segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Alex abre o jogo

A Tribuna do Paraná desta segunda-feira traz uma entrevista com o artilheiro Alex Mineiro, o "matador" da Baixada. Entre outras coisas, o ídolo diz que quer lutar para conquistar a Chuteira de Ouro como artilheiro do Brasil deste ano, que a torcida do Furacão faz a diferença e que quer ficar no Atlético em 2008.
Confira a entrevista:
Tribuna: Como está se sentindo física e tecnicamente e qual sua expectativa de voltar a jogar?

Alex Mineiro: Fisicamente estou bem melhor. Dá pra jogar um pouquinho. Meu objetivo é ir voltando aos poucos. Este ano, nesses seis jogos, não sei se vai dar pra fazer muita coisa. Mas minha vontade e alegria de estar atuando pelo Atlético vão me ajudar a superar a minha falta de ritmo.
Infelizmente ocorreu esta lesão na batalha do Olímpico. Guarda alguma mágoa do Tcheco?
De maneira nenhuma. Sei que ele não quis me acertar. Foi muito difícil ficar longe dos gramados. Ver os companheiros jogando e você em férias forçadas me incomodou muito. Mas isso é passado. Estou de volta para ajudar o Atlético da melhor maneira possível.
No prêmio concedido pela revista Placar ao maior artilheiro do Brasil no ano, a Chuteira de Ouro, você está em 3.º lugar, a quatro gols do Dodô, do Botafogo. Ainda dá pra buscar esse prêmio?
É um dos meus objetivos agora. Eu tenho chance, por que não tentar? Quero voltar a marcar gols o mais rápido possível, para buscar isso aí ainda.
Por tudo o que passou no Atlético e por ser o principal herói do título de 2001, você é o ícone de uma geração. Como você convive com essa fama?
Fico muito feliz em saber que o torcedor confia no meu futebol. Deus me abençoou ao me dar a oportunidade de vestir a camisa do Atlético naquele momento. Passávamos por uma grande fase em 2001, e a confiança e a vontade que eu tinha de ser campeão brasileiro eram muito grandes. Trabalhei bem, me dediquei bastante durante aquele ano e acredito que fui recompensado por isso naquelas últimas partidas. A torcida fez a diferença e ajudou bastante. Inclusive eu tenho o DVD daqueles jogos e, sempre que posso, assisto, porque foi uma coisa impressionante mesmo.
O que o Atlético representa na sua vida?

Todo o tempo em que atuei pelo clube fui muito feliz. Os torcedores confiam em mim e isso me incentiva bastante para continuar trabalhando, me dedicando pra honrar a camisa do Atlético da melhor maneira possível, como sempre fiz.
Devido à sua performance na temporada, inúmeras propostas devem surgir no final do ano. Às vezes a parte financeira não é o mais importante, mas é determinante. Você quer permanecer no Atlético para o ano que vem? Há essa possibilidade?
Quando renovei no meio do ano, já havia muitas propostas. O Atlético fez o possível para que eu pudesse permanecer. Meu contrato termina no final do ano e a prioridade é do Atlético. Sempre foi. Todos sabem que eu tenho um carinho enorme pelo clube, minha família está muito bem adaptada à cidade. Vamos sentar e conversar pra tentarmos chegar a um acerto. Eu não tenho pressa e nem estou muito preocupado em sair daqui.

2 comentários:

Anônimo disse...

Tem que fazer um mosaico FICA ALEX!

Anônimo disse...

Concordo...
Alex Mineiro é um dos raros que merecem e respeitam o manto rubro-negro.
Coisa rara hoje em dia...que digam Aloizio,Dagoberto e cia...