sábado, 2 de fevereiro de 2008

O próximo, por favor!

O Atlético passou por cima da Adap Galo na Baixada, chegou à oitava vitótia consecutiva e manteve a campanha 100% no Campeonato Paranaense. Sem precisar fazer muito esforço, o Rubro-Negro fez 3 a 0 - gols de Marcelo Ramos, Antônio Carlos e Danilo - e ainda meteu três bolas na trave.

Bola cheia
Claiton jogou muito, comandou a meia-cancha, ocupou os espaços deixados por Irênio - ainda sem ritmo de jogo -, deu chapéu, meteu nas canetas, fez o diabo... Jancarlos fez novamente uma bela partida, e foi o autor do cruzamento que resultou no primeiro gol. É o campeão de assistências na temporada. E Marcelo Ramos fez seu sexto gol em quatro partidas. O time está com um conjunto muito bom, mas esses três se destacaram. Vale lembrar que a zaga continua imbatível e que Alan Bahia, de volta ao time, deu conta do recado.

As novidades
Os jovens Eduardo Salles e Choco entraram já no segundo tempo. O primeiro me pareceu um tanto estabanado; parece ter sentido a estréia no profissional. Choco tem pinta de craque. Podem esperar.

Pés no chão
"Existe algum time que pode parar o Furacão neste campeonato?" Esta pergunta foi feita diversas vezes, na coletiva após a partida, pelos repórteres que cobrem o clube. Ney Franco mostrou sapiência e humildade. "Nossa equipe não é imbatível. Estamos tendo a competência de realizar boas partidas. No futebol não existe equipe imbatível. Esperamos ter a competência para fechar bem o Paranaense com essa equipe forte. O campeonato é difícil, longo e ainda estamos na primeira fase".

Deixa acontecer...
O Atlético tem mais duas partidas seguidas na Baixada, contra Paranavaí e Londrina, e se vencê-las, chegará aos 10 triunfos consecutivos - apenas um a menos do recorde atingido pelo fenomenal Furacão de 1949. Aí, poderá igualar a marca contra o Iguaçu, em União da Vitória. O meia e agora ala-esquerda Netinho, questionado se a equipe está ansiosa para bater a marca histórica, foi categórico: "A gente está deixando acontecer naturalmente, a gente pensa nisso, é importante colocar objetivos".
É, sem dúvida, um belo desafio.

2 comentários:

Rubro-Negro disse...

Acho que o Ney Franco e o Netinho, estão certos. O momento agora é trabalhar com calma, paciência e com os pés no chão, não adianta pular etapas, temos que fazer o pontos jogando com muita raça e muito cuidado. Quanto ao recorde, no meu posto de vista o recorde é como um prêmio - conseqüência de um trabalho bem realizado.

Temos mais dois jogos em casa. Temos que tomar cuidado com Paranavaí e Londrina, sem afobação, um passo de cada vez.


Avante Furacão!

SRN.

Rubro-Negro disse...

Antes que eu me esqueça, o time está muito bem. Acho que "achamos" o time certo para o resto do campeonato.

Vinícius, Jancarlos, Netinho, Danilo, Rodholfo, Antônio Carlos, Valencia/Alan Bahia, Claiton, Ferreira, Irênio e Marcelo Ramos.

O Janca parece que está voltando aos velhos e bons tempos, fazendo grandes jogadas e cruzamentos certeiros, espero que continue assim. Eu acredito no futebol do Jancalos.