalti escandaloso que garantiria a tão decisiva vitória?
Duvido muito de que tal proibição diminua os índices de violência nos estádios - mesmo que as estatísticas digam ao contrário. Quem vai pra brigar, briga. Ou já vai bêbado ou o faz sem beber mesmo. O que não dá pra admitir é que as pessoas de bem, que gostam de tomar a santa cevada durante as partidas, sejam proibidas de fazê-lo por causa de meia dúzia de imbecis - que nem ao menos se sabe se são mesmo bons de copo. Aí é que reside o cerne da questão: quem precisa ser eliminado dos estádios são os vândalos, e não os bebedores de cerveja! Mas a politicalha prefere adotar aquela velha tática: se o boi está com carrapato, mata o boi que acaba o problema!!!

Por isso... manguaças, uni-vos! Pelo fim das medidas ditatoriais! Pelo futebol mais prazeroso! Pela goela molhada! Pelos direitos humanos! E quem não concordar pode, pelo menos, pagar uma cervejinha...

2 comentários:

Anônimo disse...

Primeiro de Abril!

Anônimo disse...

FUTEBOL, MULHER E CACHAÇA...SEMPRE!!!!!!!!!