quarta-feira, 27 de fevereiro de 2008

Dupla de ataque

Na Copa do Brasil, um torneio do tipo "mata-mata", a importância de cada gol marcado é elevada à décima potência. Jogar bonito não é importante; marcar gols é fundamental.
Um golzinho fora de casa pode representar, muitas vezes, a classificação. Nesta primeira fase, balançar a rede adversária duas vezes fora de casa garante a classificação antecipada.
Nas duas últimas partidas, sem Marcelo Ramos, Pedro Oldoni jogou e marcou.
E agora, com a volta de Marcelo, como Ney Franco escalará o ataque rubro-negro contra o Corinthians, em Maceió? Manterá Willian, um jogador de velocidade e um pouco mais habilidoso, ou escolherá Pedro Oldoni, um verdadeiro avante artilheiro?
Os jornais de hoje dão como certa a escalação de Willian. Mas é óbvio que Oldoni entrará se o gol demorar a sair.
E não será surpresa se Oldoni, em breve, ganhar a posição de titular. Principalmente se vier a ser, novamente, o salvador da Pátria.

5 comentários:

Anônimo disse...

O Pedro OLdoni é matador, mas a bola tem que chegar na área para ele finalizar, e o problema que no meio de campo só tem o Irênio para armar jogadas.

Anônimo disse...

acabo de ver na furacão.com que o marcelo foi vetado pra esse jogo... e que existe duvida entre o pedro oldoni e o rodrigão... ha! piada né...


dalhe furacão!!! \o/
podemos voltar classificados sim.


abraço
jair

Anônimo disse...

PO deve começar titular....Marcelo Ramos nao joga...

Anônimo disse...

Nao sera surpresa se o PO virar titular mesmo, ja que o MR está sendo negociado...

Luiz Felipe disse...

tem algum jogador titular no começo do ano que deve terminar o ano vestindo a camiseta do furacão?