sexta-feira, 12 de outubro de 2007

Com superação, ganha

Coluna de Augusto Mafuz neste sábado na Tribuna fala sobre o jogo de logo mais, em Caxias do Sul:

Humildade
Já ouvi atleticano admitindo que o empate com o Juventude, em Caxias, mesmo que seja contra um dos prováveis rebaixados, já seria interessante.
Não me surpreende tamanha humildade. E no caso, é até interessante. Só é possível ser humilde com a consciência exata dos limites, que estreitam ainda mais sem Ferreira.
São nesses momentos que deve prevalecer a capacidade de um treinador. No caso de Ney Franco, diminuir ao máximo a dependência que o time tem de um jogador, que já se sabia bem antes que não iria jogar.
E o Atlético ainda não está no estágio que possa reclamar da falta de alguém, mesmo que seja o melhor do time. É que para se afastar da zona de rebaixamento, é preciso criar situações diferentes para suprir falta e deficiências, que só se consegue com superação.
O Atlético não ganha na Baixada porque joga bem, mas porque se supera. Se fizer isso em Caixas, e o que não fez em Recife contra o Náutico, pode até ganhar o jogo.
Humildade não significa submissão.

Nenhum comentário: