sábado, 20 de outubro de 2007

Vitória imprescindível

Coluna de Augusto Mafuz deste sábado na Tribuna do Paraná:
Silêncio inocente
Fala-se pouco do Atlético. Às vezes é ruim. O Atlético é daquelas instituições que necessitam de pressão, seja para alcançar o bem ou para se afastar do mal. E essa semana nada se falou do grande clube.
Às vezes é bom. O Atlético é daquelas instituições que, pela natureza passional, é capaz de mudar a versão de um fato. E para absorvê-la é preciso de pressão.
Parece que a vida atleticana está resolvida sem rebaixamento. E não está, porque no caso entre o céu e o inferno o caminho não é maior do que a espessura de um fio.
E uma vitória amanhã é imprescindível, mesmo que pouco decida: é que o jogo é na Arena, contra o América, que já está rebaixado. Em tese, é a de que todos que jogarão contra o América irão vencê-lo. O grande exemplo é o Paraná, pois são exatamente os pontos perdidos em Natal é que colocaram entre os últimos.
É uma pena que não joga Viáfara. O menino Vinícius é excepcional, mas é reserva. E goleiro reserva é mais reserva do que qualquer outro jogador. Compensa-se com a volta de Ferreira.
O que o Atlético deve lembrar é que o seu jogo em Caxias foi péssimo. Se lembrar, então será pressionado e aí poderá ganhar sem traumas.

Nenhum comentário: