segunda-feira, 1 de outubro de 2007

Mais uma pedreira...

Quando começou o segundo turno, eu imaginava que a partida contra o Botafogo na Arena seria uma dureza devido ao bom momento vivido pela equipe carioca. Agora, chego à conclusão de que o jogo será mesmo uma pedreira, mas por motivos bem diferentes.
O Atlético gosta de jogar na Baixada contra grandes adversários, equipes que vêm para jogar soltas, buscando o ataque. O que, certamente, não vai ocorrer nesta quarta-feira. O time da estrela solitária vem de uma série incrível de fracassos, e terá que fazer um "jogo da vida" contra o Furacão para tentar sair do fundo do poço. O treinador do adversário, Mário Sérgio, sabe disso e certamente vai preparar uma retrancaça.
O Bota contará com a volta do atacante Dodô, mas por outro lado não terá Túlio, Jorge Henrique, Lúcio Flávio e Leandro Guerreiro, peças fundamentais para a boa fase do time no primeiro turno.
Do lado do Furacão, teremos a volta de Netinho e Valência, que fizeram muita falta na derrocada dos Aflitos. E Ney Franco já estuda a volta de Rodolpho à zaga.
Esse jogo é fundamental para as pretensões do Atlético e vai exigir muita paciência da torcida. Portanto, todos à Baixada.

2 comentários:

Sidarta disse...

Tudo certo!?

coloquei um trecho do que vc escreveu lá no texto que fiz sobre o Ney Franco. http://nacal.blogspot.com/2007/10/sorte-de-ney-franco.html

Acho que é a hora do técnico mostrar se é vencedor ou não.

Abraços,

GUERRILHEIRO DA BAIXADA disse...

Valeu Sidarta.

Abs