sexta-feira, 11 de abril de 2008

Cobrança das TVs causou polêmica na década de 80

Reproduzo abaixo o excelente post do blog Craques e Caneladas, que traz um interessantíssimo panorama sobre como os clubes fizeram valer as leis de mercado do esporte-espetáculo para começar a cobrar pelas transmissões de TV (que se recusavam a desembolsar um vintém pelos direitos de imagem), décadas atrás:
Seja feita a vontade de Saldanha

O Atlético Paranaense anunciou hoje um desejo antigo: o de cobrar direitos de transmissão das emissoras de rádio. Quem auiser irradiar os jogos do Furacão no Campeonato Brasileiro, na Baixada ou fora, terá de pagar.

Não falta razão ao clube, afinal as emissoras vendem cotas de publicidade, sem pagar nada pelo evento. Outro argumento a favor do rubro-negro: se as tevês desembolsam por que o rádio tem o produto de graça?

No início, a grita será grande. Por outro lado, haverá a eliminação dos aventureiros e os profissionais do veículo, creiam, sairão ganhando e com mais legitimidade para exigir reformas aqui e ali dos clubes.

*****

No final dos anos 50, a TV Tupi carioca transmitia ao vivo jogos do Campeonato Carioca. Na década seguinte, a TV Record fazia o mesmo com o Campeonato Paulista. Os canais se defendiam alegando que futebol era “interesse público”. Um dia, porém, os clubes ganharam a causa: “Quer transmitir? Pague!”.

À Record, a proibição fez bem. Para tapar o buraco, o canal 7 paulistano aceitou a sugestão de um grupo de publicitários e deu vez a um programa que faria história nas tardes de domingo: Jovem Guarda.

O “interesse público” continuou predominando quando o jogo não era mostrado para a cidade-sede. Foi assim até os anos 80. De vez em quando, a Globo pagava algum quando precisava alterar o horário da partida.

Choque maior, entretanto, aconteceu em 1983. O poderio global acertou com 22 dos 44 clubes da primeira divisão (entre eles, os nossos Atlético e Colorado). A concorrência protestou. Num Guarani x Corinthians, a Bandeirantes foi ao estádio Brinco de Ouro e, com incentivo da torcida, transmitiu (eu vi isso: narração de Alexandre Santos, comentários de Pedro Luís e reportagens de Elia Júnior). Uma medida judicial, porém, tornou aquela a última transmissão de futebol por uma tevê que não havia pago para fazê-la.

À opinião pública, aos sindicatos de jornalistas e radialistas e às emissoras o “interesse público” estava acima do “direito de imagem”. Não se aceitava que o esporte tinha leis de mercado próximas às dos grandes espetáculos.

A medida atleticana teria o apoio de um ilustre atleticano: o gaúcho João Saldanha (1917-1990), que morou em Curitiba e se apaixonou por futebol freqüentando a velha Baixada, o mais famoso comentarista do rádio brasileiro, era favorável ao pagamento dos direitos de transmissão. Seus chefes não gostavam da idéia, mas João a defendia sem medo.

29 comentários:

Anônimo disse...

DAQUI A POUCO, O CAMARADA VAI BATER UMA FOTO DA BAIXADA DO LADO DE FORA, E VAI CHEGAR UM SEGURANÇA E PEDIR 10 CONTO PELA FOTO....DAQUI A POUCO, VAI SE COBRAR PELAS NOTÍCIAS DOS JORNAIS, INTERNET, TELEVISÃO...DAQUI A POUCO, VAI SE COBRAR POR SAIR COM A CAMISA DO TIME NA RUA....DITADURA EM PLENO SÉCULO 21!!!!!

Anônimo disse...

As equipes esportivas que atuam nos sistemas radiofônicos fazem a publicidade gratuita dos clubes de futebol, incentivando as torcidas a comparecerem nos estádios, colocando em evidência certos jogadores, divulgando os produtos do clube...ENTÃO QUE AS RADIOS COBREM ISSO DO CLUBE!!!!

Anônimo disse...

As rádios divulgam gratuitamente o clube não porque "são bonzinhos" ou porque querem que o torcedor torça mais pelo clube. Eles querem ganhar DINHEIRO em cima dessa gratuidade e efetivamente ganham!

Não sejamos tão ingênuos acreditando na "bondade" da imprensa. Nenhuma emissora pensa no torcedor, e sim na audiência e no retorno financeiro que isso trará.

Concordo com a medida do CAP, mas acho que o valor deveria ser bem menor. R$ 15 mil é muita coisa, R$ 5 mil estaria de bom tamanho.

Anônimo disse...

é claro que as rádios ganham dinheiro, com publicidade e audiência, às custas do clube, tem mais é que cobrar mesmo...

Anônimo disse...

acho que o preço é muito baixo, deveria ser pleo menos 25 conto por partida

Anônimo disse...

Todo dinheiro e bem vindo =] seja da onde for sera muito bem vindo.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

O que este post do blog Craques e Caneladas quer dizer é o seguinte: houve um tempo em que as TVs transmitiam os jogos de graça, e se num determinado momento os clubes não se rebelassem e passassdem a cobrar, estariam transmitindo de graça até hoje. Atualmente, a receita vinda da TV sustenta a maioria dos clubes do Brasil...

Acho que ningém jamais calculou, mas somem-se todas as rádios do país que realizam transmissões esportivas e calculem quantas elas, somadas, movimentam em publicidade e audiência às custas do futebol - e dos clubes, que, por sua vez, não vêem nem um tostão desse bolo.

Li em algum jornal de hoje (Gazeta ou Tribuna, não me lembro) que o Clube dos 13 já está estudando tomar uma medida semelhante para todos os clubes filiados. O Atlético parece ter saído na frente. Certo ou errado, o tempo dirá.

Anônimo disse...

GUERRILHEIRO...SABE QUANTO A RADIO BANDA B PAGOU PARA TRANSMITIR A COPA DO MUNDO??? 100 MIL REAIS, PARA UMA COPA DO MUNDO!!!!...SERÁ QUE ELES PAGARÃO ESSE ABSURDO DE 450 MIL REAIS PARA TRANSMITIR JOGOS DO BRASILEIRO??? SE FOR PRA PAGAR, QUE SE COBRE UM PREÇO MUITO MAIS ACESSÍVEL A TODOS...PARA QUE NINGUÉM SAIA PREJUDICADO, MUITO MENOS O TORCEDOR, POR QUE MUITO DELES SERÃO PREJUDICADOS...PENA QUE TEM GENTE QUEW NÃO VE ISSO...COMO FALOU UM AMIGO MEU UM DIA, "O ATLETICO NÃO É MAIS UM CLUBE DO POVO, É ODIADO POR TODO MUNDO", EU RI DA CARA DELE, FALANDO QUE ELE ESTAVA ERRADO...MAS HOJE EU VEJO QUE ELE ESTAVA CERTO...A MUITO TEMPO DEIXAMOS DE SER O CLUBE DO POVO...

Anônimo disse...

Guerrilheiro,

Uma coisa é negociar em conjunto, fazer pressão através do Clube dos 13. Outra coisa é sair atirando sozinho. Essa guerra não é só nossa, deveria ser de todos os clubes. Os clubes deveriam se unir e propor legislação que permitisse a cobrança de transmissão para rádios. Caso contrário, ficamos nós contra todo mundo, sendo criticados, lesados, mal falados etc.

Anônimo disse...

Vendo todos so comentários, vejo que a torcida do atletico é a mais dividida que existe....Até isso o Petraglia conseguiu fazer, dividir a própria torcida, O MAIOR PATRIMONIO DE UM CLUBE (acho que alguns esqueçem disso)...Lamentável...Como falaram acima, tem torcedor que só pensa em seu bem-estar próprio e não enxerga que seremos odiado por todos....Se o Flamengo é considerado "o mais querido" do Brasil, o Atletico será o mais odiado...mas infelismente para alguns (dirigentes e torcedores comums), o que importa é o dinheiro...

Marcelo.

rudy disse...

O Clube Atletico Paranaense tem como meta, a curto prazo, se tornar o maior clube de futebol do Brasil. Para isso nescessita se organizar, ser moderno e inovar. Não se gerencia mais um clube de futebol apenas com a receita de borderos e patrocinios ou mesmo doações.É preciso profissionalismo. Como exemplo cito os outros 2 times da capital. O paranazinho ou pobre paranazinho, corre o risco iminente de acabar. Basta que para isso nenhum empresário se interesse mais em colocar jogadores lá. O clube não tem torcida, não tem estádio e para complicar não tem comando.É dirigido como se fosse um boteco de esquina qualquer. Já os verdes, amargam uma crise financeira que não lhes permite que contrate-se ninguém que ganhe mais de 8 contos por mês. É salário de gerente de Banco. O Atletico está muito além desta terrivel realidade do clubes pequenos de Curitiba e mais uma vez se mostrou moderno e interessado em nos transformar num Manchester United Tupiniquin. Aprovo a Idéia...Parabéns Atletico

Obs: Há tempos a imprenssa já vem implicando com o CAP, por isso acho que a noticia veio em boa hora.

Anônimo disse...

Manchester United não perde pra Cotinthians de alagoas ou Volta Redonda e tem a CARA DE PAU de cobrar 450 pau pra transmitir jogos... Não fica 3 ANOS SEM TÍTULOS. Com certeza não afasta seu PRÓPRIO torcedor do estádio...Se queremos ser MODERNOS, ótimo, mas NÃO QUEIRA AFASTAR O TORCEDOR, O MAIOR PATRIMONIO DE UM CLUBE!!...Desculpe mas, como é triste ver que torcedores tem esse pensamento "arrogante" e "dinheirista" como se fosse uma lavagem cerebral que certas pessaos fizeram...O Atletico é um clube que tem uma IMENSA torcida, muitos não moram em Curitiba ou região, e terão prejuízos. No futuro seremos ODIADOS (mais ainda), e veremos torcedores dos COXINHAS ou PARASITAS aumentarem muito mais do que nós. E a gente?? A gente será odiado por TODOS, e muitos torcedores que sofrem de "lavagem cerebral", não ~vão ligar pra isso, por que o importante é faturar....ULTIMAMENTE ESTOU MUITO TRISTE EM TORCER PARA O ATLETICO..INFELSISMENTE...

LINCOLN FREITAS.

Anônimo disse...

MANCHESTER UNITED???? ACORDA PRA VIDA MEU!!!! QUEREM COMPARAR-NOS COM OS TIMES DA EUROPA!! PORRA, TEM TORCEDOR QUE É BURRO MESMO. COMO FALARAM ACIMA, RECEBEM "LAVAGEM CEREBRAL" DO CORONEL!! PENSAME QUE ESTÃO NA EUROPA!!! POR ISSO SOMOS ODIADOS!!

Anônimo disse...

Sò uma frase pra descrever tudo isso..." Estão deixando morrer o meu Atletico..."

Anônimo disse...

Daqui a alguns anos, se pensarmos somente em $$$, sumiremos do mapa. Pois não teremos títulos e nem torcida.Triste ver que tem gente que pensa do mesmo modo que o Petraglia.muito triste mesmo...

Anônimo disse...

seremos os campeões em arrogância...se já nos odeiam, nos odiarão mais ainda...imagine o atletico disputando um título importante, uma final, fora de casa, como faremos (pra quem não tem tv a cabo) para ver ou escutar o time??? será que ninguém pensa nisso???

Anônimo disse...

Dane-se quem nos odeia... O torcedor rival sempre vai nos odiar...Então, por favor parem com esse chororô de quererem ser amados...
O Atlético saiu na frente, os outros times logo vão tomar a mesma medida. Quanto mais fontes de verba nosso time tiver mais vamos poder cobrar pra ter um time melhor.
As rádios lucram com o clube e se tiverem que pagar pelas transmissões vão querer usar a marca do clube muito mais. Provavelmente não vão aceitar que o clube deixe que apenas um ou outro jogador dê entrevista, vão começar a exigir muito mais liberdade de imprensa dentro do clube.
Talvez no início a coisa fique um pouco ruim, até que as coisas cheguem a um equilibrio como existe com as TV´s
Concordo que o preço é meio salgado pelo produto a ser vendido, mas com certeza o CAP não tirou isso do nada, provavelmente usou como base o lucro que as emissoras têm com o uso da imagem do clube.
E por último, parem com essa chatice de tudo que acontece é culpa do Petralia. Se não fosse por ele estariamos como os favelados do começo da eng. rebouças lutando pra sobreviver e rezando pra conseguir subir esse ano pra primeira...
CF

Anônimo disse...

Mais uma coisa... várias redes de TV locais tem programas que falam diariamente da vida do Atlético mesmo sem ter os direitos de transmissão. Fazem isso pq dá LUCRO, não pq são boazinhas....
As redes de rádio vão continuar com os programas esportivos. A maior torcida é a do atlético, logo, deixar o atlético de lado vai causar perda de ouvintes e menos LUCRO.
Logo, NINGUÉM VAI FICAR SEM NOTÍCIAS DO CAP.
CF

KALKA disse...

O que éra o Atletico antes do Petraglia ? Era um time que vivia de lapsos de bons momentos. Não tinha estrutura nem envergadura. Tomava de 3 da Portuguesa e de 4 dos coxinhas. O estádio caía aos pedaços. Ninguém nos respeitava. Hoje batemos São Paulo, Grêmio e nem mais rivalizamos com os coxinhas pois ficaram pequenos demais pra nós. Somos o Furacão das Americas, o El Paranaense. Me perdoem gente. Mas acho simplista demais criticar de forma cega sem entender os motivos pelo qual nossa diretoria toma as decisões.O HOME SABE O QUE FAIZ NEGADA...FIQUEM TRANQUILOS..

Anônimo disse...

Esse departamento de Marketing do Atletico é um lixo...sempre pensa na vontade de "deus" e esqueçe da vontade do povo...Pego o exemplo do meu pai: tem 70 anos, não pode por questões de saúde ir a jogos de futebol, mas é um torcedor fanatico pelo atletico desde 1937. Ele não gosta de assistir partidas pela TV, pois acha que o futebol "tá muito feio" (concordo com ele). Mas se for do Atletico ele assiste. Mas acima de tudo, ele sempre houve os jogos no radio. Mas ai eu me pergunto: como ficaria um torcedor como meu pai sem as radios???? será que a "fantástica" diretoria de marketing não pensa nos menos favorecidos, por questões financeiras ou de saúde??? Tem gente que esqueçe que moramos em um país de 3º mundo, e que tem muitos torcedores, que amam o Atletico, mas não tem condições de comprar uma camisa ou ir a um jogo do clube, por questões fincnaceiras. Mas hoje eu vejo, que os menos favorecidos não são bem vindos como torcedores, pelo contrário, só quem tem dinheiro que pode torcer para o Atletico.

Alan Marcosinni.

Anônimo disse...

CHEGA A DAR NOJO DE VER ALGUNS COMENTÁRIOS...COMO TEM GENTE GANANCIOSA...

Anônimo disse...

Pessoal acorda pra realidade. Os tempos mudaram. Acabou o romantismo. Se quiser transmitir tem que pagar.

Mario disse...

Esse papo furado de que sou menos favorecido, meu velho pai não vai mais acompanhar o Atletico é roteiro de novela mexicana. Temos que nos adaptar. O Atletico não deixará os torcedores sem informação. Torcedor, é hora de ficar do lado do time e não das rádios sangue-sugas...

Anônimo disse...

Falô então, DONO DA VERDADE. Tenho um pai de 70 anos que gosta de futebol. Só estou dando um exemplo próximo a mim, meu próprio pai. não é pra comover niguém, muito menos você, que tem um pensamento absurdo desses. Só acho que deve-se repensar então o valor dessa coisa ai....que se cobre então menos...A banda B pagou 100 mil reais pra uma COPA DO MUNDO. Para um falido campenato brasileiro, com certeza não pagarão mais do que os 100 mil...Acorde torcedor, seremos prejudicados se isso contínuar. Iremos ganhar muito dinheiro, mas vamos perder em mídia e torcida...Que se cobre então um preço mais assessivel, para que ninguém seja prejudicado...Que radio no mundo vai pagar 450 ml pra trasmitir um brasileiro??? vão falir!!!


Alan Marcosinni.

Mario disse...

Sim Alan, quanto ao valor acho que está coberto de razão. Com certeza esses valores serão revistos e negociados. Dá um bom abraço no seu pai por mim. Garanto a vc que ele não ficará sem ouvir os jogos do furacão.
Abraço

Mario

Anônimo disse...

Bom, não quero entender isso como uma tiração de sarro....

Alan.

Mario disse...

Não é..pode ter certeza. Eu não deveria ter posto em meu comentário o exemplo que você deu com seu pai. Foi mal.

abraço

Anônimo disse...

Tudo bem meu velho, um abraço a você também...nada de confusões....

Alan.

Anônimo disse...

O "projeto" de cobrar 15 pila para as radios não vai dar em nada...A CBF, que ORGANIZA o cameonato brasileiro já VETOU e descartou essa hipótese de venda dos jogos para as radios...A CBF disse que o Atletico é apenas um participante do campeonato, assim como os outros 20 clubes das séries A e B, e não tem o direito de vender nada pra ninguém. Quem vende os jogos para a globo pelo pay per view É A CBF!!!! ...Graças a deus isso vai parar por aqui, chega de confusões e polemicas para o nosso lado. Vamos pensar SOMENTE em ganhar títulos, nada de querer comprar briga com ninguém!!!