domingo, 14 de outubro de 2007

A frase

"Creio que a qualquer momento vamos ter que conversar sobre isso, tem que ver se o clube quer que eu continue. Até novembro, no máximo dia 10, defino a minha situação da ida para o Japão. E não confirmando isso, ou até mesmo se houver a proposta, há a possibilidade real de eu continuar no Atlético."
Ney Franco,
técnico do Furacão, em entrevista publicada neste domingo pela Gazeta do Povo

Nenhum comentário: