segunda-feira, 10 de dezembro de 2007

Pensata

A torcida exige mais esforço da direção, exige melhor desempenho do time, exige ingressos mais compatíveis com sua renda? Sim, exige. Afinal, o que se espera que ela exija? O mesmo desempenho de 2007? Não ter acesso aos jogos? Não ter o estádio terminado? A torcida, como qualquer atleticano, quer mais e continuará a querer, até que o Clube Atlético Paranaense conquiste novamente o Campeonato Paranaense e o Brasileiro, até que conquiste a Libertadores e o Mundial. Depois disto, continuará a querer mais. E por que não deveria ser assim? Por que deveria se contentar só com o passado? Este é o papel da torcida e deve continuar a sê-lo, pois é por acreditar nas conquistas que a mesma vai aos jogos, incentivar, torcer, apoiar, empenhar seu coração. É óbvio que a direção não tem como atender a todos os anseios da torcida, por motivos conhecidos: técnicos e financeiros. Mas, incomodar-se com suas exigências não é a forma de tratar do problema. Diálogo respeitoso é o primeiro e necessário passo.
O parágrafo acima é um trecho de interessante coluna do economista e ex-reitor da UFPR José Henrique de Faria na Furacao.com sobre as eleições no CAP. Para ler a coluna toda, clique aqui.

Nenhum comentário: