quinta-feira, 10 de janeiro de 2008

Por que não negociar o PPV?

O Atlético, como todos sabem, não topou vender os direitos de transmissão de seus jogos no Paranaense por quarenta dinheiros, como fizeram os demais times do estado. Decisão que acho correta. Mas o clube ainda poderia abrir um canal de negociação, já que as partidas estão sendo transmitidas também no pay-per-view da Premiére, com o objetivo de beneficiar a sua torcida. Será que o Furacão não poderia autorizar a transmissão somente em PPV, por um valor intermediário? A torcida agradeceria.

13 comentários:

Anônimo disse...

Discordo da opinião que foi correta a decisão de não aceitar a oferta pela transmissão do paranaense. é uma contradição com a proposta de aumentar a sua torcida, principalmente no interior do Paraná. Acredito que é através da televisão que aumenta o número de torcedore e no interior que não tem times fortes eles acabam torcendo pelos times de São Paulo.

Anônimo disse...

Quarenta moedas? Quinhentos mil reais é coisa pra caramba... E esse valor só seria para o Atlético, sem dividir com mais ninguém.

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Seriam 400 mil. Uma ninharia perto do que recebem os times de primeira divisão em outros campeonatos estaduais como o gaúcho e o mineiro. Seria injusto receber os mesmos trocados que o Paraná Clube recebe. Acho que a diretoria está certa. Mas, por esse valor, talvez desse para liberar pelo menos um PPV. Mas como a TV comprou um "pacote único" pelos direitos de transmissão, não vai rolar...

Cleverson disse...

O Atlético está certo em recusar essa "oferta", mas é uma pena para torcedores como eu, que moram longe. Aqui de Manaus o único jeito é acompanhar pelas rádios on-line.

Hélio Rubens Godoy disse...

Acho correto a diretoria não aceitar o valor proposto pela Globo, faço das minhas palavras as do Guerrilheiro postadas logo acima, R$ 400.000 não paga os funcionários (jogadores inclusos)do clube nem 1 mês, é uma merreca.

Anônimo disse...

O Atletico é grande e fez bem em não aceitar a proposta da RPC ?
E os torcedores ?
Mas uma vez a soberba da nossa diretoria prejudica os torcedores atleticanos que não verão seu time na TV! Sei lá pois entre pouco e nada, deveriamos ter optado pelo pouco pois ao menos assistiriamos aos jogos do furacão. Com certeza nossos patrocinadores também estão felizes com isso. Petraglia me lembra aquelas criancinhas e aquelas histórias do "to bem de mal". Falta profissionalismo a essa diretoria...Ufa que saco começar o ano assim....

Saudações Atleticanas!!!

Anônimo disse...

Caro Helio Rubens godoy
Concordo que 400,00 mil é pouco mas não ter os jogos transmitidos vai pagar esse funcionários e jogadores que vc citou ai ?

Falácia caro amigo!!! apenas fálacia.

Jorge Zimmer disse...

Tbm concordo em não receber os 400 paus da globo, temos que nos valorizar.
Além do mais a diferença de público em nossos jogos em casa vai dar uma receita equivalente ou maior do que a verba oferecida,pois 400 mil e a receita da renda de um jogo .

Anônimo disse...

Foram quinhentos mil. Acho que dava pra liberar, sim. Não ganhamos nada com isso...

Anônimo disse...

Em pleno século 21, com toda essa tecnologia e tudo mais, o moderno Furacão, do Melhor e mais moderno Estádio do Brasil, pode ser acompanhado pelo seus torcedores somente pelo bom e velho radinho de pilhas. Aliás acho que é isso que falta na cabeça do Petralha.PILHAS.

Timóteoi Peçanha disse...

Tá na cara que tá cheio de coxinha postando aqui, Guerrilheiro. Abraços.

Hélio Rubens Godoy disse...

Falácia?? A falta de transmissão dos jogos pela TV aberta não ajuda a pagar os jogadores, mas também não atrapalha, pois um clube como o Furacão tem um orçamento onde R$ 400.000,00 não chega a comprometer o planejamento, principalmente se diluído ao longo dos meses. A única questão que me incomoda com a falta dos jogos na TV, é pelos torcedores do interior do Estado, que verão o xoxinha e o paralixo, mas não poderão assistir aos espetáculos que o Atlético proporciona, dentro e fora da baixada.

Atlético até a morte!!

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Acho o seguinte: o Atlético suou para consolidar uma posição à frente dos demais rivais locais, então o presidente do clube tem a OBRIGAÇÃO de exigir um pagamento condizente com a grandeza do CAP. Passou o tempo em que o Furacão aceitava migalhas e trocava jogador por um lote de toalhas. Isso já era. Pra mim, a decisão de pedir R$ 1 milhão pela transmissão na TV aberta foi acertadíssima. O que eu quis dizer com este post é que talvez o clube pudesse cobrar um valor intermediário para autorizar apenas a transmissão em PPV, embora eu ache que isso seja inviável.